Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Novembro registra alta de 77% nos homicídios

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dados apontam que número de casos na região saltou de nove em novembro de 2019 para 16 no mês passado


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

29/12/2020 | 00:01


Os indicadores divulgados pela SSP (Secretaria da Segurança Pública) do Estado de São Paulo apontaram que, em novembro, os índices de homicídios aumentaram em 77,77% no Grande ABC, se comparados com o mesmo mês do ano passado.

Conforme o levantamento, os casos passaram de nove homicídios em 2019 para 16 neste ano. Os dados regionais, no entanto, destoam dos índices registrados na Capital, onde houve queda de 17,74% nesse tipo de crime, que foi de 62 para 51, e também do Estado, com redução de 1,22%.

Comandante do CPA/M6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana 6) – que responde pelo Grande ABC –, o coronel Renato Nery Machado lamentou o aumento, mas explicou que parte dos casos ocorreu em “ambientes internos” e, portanto, em local que o policiamento preventivo não consegue atuar. “Além disso, tivemos alguns casos de encontro de cadáver na região, mas que não sabemos dizer, ainda, se esses homicídios aconteceram, de fato, nas cidades do Grande ABC”, defendeu o coronel, afirmando que, embora os casos tenham sido registrados na região, a Polícia Civil investiga se os corpos foram deixados nas cidades ou se os crimes competem à área.

Mas o número de homicídios na região já apresentou alta em setembro, quando passaram de 12 para 14 (16,6% de acréscimo), somando as sete cidades. “Trabalhamos sempre com transparência. Da mesma forma que divulgamos queda dos índices criminais também mostramos os negativos”, esclareceu o coronel Nery.

QUEDA

Diferentemente dos índices de homicídios, os crimes patrimoniais registraram queda pelo terceiro mês consecutivo no Grande ABC. Os roubos e furtos em geral caíram, sendo 9,51% de queda em roubos e 12,79% a menos no número de furtos.

Em novembro de 2019, por exemplo, a SSP contabilizou 1.850 casos de roubos e 1.782 de furtos, contra 1.674 roubos e 1.554 furtos neste ano.

Já nos crimes que envolveram veículos em novembro, os roubos declinaram 26,81% e os furtos, 30,61%. No ano passado foram roubados 552 veículos e furtados 820. Já neste ano, houve 404 roubos e 569 furtos.

“Verificamos uma redução nos crimes patrimoniais, o que tem sido uma tendência no Grande ABC. De forma geral, estamos reduzindo esses crimes nos últimos meses”, comemorou o comandante do CPA/M6.

O coronel esclareceu que, mesmo com a retomada do setor econômico, os patamares de redução, notados desde o isolamento físico no período mais crítico da pandemia, se mantiveram. “Desde setembro, com a retomada das atividades econômicas, continuamos mantendo queda nos crimes patrimoniais” reforçou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novembro registra alta de 77% nos homicídios

Dados apontam que número de casos na região saltou de nove em novembro de 2019 para 16 no mês passado

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

29/12/2020 | 00:01


Os indicadores divulgados pela SSP (Secretaria da Segurança Pública) do Estado de São Paulo apontaram que, em novembro, os índices de homicídios aumentaram em 77,77% no Grande ABC, se comparados com o mesmo mês do ano passado.

Conforme o levantamento, os casos passaram de nove homicídios em 2019 para 16 neste ano. Os dados regionais, no entanto, destoam dos índices registrados na Capital, onde houve queda de 17,74% nesse tipo de crime, que foi de 62 para 51, e também do Estado, com redução de 1,22%.

Comandante do CPA/M6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana 6) – que responde pelo Grande ABC –, o coronel Renato Nery Machado lamentou o aumento, mas explicou que parte dos casos ocorreu em “ambientes internos” e, portanto, em local que o policiamento preventivo não consegue atuar. “Além disso, tivemos alguns casos de encontro de cadáver na região, mas que não sabemos dizer, ainda, se esses homicídios aconteceram, de fato, nas cidades do Grande ABC”, defendeu o coronel, afirmando que, embora os casos tenham sido registrados na região, a Polícia Civil investiga se os corpos foram deixados nas cidades ou se os crimes competem à área.

Mas o número de homicídios na região já apresentou alta em setembro, quando passaram de 12 para 14 (16,6% de acréscimo), somando as sete cidades. “Trabalhamos sempre com transparência. Da mesma forma que divulgamos queda dos índices criminais também mostramos os negativos”, esclareceu o coronel Nery.

QUEDA

Diferentemente dos índices de homicídios, os crimes patrimoniais registraram queda pelo terceiro mês consecutivo no Grande ABC. Os roubos e furtos em geral caíram, sendo 9,51% de queda em roubos e 12,79% a menos no número de furtos.

Em novembro de 2019, por exemplo, a SSP contabilizou 1.850 casos de roubos e 1.782 de furtos, contra 1.674 roubos e 1.554 furtos neste ano.

Já nos crimes que envolveram veículos em novembro, os roubos declinaram 26,81% e os furtos, 30,61%. No ano passado foram roubados 552 veículos e furtados 820. Já neste ano, houve 404 roubos e 569 furtos.

“Verificamos uma redução nos crimes patrimoniais, o que tem sido uma tendência no Grande ABC. De forma geral, estamos reduzindo esses crimes nos últimos meses”, comemorou o comandante do CPA/M6.

O coronel esclareceu que, mesmo com a retomada do setor econômico, os patamares de redução, notados desde o isolamento físico no período mais crítico da pandemia, se mantiveram. “Desde setembro, com a retomada das atividades econômicas, continuamos mantendo queda nos crimes patrimoniais” reforçou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;