Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Neno visa mandato oposto ao da aliada Irene dos Santos

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-vereadora, embora petista, era crítica de gestões do PT; atual parlamentar ameniza tom


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

16/01/2021 | 00:40


Corrente interna do PT e tradicionalmente crítica ao próprio partido, a articulação de esquerda voltou a ter representante na Câmara de Diadema e, de novo, sob governo petista, de José de Filippi Júnior. Ex-presidente do Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema), o vereador José Aparecido da Silva, o Neno (PT), integrante do grupo, devolveu cadeira ao coletivo após oito anos.

A última integrante da corrente presente no Legislativo diademense foi a ex-vereadora Irene dos Santos (PT), que exerceu três mandatos consecutivos, entre 2001 e 2012, justamente o período em que Filippi governou a cidade e, por último, Mário Reali (PT). Em suas passagens, a petista imprimiu postura dura frente a decisões partidárias e de governo e, em seu último mandato, praticamente fez oposição à gestão petista ao apoiar greve histórica dos servidores públicos que, posteriormente, foi considerada relevante para o desgaste político que levou a administração Reali à derrota nas urnas.

Curiosamente, desta vez, a corrente passa a contar com representante diretamente ligado ao Sindema. Contudo, Neno sinalizou que vislumbra dar tom diferente ao mandato. O petista indicou que aposta na mudança de postura do governo Filippi para evitar embates como os do passado.

“Vou ser pautado pelas questões sindicais, principalmente do funcionalismo público. A primeira coisa que a gente vai lutar é para que a gente tenha um diálogo, que a gente possa sentar (para negociar com o governo). Já colocamos isso para o Filippi. Esses últimos oito anos, em especial os últimos dois, foram muito difíceis (para o funcionalismo). A partir do momento em que a gente senta e discute, é mais tranquilo, diferentemente do que aconteceu nos últimos anos, que foram tudo na base da pressão”, disse.

Apesar da ligação dos petistas com o Sindema, o histórico guarda relações conturbadas nos governos Filippi e Reali. No petismo, Irene sempre foi crítica à política de alianças do partido e, em 2007, chegou a disputar, sem sucesso, prévias do partido para a escolha do candidato à sucessão de Filippi. Nos últimos anos a ex-parlamentar se afastou da política institucional. Sua última atuação partidária foi em 2016, quando foi indicada candidata a vice-prefeita na fracassada chapa que teve Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), como candidato – ficou em terceiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Neno visa mandato oposto ao da aliada Irene dos Santos

Ex-vereadora, embora petista, era crítica de gestões do PT; atual parlamentar ameniza tom

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

16/01/2021 | 00:40


Corrente interna do PT e tradicionalmente crítica ao próprio partido, a articulação de esquerda voltou a ter representante na Câmara de Diadema e, de novo, sob governo petista, de José de Filippi Júnior. Ex-presidente do Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema), o vereador José Aparecido da Silva, o Neno (PT), integrante do grupo, devolveu cadeira ao coletivo após oito anos.

A última integrante da corrente presente no Legislativo diademense foi a ex-vereadora Irene dos Santos (PT), que exerceu três mandatos consecutivos, entre 2001 e 2012, justamente o período em que Filippi governou a cidade e, por último, Mário Reali (PT). Em suas passagens, a petista imprimiu postura dura frente a decisões partidárias e de governo e, em seu último mandato, praticamente fez oposição à gestão petista ao apoiar greve histórica dos servidores públicos que, posteriormente, foi considerada relevante para o desgaste político que levou a administração Reali à derrota nas urnas.

Curiosamente, desta vez, a corrente passa a contar com representante diretamente ligado ao Sindema. Contudo, Neno sinalizou que vislumbra dar tom diferente ao mandato. O petista indicou que aposta na mudança de postura do governo Filippi para evitar embates como os do passado.

“Vou ser pautado pelas questões sindicais, principalmente do funcionalismo público. A primeira coisa que a gente vai lutar é para que a gente tenha um diálogo, que a gente possa sentar (para negociar com o governo). Já colocamos isso para o Filippi. Esses últimos oito anos, em especial os últimos dois, foram muito difíceis (para o funcionalismo). A partir do momento em que a gente senta e discute, é mais tranquilo, diferentemente do que aconteceu nos últimos anos, que foram tudo na base da pressão”, disse.

Apesar da ligação dos petistas com o Sindema, o histórico guarda relações conturbadas nos governos Filippi e Reali. No petismo, Irene sempre foi crítica à política de alianças do partido e, em 2007, chegou a disputar, sem sucesso, prévias do partido para a escolha do candidato à sucessão de Filippi. Nos últimos anos a ex-parlamentar se afastou da política institucional. Sua última atuação partidária foi em 2016, quando foi indicada candidata a vice-prefeita na fracassada chapa que teve Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), como candidato – ficou em terceiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;