Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Doses de esperança


Do Diário do Grande ABC

18/01/2021 | 23:59


O Grande ABC entra hoje na rota da vacina contra a Covid-19. As sete cidades da região vão receber cerca de 39 mil doses do imunizante produzido pelo Instituto Butantan e, após reunião dos prefeitos no Consórcio Intermunicipal, serão definidos locais e horários em que cada um dos municípios começará a realizar a aplicação em profissionais da saúde e indígenas.

Segundo o presidente do colegiado, Paulo Serra (PSDB), o envio vai ocorrer de forma proporcional aos municípios, levando em consideração a população e o público-alvo da primeira fase. Assim, São Bernardo tem a expectativa de receber 11.840 doses, Santo André, 11.360; Mauá, 4.760; Diadema, 4.480; São Caetano, 4.800; Ribeirão Pires, 1.640; e Rio Grande da Serra, 440.

Tendo em vista que a região tem quase 3 milhões de habitantes, a quantidade da primeira remessa ainda é bem baixa. Mesmo assim, é um sinal de esperança. É o passo inicial da imunização e dá largada para que, em um futuro próximo, a doença seja vencida de uma vez por todas.

O que se espera é que, a partir de hoje, outras remessas do remédio sejam enviadas para a região. Pois a corrida ainda é longa e está bem distante do fim.

Hoje, certamente os prefeitos vão querer aparecer na foto ao lado dos vacinados. É natural. Faz parte da atividade política aproveitar os bons momentos para melhorar a imagem. Só não podem se esquecer de que o trabalho que desempenham é fundamental para o controle da pandemia. E também que uns não queiram se sobressair aos demais. Seja porque administram maior orçamento, têm território mais extenso ou proximidade com políticos em nível estadual ou federal.

O regionalismo sempre foi uma das principais bandeiras empunhadas por este Diário. Juntos, os sete municípios possuem muito mais força e maior poder na mesa de negociação. A divisão enfraquece e em nada contribui para o enfrentamento do coronavírus e de outros problemas que já existem ou que venham a surgir. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doses de esperança

Do Diário do Grande ABC

18/01/2021 | 23:59


O Grande ABC entra hoje na rota da vacina contra a Covid-19. As sete cidades da região vão receber cerca de 39 mil doses do imunizante produzido pelo Instituto Butantan e, após reunião dos prefeitos no Consórcio Intermunicipal, serão definidos locais e horários em que cada um dos municípios começará a realizar a aplicação em profissionais da saúde e indígenas.

Segundo o presidente do colegiado, Paulo Serra (PSDB), o envio vai ocorrer de forma proporcional aos municípios, levando em consideração a população e o público-alvo da primeira fase. Assim, São Bernardo tem a expectativa de receber 11.840 doses, Santo André, 11.360; Mauá, 4.760; Diadema, 4.480; São Caetano, 4.800; Ribeirão Pires, 1.640; e Rio Grande da Serra, 440.

Tendo em vista que a região tem quase 3 milhões de habitantes, a quantidade da primeira remessa ainda é bem baixa. Mesmo assim, é um sinal de esperança. É o passo inicial da imunização e dá largada para que, em um futuro próximo, a doença seja vencida de uma vez por todas.

O que se espera é que, a partir de hoje, outras remessas do remédio sejam enviadas para a região. Pois a corrida ainda é longa e está bem distante do fim.

Hoje, certamente os prefeitos vão querer aparecer na foto ao lado dos vacinados. É natural. Faz parte da atividade política aproveitar os bons momentos para melhorar a imagem. Só não podem se esquecer de que o trabalho que desempenham é fundamental para o controle da pandemia. E também que uns não queiram se sobressair aos demais. Seja porque administram maior orçamento, têm território mais extenso ou proximidade com políticos em nível estadual ou federal.

O regionalismo sempre foi uma das principais bandeiras empunhadas por este Diário. Juntos, os sete municípios possuem muito mais força e maior poder na mesa de negociação. A divisão enfraquece e em nada contribui para o enfrentamento do coronavírus e de outros problemas que já existem ou que venham a surgir. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;