Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Consumidor final já paga mais caro pelo GLP, reajustado pela Petrobras no dia 7



18/01/2021 | 18:17


A alta do preço do gás liquefeito de petróleo nas refinarias da Petrobras, que reajustou o valor do produto em 6%, em média, no último dia 7, chegou na semana passada aos consumidores residenciais. Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) demonstram que o botijão de 13 kg estava sendo vendido no período de 10 a 16 de janeiro a R$ 76,50, o que representa uma alta de 1,9% comparado à semana anterior, quando estava custando R$ 75,05, em média.

Os valores do botijão, no entanto, variam de acordo com o local de venda. Na região Norte, está sendo vendido o GLP de 13 kg mais caro do País, a R$ 84,66. No Sudeste, o preço está abaixo da média nacional, R$ 74,07; no Sul, sai a R$ 77,99; no Nordeste, a R$ 75,68; e no Centro-Oeste, a R$ 81,75.

Ao anunciar a alta do derivado de petróleo em suas refinarias, a Petrobras afirmou ter reajustado o valor para seguir a variação do preço de importação, seguindo sua política de paridade internacional. Este ano, a cotação da commodity tem apresentado sucessivas altas, o que leva os agentes do mercado a projetar que os produtos da estatal vão ficar mais caros.

Gasolina também em alta

Nesta segunda-feira, 18, a empresa anunciou reajuste da gasolina, cujo preço médio do litro vendido nas refinarias vai passar amanhã de R$ 1,84 para R$ 1,98, alta de 7,6% (R$ 0,15, em média). Esse foi o primeiro aumento da gasolina no ano. O último aconteceu no dia 29 de dezembro.

Mas antes mesmo de o produto ficar mais caro nas refinarias, consumidores das regiões Sul e Sudeste já pagaram mais por ele na semana passada. No Sul, o litro passou de R$ 4,472, na semana de 3 a 9 de janeiro, para R$ 4,525, na semana de 10 a 16 do mês. No Sudeste, passou de R$ 4,495 para R$ 4,503.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consumidor final já paga mais caro pelo GLP, reajustado pela Petrobras no dia 7


18/01/2021 | 18:17


A alta do preço do gás liquefeito de petróleo nas refinarias da Petrobras, que reajustou o valor do produto em 6%, em média, no último dia 7, chegou na semana passada aos consumidores residenciais. Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) demonstram que o botijão de 13 kg estava sendo vendido no período de 10 a 16 de janeiro a R$ 76,50, o que representa uma alta de 1,9% comparado à semana anterior, quando estava custando R$ 75,05, em média.

Os valores do botijão, no entanto, variam de acordo com o local de venda. Na região Norte, está sendo vendido o GLP de 13 kg mais caro do País, a R$ 84,66. No Sudeste, o preço está abaixo da média nacional, R$ 74,07; no Sul, sai a R$ 77,99; no Nordeste, a R$ 75,68; e no Centro-Oeste, a R$ 81,75.

Ao anunciar a alta do derivado de petróleo em suas refinarias, a Petrobras afirmou ter reajustado o valor para seguir a variação do preço de importação, seguindo sua política de paridade internacional. Este ano, a cotação da commodity tem apresentado sucessivas altas, o que leva os agentes do mercado a projetar que os produtos da estatal vão ficar mais caros.

Gasolina também em alta

Nesta segunda-feira, 18, a empresa anunciou reajuste da gasolina, cujo preço médio do litro vendido nas refinarias vai passar amanhã de R$ 1,84 para R$ 1,98, alta de 7,6% (R$ 0,15, em média). Esse foi o primeiro aumento da gasolina no ano. O último aconteceu no dia 29 de dezembro.

Mas antes mesmo de o produto ficar mais caro nas refinarias, consumidores das regiões Sul e Sudeste já pagaram mais por ele na semana passada. No Sul, o litro passou de R$ 4,472, na semana de 3 a 9 de janeiro, para R$ 4,525, na semana de 10 a 16 do mês. No Sudeste, passou de R$ 4,495 para R$ 4,503.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;