Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Marta publica mensagem 'enigmática' após crítica de Bolsonaro ao futebol feminino



18/01/2021 | 18:15


A atacante Marta, craque da seleção brasileira, publicou, no Instagram, nesta segunda-feira, uma mensagem enigmática após o futebol feminino do País ser alvo de crítica de Jair Bolsonaro. A eleita seis vezes melhor jogadora do mundo pela Fifa se pronunciou depois de Bolsonaro ter atacado uma questão na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sobre igualdade de gênero. O exercício comparava as a remuneração de Marta com a de Neymar.

Na rede social, a jogadora publicou uma foto treinando e colocou a legenda: "Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros...". A reação de Marta veio horas depois de Bolsonaro ter comentado em uma conversa com apoiadores sobre uma questão do Enem, aplicado neste domingo. O presidente criticou o conteúdo de um enunciado, por considerá-lo inadequado e "ridículo", segundo suas palavras.

"Não tem que ter comparação. Futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano todos os times de futebol juntos não faturam no Brasil por ano. Como é que vai pagar para Marta o mesmo salário?", questionou Bolsonaro. "Isso se chama iniciativa privada, ela que faz o salário, ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, faz questões absurdas sempre pregando igualdade, mas por baixo", criticou.

"O banco de questões do Enem não é do meu governo, é de governos anteriores. Têm questões ali ridículas ainda, ridículas, tratando de assuntos...", justificou Bolsonaro, que está na presidência da República desde janeiro de 2019.

A questão do Enem trazia dados de agosto de 2017 para comparar os salários de Marta e Neymar. A jogadora ganhava na época US$ 400 mil e já havia marcado 103 gols pela seleção, uma média de US$ 3,9 mil por gol. No caso de Neymar, o valor embolsado havia sido de US$ 14,5 milhões, mas com 50 gols marcados pelo Brasil. A média por gol, portanto, era de US$ 290 mil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marta publica mensagem 'enigmática' após crítica de Bolsonaro ao futebol feminino


18/01/2021 | 18:15


A atacante Marta, craque da seleção brasileira, publicou, no Instagram, nesta segunda-feira, uma mensagem enigmática após o futebol feminino do País ser alvo de crítica de Jair Bolsonaro. A eleita seis vezes melhor jogadora do mundo pela Fifa se pronunciou depois de Bolsonaro ter atacado uma questão na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) sobre igualdade de gênero. O exercício comparava as a remuneração de Marta com a de Neymar.

Na rede social, a jogadora publicou uma foto treinando e colocou a legenda: "Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros...". A reação de Marta veio horas depois de Bolsonaro ter comentado em uma conversa com apoiadores sobre uma questão do Enem, aplicado neste domingo. O presidente criticou o conteúdo de um enunciado, por considerá-lo inadequado e "ridículo", segundo suas palavras.

"Não tem que ter comparação. Futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano todos os times de futebol juntos não faturam no Brasil por ano. Como é que vai pagar para Marta o mesmo salário?", questionou Bolsonaro. "Isso se chama iniciativa privada, ela que faz o salário, ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, faz questões absurdas sempre pregando igualdade, mas por baixo", criticou.

"O banco de questões do Enem não é do meu governo, é de governos anteriores. Têm questões ali ridículas ainda, ridículas, tratando de assuntos...", justificou Bolsonaro, que está na presidência da República desde janeiro de 2019.

A questão do Enem trazia dados de agosto de 2017 para comparar os salários de Marta e Neymar. A jogadora ganhava na época US$ 400 mil e já havia marcado 103 gols pela seleção, uma média de US$ 3,9 mil por gol. No caso de Neymar, o valor embolsado havia sido de US$ 14,5 milhões, mas com 50 gols marcados pelo Brasil. A média por gol, portanto, era de US$ 290 mil.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;