Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ao comentar saída da Ford, Bolsonaro elogia ACM e critica governador da Bahia



12/01/2021 | 11:47


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (12) a apoiadores que a Ford manteve a fábrica na Bahia até então "por decisão do senador Antônio Carlos Magalhães, o tal do ACM", morto em 2007. Bolsonaro elogiou o parlamentar que também foi governador do Estado e ministro das Comunicações durante o fim da ditadura militar.

"ACM podia ter todos os defeitos do mundo, mas era uma pessoa amada na Bahia", disse Bolsonaro. "ACM lutou e a Ford ficou lá. Agora o governador de lá Rui Costa (PT), que tem senadores com ele, não teve a capacidade de se antecipar ao problema e buscar possíveis soluções", disse o presidente. "Se bem que a solução que queriam buscar, repito, eram bilhões de reais a título de subsídios", emendou na sequência.

De acordo com Bolsonaro, "negócio é negócio: deu lucro, o cara fica aqui. Não deu, fecha". Nesta segunda-feira, dia 11, a montadora anunciou o encerramento da produção no País.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ao comentar saída da Ford, Bolsonaro elogia ACM e critica governador da Bahia


12/01/2021 | 11:47


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (12) a apoiadores que a Ford manteve a fábrica na Bahia até então "por decisão do senador Antônio Carlos Magalhães, o tal do ACM", morto em 2007. Bolsonaro elogiou o parlamentar que também foi governador do Estado e ministro das Comunicações durante o fim da ditadura militar.

"ACM podia ter todos os defeitos do mundo, mas era uma pessoa amada na Bahia", disse Bolsonaro. "ACM lutou e a Ford ficou lá. Agora o governador de lá Rui Costa (PT), que tem senadores com ele, não teve a capacidade de se antecipar ao problema e buscar possíveis soluções", disse o presidente. "Se bem que a solução que queriam buscar, repito, eram bilhões de reais a título de subsídios", emendou na sequência.

De acordo com Bolsonaro, "negócio é negócio: deu lucro, o cara fica aqui. Não deu, fecha". Nesta segunda-feira, dia 11, a montadora anunciou o encerramento da produção no País.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;