Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pfizer diz que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à UE em 25/1



15/01/2021 | 17:32


A Pfizer informou que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à União Europeia em 25 de janeiro. Nesta sexta-feira, a farmacêutica americana anunciou que iria reduzir temporariamente o ritmo de fornecimento dos imunizantes aos países europeus, por conta de uma "reorganização" da capacidade produtiva.

"A Pfizer e a BioNTech desenvolveram um plano que permitirá o aumento de escala das capacidades de fabricação na Europa e fornecerá significativamente mais doses no segundo trimestre", diz um comunicado divulgado pela empresa. "Para conseguir isso, certas modificações nos processos de produção são necessárias agora", explica o documento.

Segundo a farmacêutica, além da retomada do cronograma inicial em 25 de janeiro, haverá um aumento no ritmo das entregas a partir de 15 de fevereiro.

Dessa forma, de acordo com a Pfizer, será possível cumprir o acordo firmado com a UE para o primeiro trimestre do ano e fornecer "significativamente" mais doses ao bloco no segundo trimestre.

Segundo a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o CEO da farmacêutica, Albert Bourla, garantiu que não haverá atrasos na entrega das vacinas. Von der Leyen, porém, cobrou respostas da companhia sobre a quantidade de doses que será fornecida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pfizer diz que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à UE em 25/1


15/01/2021 | 17:32


A Pfizer informou que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à União Europeia em 25 de janeiro. Nesta sexta-feira, a farmacêutica americana anunciou que iria reduzir temporariamente o ritmo de fornecimento dos imunizantes aos países europeus, por conta de uma "reorganização" da capacidade produtiva.

"A Pfizer e a BioNTech desenvolveram um plano que permitirá o aumento de escala das capacidades de fabricação na Europa e fornecerá significativamente mais doses no segundo trimestre", diz um comunicado divulgado pela empresa. "Para conseguir isso, certas modificações nos processos de produção são necessárias agora", explica o documento.

Segundo a farmacêutica, além da retomada do cronograma inicial em 25 de janeiro, haverá um aumento no ritmo das entregas a partir de 15 de fevereiro.

Dessa forma, de acordo com a Pfizer, será possível cumprir o acordo firmado com a UE para o primeiro trimestre do ano e fornecer "significativamente" mais doses ao bloco no segundo trimestre.

Segundo a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o CEO da farmacêutica, Albert Bourla, garantiu que não haverá atrasos na entrega das vacinas. Von der Leyen, porém, cobrou respostas da companhia sobre a quantidade de doses que será fornecida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;