Fechar
Publicidade

Sábado, 24 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

SBT estréia a novela 'Jamais Te Esquecerei' nesta 2ª


Roberta Brasil
Da TV Press

12/04/2003 | 18:02


Ana Paula Tabalipa passou os últimos três anos vivendo um único papel: o de mãe. Desde que engravidou do pequeno Lui, ela ficou afastada da TV. Agora, a atriz de 24 anos decidiu retomar a carreira. Ela será a protagonista da novela Jamais Te Esquecerei, que estréia nesta segunda-feira, no SBT, às 20h30. Tão logo soube que foi escolhida, Ana Paula teve outra surpresa. Está grávida de novo. Por sorte, sua Beatriz – uma típica heroína de novela mexicana –, também engravida. Além disso, as gravações terminam em junho, quando a atriz estará no sexto mês.

Há apenas três meses, Ana Paula nem sabia que estava cotada para protagonizar Jamais Te Esquecerei. Sequer imaginava que a emissora produzia a novela da mexicana Caridad Bravo Adams. Foi avisada por telefone pelo diretor de elenco Fernando Rancoleta que, na manhã seguinte, anunciou que o papel era dela. “Tinha acabado de montar minha casa no Rio. Mas não pensei duas vezes. Corri para São Paulo, arrumei um apartamento e parti com meu filho e babá a tiracolo”, diz a atriz.

O convite para Jamais Te Esquecerei marcou o fim de um longo jejum de televisão. Depois 1999, quando protagonizou Luna Caliente, na Globo, Ana Paula desapareceu. “Minha personagem era para ser uma Anita e estourar. Mas infelizmente a minissérie não aconteceu”, diz. Quando voltou a ser lembrada pela Globo, estava com o filho ainda de colo. Por isso, declinou do convite para entrar em A Padroeira.

TV PRESS - É a primeira vez que você trabalha fora da Globo. Como está sendo a experiência no SBT?
Ana Paula Tabalipa - Boa. É tudo muito diferente... Mas já estava há tempos sem trabalho e fiquei muito feliz com o convite. É muito bom trabalhar com o Henrique Martins, que dirige a novela. Além disso, tem Bia Seidl, Jonas Bloch, Danton Mello, Tássia Camargo... Quanto ao elenco, a gente acha até que está na Globo.

TV PRESS - Mas há uma grande diferença quanto à produção...
ANA PAULA - Sem dúvida. Mas toda a equipe é muito amorosa. De repente, existe até um carinho maior porque é só uma novela por vez. Na Globo são três novelas, vários seriados, uma minissérie, além de Malhação. No SBT é só a gente! Então, recebemos todas as atenções.

TV PRESS - Você talvez mais que os outros, já que está grávida... O ritmo de trabalho não é muito puxado?
ANA PAULA - É. Mas tenho saúde e disposição. Na gravidez do Lui, eu trabalhei até o quinto mês sem ficar enjoada. De fato, são muitas cenas. Chega a 70 por dia. Às vezes, saio de casa às 9h e chego depois das 23h. Por outro lado, são apenas quatro meses de gravações.

TV PRESS - Não teve receio de ser cortada da novela em função da gravidez?
ANA PAULA - Não. Andou saindo na imprensa matérias deste tipo. Mentira. Sempre souberam que eu estava grávida. Desde o primeiro dia, antes de anunciarem meu nome. Assim que descobri, eu contei para a direção. Todo mundo ficou ciente.

TV PRESS - A sua personagem também engravida no meio da trama. Isso facilita as coisas?
ANA PAULA - Nem tanto. Quando a Beatriz estiver no fim da gravidez, vou ter de usar barriga postiça. E nos últimos dez capítulos, quando ela tiver o neném, ainda não sei... Eu estarei com seis meses. Até poderia aparecer gordinha porque as mamães de recém-nascidos ficam inchadas mesmo. Mas talvez mudem o final. Aí haveria uma passagem de tempo e a Beatriz apareceria grávida de novo, já com a minha barriga.

TV PRESS - Como você define a Beatriz?
ANA PAULA - É uma típica heroína romântica. Órfã de pai, que também perde a mãe na infância. Vai para a casa do padrinho, se apaixona pelo filho dele e sofre com o ódio da madrasta. É mandada para um colégio interno e só reencontra seu amor muitos anos depois. Eu sigo o texto. Mas não dá para me aprofundar na composição com o ritmo frenético das gravações.

TV PRESS - O que você acha da adaptação do texto mexicano?
ANA PAULA - Existe uma disposição da equipe para que o texto soe natural. Se tem algo estranho, eu digo: “Olha, isso aqui não sai da minha boca”. Então, a gente muda. As pessoas vão poder acreditar na trama. O SBT está conseguindo uma audiência que nenhuma outra novela fora da Globo conseguiu nos últimos dez anos. Não sei se é exagero, mas acho que o tratamento que estão dando a esta novela é para concorrer de igual para igual com a Globo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

SBT estréia a novela 'Jamais Te Esquecerei' nesta 2ª

Roberta Brasil
Da TV Press

12/04/2003 | 18:02


Ana Paula Tabalipa passou os últimos três anos vivendo um único papel: o de mãe. Desde que engravidou do pequeno Lui, ela ficou afastada da TV. Agora, a atriz de 24 anos decidiu retomar a carreira. Ela será a protagonista da novela Jamais Te Esquecerei, que estréia nesta segunda-feira, no SBT, às 20h30. Tão logo soube que foi escolhida, Ana Paula teve outra surpresa. Está grávida de novo. Por sorte, sua Beatriz – uma típica heroína de novela mexicana –, também engravida. Além disso, as gravações terminam em junho, quando a atriz estará no sexto mês.

Há apenas três meses, Ana Paula nem sabia que estava cotada para protagonizar Jamais Te Esquecerei. Sequer imaginava que a emissora produzia a novela da mexicana Caridad Bravo Adams. Foi avisada por telefone pelo diretor de elenco Fernando Rancoleta que, na manhã seguinte, anunciou que o papel era dela. “Tinha acabado de montar minha casa no Rio. Mas não pensei duas vezes. Corri para São Paulo, arrumei um apartamento e parti com meu filho e babá a tiracolo”, diz a atriz.

O convite para Jamais Te Esquecerei marcou o fim de um longo jejum de televisão. Depois 1999, quando protagonizou Luna Caliente, na Globo, Ana Paula desapareceu. “Minha personagem era para ser uma Anita e estourar. Mas infelizmente a minissérie não aconteceu”, diz. Quando voltou a ser lembrada pela Globo, estava com o filho ainda de colo. Por isso, declinou do convite para entrar em A Padroeira.

TV PRESS - É a primeira vez que você trabalha fora da Globo. Como está sendo a experiência no SBT?
Ana Paula Tabalipa - Boa. É tudo muito diferente... Mas já estava há tempos sem trabalho e fiquei muito feliz com o convite. É muito bom trabalhar com o Henrique Martins, que dirige a novela. Além disso, tem Bia Seidl, Jonas Bloch, Danton Mello, Tássia Camargo... Quanto ao elenco, a gente acha até que está na Globo.

TV PRESS - Mas há uma grande diferença quanto à produção...
ANA PAULA - Sem dúvida. Mas toda a equipe é muito amorosa. De repente, existe até um carinho maior porque é só uma novela por vez. Na Globo são três novelas, vários seriados, uma minissérie, além de Malhação. No SBT é só a gente! Então, recebemos todas as atenções.

TV PRESS - Você talvez mais que os outros, já que está grávida... O ritmo de trabalho não é muito puxado?
ANA PAULA - É. Mas tenho saúde e disposição. Na gravidez do Lui, eu trabalhei até o quinto mês sem ficar enjoada. De fato, são muitas cenas. Chega a 70 por dia. Às vezes, saio de casa às 9h e chego depois das 23h. Por outro lado, são apenas quatro meses de gravações.

TV PRESS - Não teve receio de ser cortada da novela em função da gravidez?
ANA PAULA - Não. Andou saindo na imprensa matérias deste tipo. Mentira. Sempre souberam que eu estava grávida. Desde o primeiro dia, antes de anunciarem meu nome. Assim que descobri, eu contei para a direção. Todo mundo ficou ciente.

TV PRESS - A sua personagem também engravida no meio da trama. Isso facilita as coisas?
ANA PAULA - Nem tanto. Quando a Beatriz estiver no fim da gravidez, vou ter de usar barriga postiça. E nos últimos dez capítulos, quando ela tiver o neném, ainda não sei... Eu estarei com seis meses. Até poderia aparecer gordinha porque as mamães de recém-nascidos ficam inchadas mesmo. Mas talvez mudem o final. Aí haveria uma passagem de tempo e a Beatriz apareceria grávida de novo, já com a minha barriga.

TV PRESS - Como você define a Beatriz?
ANA PAULA - É uma típica heroína romântica. Órfã de pai, que também perde a mãe na infância. Vai para a casa do padrinho, se apaixona pelo filho dele e sofre com o ódio da madrasta. É mandada para um colégio interno e só reencontra seu amor muitos anos depois. Eu sigo o texto. Mas não dá para me aprofundar na composição com o ritmo frenético das gravações.

TV PRESS - O que você acha da adaptação do texto mexicano?
ANA PAULA - Existe uma disposição da equipe para que o texto soe natural. Se tem algo estranho, eu digo: “Olha, isso aqui não sai da minha boca”. Então, a gente muda. As pessoas vão poder acreditar na trama. O SBT está conseguindo uma audiência que nenhuma outra novela fora da Globo conseguiu nos últimos dez anos. Não sei se é exagero, mas acho que o tratamento que estão dando a esta novela é para concorrer de igual para igual com a Globo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;