Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pequim vacina mais de 1 milhão; Califórnia atinge 30 mil mortes

Andrew Parsons 10 Downing Stree/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/01/2021 | 14:40


A Comissão Municipal de Saúde de Pequim, capital da China, anunciou nesta segunda-feira, 11, que mais de um milhão de pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 na cidade, segundo publicação da Xinhua. O vice-diretor da comissão, Gao Jian, afirmou em coletiva que o governo espera concluir até sexta-feira a aplicação das primeiras doses em grupos de risco.

Em Shijiazhuang, capital da província de Hebei, foram relatados 16 novos casos de transmissão local de covid-19. Até o meio-dia desta segunda, a cidade registrou 265 infecções transmitidas localmente, além de 204 casos assintomáticos, desde o último surto de 2 de janeiro.

De acordo com o vice-prefeito de Shijiazhuang, Meng Xianghong, todos os casos estão em tratamento hospitalar e não há pacientes graves ou mortes.

A China tem 96.882 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, além de 4.792 mortes relacionadas à doença, de acordo com levantamento da universidade americana Johns Hopkins.

Nos Estados Unidos, a Califórnia ultrapassou, nesta segunda-feira, a marca de 30 mil mortes causadas pela covid-19, segundo a Associated Press. O Estado, que é o mais populoso dos EUA, levou seis meses para registrar as 10 mil primeiras mortes. Porém, no último mês o total subiu para 30 mil óbitos.

A Califórnia é o terceiro Estado americano com o maior número de mortes, atrás do Texas e de Nova York. As autoridades locais de saúde esperam que o quadro piore nos próximos dias, quando o panorama completo sobre as infecções causadas pelos feriados deve emergir.

Os Estados Unidos já registraram mais de 22 milhões de casos de covid-19 e mais de 370 mil mortes, segundo a Johns Hopkins.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pequim vacina mais de 1 milhão; Califórnia atinge 30 mil mortes


11/01/2021 | 14:40


A Comissão Municipal de Saúde de Pequim, capital da China, anunciou nesta segunda-feira, 11, que mais de um milhão de pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 na cidade, segundo publicação da Xinhua. O vice-diretor da comissão, Gao Jian, afirmou em coletiva que o governo espera concluir até sexta-feira a aplicação das primeiras doses em grupos de risco.

Em Shijiazhuang, capital da província de Hebei, foram relatados 16 novos casos de transmissão local de covid-19. Até o meio-dia desta segunda, a cidade registrou 265 infecções transmitidas localmente, além de 204 casos assintomáticos, desde o último surto de 2 de janeiro.

De acordo com o vice-prefeito de Shijiazhuang, Meng Xianghong, todos os casos estão em tratamento hospitalar e não há pacientes graves ou mortes.

A China tem 96.882 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, além de 4.792 mortes relacionadas à doença, de acordo com levantamento da universidade americana Johns Hopkins.

Nos Estados Unidos, a Califórnia ultrapassou, nesta segunda-feira, a marca de 30 mil mortes causadas pela covid-19, segundo a Associated Press. O Estado, que é o mais populoso dos EUA, levou seis meses para registrar as 10 mil primeiras mortes. Porém, no último mês o total subiu para 30 mil óbitos.

A Califórnia é o terceiro Estado americano com o maior número de mortes, atrás do Texas e de Nova York. As autoridades locais de saúde esperam que o quadro piore nos próximos dias, quando o panorama completo sobre as infecções causadas pelos feriados deve emergir.

Os Estados Unidos já registraram mais de 22 milhões de casos de covid-19 e mais de 370 mil mortes, segundo a Johns Hopkins.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;