Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Governo australiano discute com F-1 provável adiamento da corrida de 21 de março

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


05/01/2021 | 11:55


Funcionários do governo australiano estão envolvidos em negociações com os organizadores da Fórmula 1 para a realização da etapa do país no calendário 2021 da principal categoria do automobilismo. Por causa da pandemia do novo coronavírus, existe a grande possibilidade de o evento, previsto para 21 de março, o primeiro da temporada, ser adiado para o segundo semestre. No ano passado, a corrida no circuito de Albert Park, em Melbourne, foi cancelada pelo mesmo motivo.

"Até onde eu sei, não houve decisão de cancelar, mover ou qualquer outra referente ao Grande Prêmio da Austrália", disse Lisa Neville, ministra de serviços de emergência do estado de Victoria. "Essas conversas são ao vivo e ativo, absolutamente."

O governo do estado de Victoria é um grande apoiador do GP da Austrália, que teve de ser cancelado em 2020 apenas dois dias antes da primeira corrida da temporada por causa da pandemia. Pilotos e equipes estiveram em Melbourne em março passado e estavam a horas do início da primeira sessão de treinos oficiais quando os organizadores cancelaram o GP, com milhares de fãs fazendo fila fora do circuito. Um membro da equipe McLaren testou positivo para o coronavírus.

Caso ocorra a mudança de data do GP da Austrália, a corrida de abertura do campeonato poderá ser a etapa do Bahrein, agendada para 28 de março.

As restrições de viagem para a Austrália indicam que qualquer pessoa que entrar no país deva ficar 14

dias em quarentena, tornando difícil para as equipes de F-1 se prepararem para o evento. O Aberto da Austrália de tênis, outro importante evento do país neste início de ano, está definido para ter início em 8 de fevereiro, com a chegada dos atletas prevista para duas semanas antes.

A F-1 completou uma curta temporada de 17 corridas em 2020, principalmente na Europa e no Oriente Médio, com Lewis Hamilton ganhando o sétimo título de pilotos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo australiano discute com F-1 provável adiamento da corrida de 21 de março


05/01/2021 | 11:55


Funcionários do governo australiano estão envolvidos em negociações com os organizadores da Fórmula 1 para a realização da etapa do país no calendário 2021 da principal categoria do automobilismo. Por causa da pandemia do novo coronavírus, existe a grande possibilidade de o evento, previsto para 21 de março, o primeiro da temporada, ser adiado para o segundo semestre. No ano passado, a corrida no circuito de Albert Park, em Melbourne, foi cancelada pelo mesmo motivo.

"Até onde eu sei, não houve decisão de cancelar, mover ou qualquer outra referente ao Grande Prêmio da Austrália", disse Lisa Neville, ministra de serviços de emergência do estado de Victoria. "Essas conversas são ao vivo e ativo, absolutamente."

O governo do estado de Victoria é um grande apoiador do GP da Austrália, que teve de ser cancelado em 2020 apenas dois dias antes da primeira corrida da temporada por causa da pandemia. Pilotos e equipes estiveram em Melbourne em março passado e estavam a horas do início da primeira sessão de treinos oficiais quando os organizadores cancelaram o GP, com milhares de fãs fazendo fila fora do circuito. Um membro da equipe McLaren testou positivo para o coronavírus.

Caso ocorra a mudança de data do GP da Austrália, a corrida de abertura do campeonato poderá ser a etapa do Bahrein, agendada para 28 de março.

As restrições de viagem para a Austrália indicam que qualquer pessoa que entrar no país deva ficar 14

dias em quarentena, tornando difícil para as equipes de F-1 se prepararem para o evento. O Aberto da Austrália de tênis, outro importante evento do país neste início de ano, está definido para ter início em 8 de fevereiro, com a chegada dos atletas prevista para duas semanas antes.

A F-1 completou uma curta temporada de 17 corridas em 2020, principalmente na Europa e no Oriente Médio, com Lewis Hamilton ganhando o sétimo título de pilotos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;