Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 13 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Sonho do bolo de chocolate é realizado em São Bernardo

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Situação da família também chama a atenção e mobiliza moradores a planejar ações para ajudar


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

05/01/2021 | 00:01


A solidariedade permitiu que os quatro filhos menores de Maria Helena Batista, 42 anos, pudessem realizar, ontem, o maior sonho que tinham para este ano: comer bolo de chocolate pela primeira vez. Mas outros desejos podem estar perto de se tornar realidade para a família, que mora em apartamento popular no Parque São Bernardo, em São Bernardo, e cuja vida de dificuldades extremas foi retratada em reportagem publicada no último domingo pelo Diário.

Outros casos também foram expostos na publicação, que tinha exatamente o objetivo de mostrar os maiores desejos de moradores do Grande ABC para 2021, sobretudo daqueles que vivem na extrema pobreza – cerca de 79 mil famílias estão nessa situação na região. Mas foi a frase do garoto Cauã, 7 – “meu sonho é comer bolo de chocolate” – que chamou a atenção de milhares de pessoas nas redes sociais, reunindo mais de 200 mil visualizações. Houve ainda a intenção declarada por cerca de 500 pessoas dispostas a levar não somente o doce às crianças, mas também doações diversas.

Na manhã de hoje, Maria Helena vai receber de alguns colaboradores cestas básicas, roupas, sapatos e mais guloseimas para os pequenos.

Na tarde de ontem, o Diário levou, de surpresa, bolo de chocolate doado pela Sodiê Doces da Rua Frei Gaspar, no Centro de São Bernardo. O garoto Cauã, ao ver a equipe de reportagem, comemorou a visita e, ao ser questionado sobre o que havia pedido para 2021, não hesitou em dizer “um bolo de chocolate”. Ao ver o doce, a reação de surpresa emocionou a mãe e fez com que as irmãs Yohani, 6, Lorraine e Paloma, 3, se juntassem para pegar as primeiras lascas. “É muito bonito (o bolo). Vou comer um monte”, disse Cauã, enquanto pedia à mãe para fatiar o doce.

Maria Helena utilizou pedaços da caixa para servir o bolo, como se fossem pequenos pratos. Chorando de emoção, a mãe agradeceu. “É muito emocionante ver a alegria deles. Nem acredito”, revelou.

Yohanni, Lorraine e Paloma diziam o tempo todo que o bolo estava “uma delícia”. “Vou guardar para dividir com minhas irmãs mais velhas”, afirmou Yohani, enquanto dizia para a mãe pegar uma fatia.

Avisada de que mais pessoas se interessaram em ajudar na situação, Maria Helena chorou. “São anjos que apareceram na nossa vida (os doadores). Fico muito feliz. Acho que estou mais perto agora de conseguir pôr piso na minha casa e organizar as coisas na nossa vida.”

A mãe de Maria Helena, e avó das crianças, dona Augusta Rodrigues Batista, 77, caiu no choro ao ver a filha falando, enquanto os netos se lambuzavam com o bolo. “É muito bom saber que tem pessoas que querem o bem”, desabafou a senhora, que mora há 57 anos no bairro.

A equipe da doceria disse ter ficado comovida com a história da família. Em nota, a loja afirmou que deseja que Cauã possa “sonhar cada vez mais alto”.

Líder comunitário do Parque São Bernardo, Hetimochenco Queiroz, 46, explicou que ele e Robson da Silva, 47, mantêm a ONG Renascer no bairro há 9 anos. “As doações são sempre bem-vindas. As pessoas que quiserem ajudar, podem nos procurar que todo mundo aqui nos conhece”, afirmou. Interessados em ajudar essa e outras famílias do bairro podem entregar as doações na Rua Valdomiro Rodrigues, 39.821, em frente o número 100, no Parque São Bernardo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sonho do bolo de chocolate é realizado em São Bernardo

Situação da família também chama a atenção e mobiliza moradores a planejar ações para ajudar

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

05/01/2021 | 00:01


A solidariedade permitiu que os quatro filhos menores de Maria Helena Batista, 42 anos, pudessem realizar, ontem, o maior sonho que tinham para este ano: comer bolo de chocolate pela primeira vez. Mas outros desejos podem estar perto de se tornar realidade para a família, que mora em apartamento popular no Parque São Bernardo, em São Bernardo, e cuja vida de dificuldades extremas foi retratada em reportagem publicada no último domingo pelo Diário.

Outros casos também foram expostos na publicação, que tinha exatamente o objetivo de mostrar os maiores desejos de moradores do Grande ABC para 2021, sobretudo daqueles que vivem na extrema pobreza – cerca de 79 mil famílias estão nessa situação na região. Mas foi a frase do garoto Cauã, 7 – “meu sonho é comer bolo de chocolate” – que chamou a atenção de milhares de pessoas nas redes sociais, reunindo mais de 200 mil visualizações. Houve ainda a intenção declarada por cerca de 500 pessoas dispostas a levar não somente o doce às crianças, mas também doações diversas.

Na manhã de hoje, Maria Helena vai receber de alguns colaboradores cestas básicas, roupas, sapatos e mais guloseimas para os pequenos.

Na tarde de ontem, o Diário levou, de surpresa, bolo de chocolate doado pela Sodiê Doces da Rua Frei Gaspar, no Centro de São Bernardo. O garoto Cauã, ao ver a equipe de reportagem, comemorou a visita e, ao ser questionado sobre o que havia pedido para 2021, não hesitou em dizer “um bolo de chocolate”. Ao ver o doce, a reação de surpresa emocionou a mãe e fez com que as irmãs Yohani, 6, Lorraine e Paloma, 3, se juntassem para pegar as primeiras lascas. “É muito bonito (o bolo). Vou comer um monte”, disse Cauã, enquanto pedia à mãe para fatiar o doce.

Maria Helena utilizou pedaços da caixa para servir o bolo, como se fossem pequenos pratos. Chorando de emoção, a mãe agradeceu. “É muito emocionante ver a alegria deles. Nem acredito”, revelou.

Yohanni, Lorraine e Paloma diziam o tempo todo que o bolo estava “uma delícia”. “Vou guardar para dividir com minhas irmãs mais velhas”, afirmou Yohani, enquanto dizia para a mãe pegar uma fatia.

Avisada de que mais pessoas se interessaram em ajudar na situação, Maria Helena chorou. “São anjos que apareceram na nossa vida (os doadores). Fico muito feliz. Acho que estou mais perto agora de conseguir pôr piso na minha casa e organizar as coisas na nossa vida.”

A mãe de Maria Helena, e avó das crianças, dona Augusta Rodrigues Batista, 77, caiu no choro ao ver a filha falando, enquanto os netos se lambuzavam com o bolo. “É muito bom saber que tem pessoas que querem o bem”, desabafou a senhora, que mora há 57 anos no bairro.

A equipe da doceria disse ter ficado comovida com a história da família. Em nota, a loja afirmou que deseja que Cauã possa “sonhar cada vez mais alto”.

Líder comunitário do Parque São Bernardo, Hetimochenco Queiroz, 46, explicou que ele e Robson da Silva, 47, mantêm a ONG Renascer no bairro há 9 anos. “As doações são sempre bem-vindas. As pessoas que quiserem ajudar, podem nos procurar que todo mundo aqui nos conhece”, afirmou. Interessados em ajudar essa e outras famílias do bairro podem entregar as doações na Rua Valdomiro Rodrigues, 39.821, em frente o número 100, no Parque São Bernardo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;