Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Governo de São Paulo estima 18 milhões de doses para 1ª fase de imunização contra Covid

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São cerca de 10,8 milhões de doses da Coronavac em solo brasileiro; a Anvisa ainda não liberou a vacina



06/01/2021 | 12:53


O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, detalhou nesta quarta-feira (6) o Plano Estadual de Imunização (PEI) de São Paulo, que prevê a aplicação de 18 milhões de doses na primeira fase de vacinação da Coronavac, contra o novo coronavírus. Até o momento, já são cerca de 10,8 milhões de doses da vacina em solo brasileiro. O imunizante, entretanto, depende de liberação de uso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o secretário, está mantida a previsão de início da primeira fase de vacinação em 25 de janeiro, que duraria até 28 de março. Neste momento serão contempladas duas doses, com intervalo de 21 dias, para os 7,5 milhões de pessoas com mais de 60 anos e 1,5 milhão de indígenas, quilombolas e profissionais da saúde. Segundo Gorinchteyn, 77% do óbitos da covid-19 estão neste grupo.

Ao todo, o governo paulista estima ter cerca de 5,2 mil postos de vacinação e estuda ampliar o número para 10 mil postos com a inclusão de escolas, quartéis da Polícia Militar, estações de trem e terminais de ônibus.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo de São Paulo estima 18 milhões de doses para 1ª fase de imunização contra Covid

São cerca de 10,8 milhões de doses da Coronavac em solo brasileiro; a Anvisa ainda não liberou a vacina


06/01/2021 | 12:53


O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, detalhou nesta quarta-feira (6) o Plano Estadual de Imunização (PEI) de São Paulo, que prevê a aplicação de 18 milhões de doses na primeira fase de vacinação da Coronavac, contra o novo coronavírus. Até o momento, já são cerca de 10,8 milhões de doses da vacina em solo brasileiro. O imunizante, entretanto, depende de liberação de uso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o secretário, está mantida a previsão de início da primeira fase de vacinação em 25 de janeiro, que duraria até 28 de março. Neste momento serão contempladas duas doses, com intervalo de 21 dias, para os 7,5 milhões de pessoas com mais de 60 anos e 1,5 milhão de indígenas, quilombolas e profissionais da saúde. Segundo Gorinchteyn, 77% do óbitos da covid-19 estão neste grupo.

Ao todo, o governo paulista estima ter cerca de 5,2 mil postos de vacinação e estuda ampliar o número para 10 mil postos com a inclusão de escolas, quartéis da Polícia Militar, estações de trem e terminais de ônibus.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;