Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Oportunidade perdida de ficar calado


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/01/2021 | 00:59


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) perdeu – mais uma vez – outra grande oportunidade de ficar calado. Ontem, no Palácio da Alvorada, em Brasília, criticou uma das questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), realizado no domingo, sobre igualdade de gênero. A pergunta abordava, com números bastante expressivos e representativos, a diferença de salário entre Neymar, do PSG, e Marta, eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo, atualmente no Orlando Pride. Em sua fala, em vez de endossar o discurso das desigualdades tão pertinentes dentro de uma mesma modalidade, o chefe da Nação atacou e concordou com o fato, em show de horrores totalmente evitável.

“O banco de questões do Enem é de governos anteriores. Tem questões ali ridículas ainda. Comparando mulher jogando futebol e homem, por que a Marta ganha menos que o Neymar. Não tem que ter comparação. Futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano todos os times de futebol juntos não faturam no Brasil por ano. Como é que vai pagar para Marta o mesmo salário? Isso se chama iniciativa privada, ela que faz o salário, ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, faz questões absurdas sempre pregando igualdade, mas por baixo”, disse Bolsonaro. Em suas redes sociais, a Rainha do Futebol publicou espécie de resposta. “Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros...”

Quem também se manifestou foi a lateral-esquerda da Seleção Brasileira e moradora de Santo André, Tamires. Em suas contas no Instagram e no Twitter, junto a uma foto de Marta e seus seis troféus de melhor do mundo, a jogadora do Corinthians acrescentou uma enquete: “Marque a alternativa correta: a) O atleta com mais títulos de melhor do mundo é uma mulher; b) O atleta com mais gols pela Seleção Brasileira é uma mulher; c) O atleta com mais gols em Copa do Mundo é uma mulher; d) Todas as anteriores.” Se eu já era fã assumido e declarado de Tamires, agora sou ainda mais. Golaço da camisa 6!<EM>

CONQUISTA ETERNIZADA
O jornalista e amigo Vladimir Bianchini, da ESPN, está pré-lançando seu livro Eles calaram o Maracanã, dedicado ao título do Santo André na Copa do Brasil de 2004, sobre o Flamengo, em pleno Rio de Janeiro. A história do maior triunfo do futebol do Grande ABC começa a ser contada a partir da conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2003, passando pelas campanhas do título da Copa Paulista e do acesso na Série C do Brasileiro do mesmo ano, até chegar à temporada seguinte e a campanha que levou ao troféu erguido no emblemático estádio carioca. “O livro é focado em histórias de bastidores do clube. Além das fichas técnicas e fotos da campanha, o leitor irá conhecer como era a vida e a rotina dos jogadores, comissão técnica e diretoria desde antes de chegarem ao Santo André até o momento da conquista. A intenção do livro é fazer mergulhar na vida dos caras e se sentir dentro de vestiários, jogos, concentrações e até das festas de comemoração, mostrar como o Santo André conseguiu um feito quase inacreditável ao calar um Maracanã com mais de 72 mil pessoas”, conta Vladimir, que utilizou o acervo do Diário como uma das fontes de pesquisa.

Por ser um projeto solo, sem editora, o jornalista está custeando edição, impressão e tudo o que um livro demanda. Para quem é da Grande São Paulo, o custo será R$ 40, com frete grátis. Interessados de fora desta área devem acrescentar o preço do envio. Quem puder ajudar Vladimir com um valor a partir de R$ 100, entra como um dos patrocinadores do livro (com direito a brindes e citação em agradecimento na obra). Interessados devem procurar o próprio autor através do (11) 96365-8242. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Oportunidade perdida de ficar calado

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/01/2021 | 00:59


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) perdeu – mais uma vez – outra grande oportunidade de ficar calado. Ontem, no Palácio da Alvorada, em Brasília, criticou uma das questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), realizado no domingo, sobre igualdade de gênero. A pergunta abordava, com números bastante expressivos e representativos, a diferença de salário entre Neymar, do PSG, e Marta, eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo, atualmente no Orlando Pride. Em sua fala, em vez de endossar o discurso das desigualdades tão pertinentes dentro de uma mesma modalidade, o chefe da Nação atacou e concordou com o fato, em show de horrores totalmente evitável.

“O banco de questões do Enem é de governos anteriores. Tem questões ali ridículas ainda. Comparando mulher jogando futebol e homem, por que a Marta ganha menos que o Neymar. Não tem que ter comparação. Futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano todos os times de futebol juntos não faturam no Brasil por ano. Como é que vai pagar para Marta o mesmo salário? Isso se chama iniciativa privada, ela que faz o salário, ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, faz questões absurdas sempre pregando igualdade, mas por baixo”, disse Bolsonaro. Em suas redes sociais, a Rainha do Futebol publicou espécie de resposta. “Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros...”

Quem também se manifestou foi a lateral-esquerda da Seleção Brasileira e moradora de Santo André, Tamires. Em suas contas no Instagram e no Twitter, junto a uma foto de Marta e seus seis troféus de melhor do mundo, a jogadora do Corinthians acrescentou uma enquete: “Marque a alternativa correta: a) O atleta com mais títulos de melhor do mundo é uma mulher; b) O atleta com mais gols pela Seleção Brasileira é uma mulher; c) O atleta com mais gols em Copa do Mundo é uma mulher; d) Todas as anteriores.” Se eu já era fã assumido e declarado de Tamires, agora sou ainda mais. Golaço da camisa 6!<EM>

CONQUISTA ETERNIZADA
O jornalista e amigo Vladimir Bianchini, da ESPN, está pré-lançando seu livro Eles calaram o Maracanã, dedicado ao título do Santo André na Copa do Brasil de 2004, sobre o Flamengo, em pleno Rio de Janeiro. A história do maior triunfo do futebol do Grande ABC começa a ser contada a partir da conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2003, passando pelas campanhas do título da Copa Paulista e do acesso na Série C do Brasileiro do mesmo ano, até chegar à temporada seguinte e a campanha que levou ao troféu erguido no emblemático estádio carioca. “O livro é focado em histórias de bastidores do clube. Além das fichas técnicas e fotos da campanha, o leitor irá conhecer como era a vida e a rotina dos jogadores, comissão técnica e diretoria desde antes de chegarem ao Santo André até o momento da conquista. A intenção do livro é fazer mergulhar na vida dos caras e se sentir dentro de vestiários, jogos, concentrações e até das festas de comemoração, mostrar como o Santo André conseguiu um feito quase inacreditável ao calar um Maracanã com mais de 72 mil pessoas”, conta Vladimir, que utilizou o acervo do Diário como uma das fontes de pesquisa.

Por ser um projeto solo, sem editora, o jornalista está custeando edição, impressão e tudo o que um livro demanda. Para quem é da Grande São Paulo, o custo será R$ 40, com frete grátis. Interessados de fora desta área devem acrescentar o preço do envio. Quem puder ajudar Vladimir com um valor a partir de R$ 100, entra como um dos patrocinadores do livro (com direito a brindes e citação em agradecimento na obra). Interessados devem procurar o próprio autor através do (11) 96365-8242. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;