Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

São Caetano. Cananeia. E a pesquisa histórica

As duas cidades têm em comum o esforço voltado ao entendimento das suas origens e estarão juntas em Memória uma vez por mês ao longo de 2021


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

16/01/2021 | 00:01


“História local é uma modalidade de pesquisa histórica que vem ganhando espaço nas últimas décadas.”

Cf. Ídolo de Carvalho

-----

A agenda da Fundação Pró-Memória de São Caetano deste ano reproduz 52 fotos do seu acervo, uma para cada semana do ano. Daí o pedido feito à jornalista Paula Fiorotti, da Pró-Memória, para que elegesse 12 destas fotos, uma para cada mês. A de janeiro aqui está.

Cananéia, pelos seus historiadores, se coloca como “o primeiro povoado do Brasil”, como assinala Ídolo Marchetti de Carvalho num livro com este título (Neograf Gráfica e Editora, 2ª edição, 2010).

O livro de Cananéia nos chega às mãos por gentileza do pesquisador andreense Luiz Maragni, que viveu uns tempos na cidade e se apaixonou por ela.


SÃO CAETANO 

A Pró-Memória cuida com carinho de uma coleção inteira do News Seller Diário do Grande ABC, aberta ao público como nova opção para compreender os vários ciclos regionais documentados pelo jornal.


CANANÉIA

Há 65 anos, a Câmara Municipal aprovava, por unanimidade, moção pleiteando a transformação da cidade em monumento histórico nacional. Principal argumento: Cananéia foi fundada antes da chegada de Martim Afonso de Souza ao litoral brasileiro. Dali partiram os primeiros desbravadores do sertão, sob o comando de Pero Logo.

Quem gostava de Cananéia era o padre Fiorente Elena, que esteve várias vezes na cidade em companhia de amigos como Beltran Asêncio, caçando e pescando – quando caça e pesca eram livres.


A Bandeirantes de 1923

Texto: Milton Parron

Neste mês de janeiro, aniversário de São Paulo no dia 25, o programa Memória está homenageando a cidade com três programas produzidos com material de arquivo, resgatando entrevistas, depoimentos, shows, enfim, momentos em que a Capital apagou velinhas em anos diversos. 

Entre os destaques do segundo programa, o incrível testemunho do doutor Raul Ferraz Mesquita dado em 1973 ao deputado e radialista Homero Silva, contando que em janeiro de 1923, três meses antes de ser inaugurada a primeira emissora de rádio no Brasil, a Sociedade do Rio de Janeiro, seu irmão Paulo, professor da Escola Politécnica da USP, mais seu amigo Leonardo Jones compraram de um argentino um pequeno transmissor de 10 watts e fizeram a primeira transmissão de uma estação de rádio, à qual deram o nome de Bandeirantes, que não tem nada a ver com a Bandeirantes que está no ar e foi inaugurada em 1937. 

Naquela transmissão pioneira foi realizado um sarau do qual participaram o próprio doutor Raul, no piano, e o genial Zequinha de Abreu, na flauta. 

Também no Memória deste fim de semana, a saudosa artista plástica Maria Elisa Campiotti Bérgami, autora entre outras, da música Lampião de Gás, recordando antigas serenatas e descrevendo como era a vida na bucólica São Paulo dos anos 20, 30 e 40. 

Também será recordada a inauguração do viaduto do Gasômetro, que diminuiu o tormento no trânsito causado pelas porteiras do Brás. Inezita Barroso e Demônios da Garoa continuam no segundo programa.

EM PAUTA – Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – São Paulo Viva (segunda parte). Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 22h, ou após o futebol, com reprise amanhã às 7h e durante madrugadas da semana.

Diário há meio século

Sábado, 16 de janeiro de 1971 – ano 13, edição 1436 

São Bernardo – Prefeitura anuncia a inauguração do Museu Histórico e Pedagógico Antonio Raposo Tavares, a ser instalado em sobrado da Rua João Pessoa, 236, Centro da cidade. Na direção, o professor Jorge Rahme. 


Em 16 de janeiro de...

1726 – As povoações paulistas de Ubatuba e Parati são anexadas à Capitania do Rio de Janeiro.

1911 – São Paulo tem um novo prefeito: Raymundo da Silva Duprat.

1916 – Amistoso de futebol: Imparcial FC, da Capital, 3, Serrano, do Alto da Serra, 0; entre os segundos quadros, 1 a 1.

1921 – O aviador Edú Chaves é homenageado com um vesperal dançante no Clube Atlético Paulistano, por seu feito inédito: a viagem aérea entre o Rio de Janeiro e Buenos Aires.

O aviador chegou a São Paulo no dia 14, com uma grande festa na Estação Luz. 

Desde então foi alvo de muitas manifestações de carinho.

1931 – Fundado, em São Paulo, o Sanatorinhos, Ação Comunitária de Saúde, instituição com sede no Ipiranga que cuida de doentes pobres ou indigentes.

1996 – Morre, em Franca, o historiador Wanderley dos Santos, um dos principais estudiosos da história do Grande ABC e que deixou uma obra clássica: Antecedentes Históricos do ABC Paulista, de 1992.


Santos do dia

- Marcelo I. O 30º papa da Igreja. Assumiu no ano 308, falecendo no ano seguinte.

- Priscila

- Berardo



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano. Cananeia. E a pesquisa histórica

As duas cidades têm em comum o esforço voltado ao entendimento das suas origens e estarão juntas em Memória uma vez por mês ao longo de 2021

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

16/01/2021 | 00:01


“História local é uma modalidade de pesquisa histórica que vem ganhando espaço nas últimas décadas.”

Cf. Ídolo de Carvalho

-----

A agenda da Fundação Pró-Memória de São Caetano deste ano reproduz 52 fotos do seu acervo, uma para cada semana do ano. Daí o pedido feito à jornalista Paula Fiorotti, da Pró-Memória, para que elegesse 12 destas fotos, uma para cada mês. A de janeiro aqui está.

Cananéia, pelos seus historiadores, se coloca como “o primeiro povoado do Brasil”, como assinala Ídolo Marchetti de Carvalho num livro com este título (Neograf Gráfica e Editora, 2ª edição, 2010).

O livro de Cananéia nos chega às mãos por gentileza do pesquisador andreense Luiz Maragni, que viveu uns tempos na cidade e se apaixonou por ela.


SÃO CAETANO 

A Pró-Memória cuida com carinho de uma coleção inteira do News Seller Diário do Grande ABC, aberta ao público como nova opção para compreender os vários ciclos regionais documentados pelo jornal.


CANANÉIA

Há 65 anos, a Câmara Municipal aprovava, por unanimidade, moção pleiteando a transformação da cidade em monumento histórico nacional. Principal argumento: Cananéia foi fundada antes da chegada de Martim Afonso de Souza ao litoral brasileiro. Dali partiram os primeiros desbravadores do sertão, sob o comando de Pero Logo.

Quem gostava de Cananéia era o padre Fiorente Elena, que esteve várias vezes na cidade em companhia de amigos como Beltran Asêncio, caçando e pescando – quando caça e pesca eram livres.


A Bandeirantes de 1923

Texto: Milton Parron

Neste mês de janeiro, aniversário de São Paulo no dia 25, o programa Memória está homenageando a cidade com três programas produzidos com material de arquivo, resgatando entrevistas, depoimentos, shows, enfim, momentos em que a Capital apagou velinhas em anos diversos. 

Entre os destaques do segundo programa, o incrível testemunho do doutor Raul Ferraz Mesquita dado em 1973 ao deputado e radialista Homero Silva, contando que em janeiro de 1923, três meses antes de ser inaugurada a primeira emissora de rádio no Brasil, a Sociedade do Rio de Janeiro, seu irmão Paulo, professor da Escola Politécnica da USP, mais seu amigo Leonardo Jones compraram de um argentino um pequeno transmissor de 10 watts e fizeram a primeira transmissão de uma estação de rádio, à qual deram o nome de Bandeirantes, que não tem nada a ver com a Bandeirantes que está no ar e foi inaugurada em 1937. 

Naquela transmissão pioneira foi realizado um sarau do qual participaram o próprio doutor Raul, no piano, e o genial Zequinha de Abreu, na flauta. 

Também no Memória deste fim de semana, a saudosa artista plástica Maria Elisa Campiotti Bérgami, autora entre outras, da música Lampião de Gás, recordando antigas serenatas e descrevendo como era a vida na bucólica São Paulo dos anos 20, 30 e 40. 

Também será recordada a inauguração do viaduto do Gasômetro, que diminuiu o tormento no trânsito causado pelas porteiras do Brás. Inezita Barroso e Demônios da Garoa continuam no segundo programa.

EM PAUTA – Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – São Paulo Viva (segunda parte). Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 22h, ou após o futebol, com reprise amanhã às 7h e durante madrugadas da semana.

Diário há meio século

Sábado, 16 de janeiro de 1971 – ano 13, edição 1436 

São Bernardo – Prefeitura anuncia a inauguração do Museu Histórico e Pedagógico Antonio Raposo Tavares, a ser instalado em sobrado da Rua João Pessoa, 236, Centro da cidade. Na direção, o professor Jorge Rahme. 


Em 16 de janeiro de...

1726 – As povoações paulistas de Ubatuba e Parati são anexadas à Capitania do Rio de Janeiro.

1911 – São Paulo tem um novo prefeito: Raymundo da Silva Duprat.

1916 – Amistoso de futebol: Imparcial FC, da Capital, 3, Serrano, do Alto da Serra, 0; entre os segundos quadros, 1 a 1.

1921 – O aviador Edú Chaves é homenageado com um vesperal dançante no Clube Atlético Paulistano, por seu feito inédito: a viagem aérea entre o Rio de Janeiro e Buenos Aires.

O aviador chegou a São Paulo no dia 14, com uma grande festa na Estação Luz. 

Desde então foi alvo de muitas manifestações de carinho.

1931 – Fundado, em São Paulo, o Sanatorinhos, Ação Comunitária de Saúde, instituição com sede no Ipiranga que cuida de doentes pobres ou indigentes.

1996 – Morre, em Franca, o historiador Wanderley dos Santos, um dos principais estudiosos da história do Grande ABC e que deixou uma obra clássica: Antecedentes Históricos do ABC Paulista, de 1992.


Santos do dia

- Marcelo I. O 30º papa da Igreja. Assumiu no ano 308, falecendo no ano seguinte.

- Priscila

- Berardo

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;