Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogos de Tóquio terão novo diretor artístico por cerimônias 'mais simples'

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


23/12/2020 | 12:43


O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio nomeou Hiroshi Sasaki, nesta quarta-feira, como o diretor de criação principal para a abertura e encerramento das cerimônias da Olimpíada e Paraolimpíada a serem realizadas ano que vem na capital japonesa.

Sasaki substitui Mansai Nomura, um conhecido ator de teatro e do cinema da comédia tradicional japonesa. Ele estava encarregado das cerimônias quando os Jogos foram adiados em março por causa da pandemia da covid-19. Nomura permanecerá como conselheiro. A Olimpíada tem início previsto para 23 de julho e a Paraolimpíada para 24 de agosto.

Sasaki é um ex-executivo de publicidade da Dentsu, importante agência japonesa de marketing. Ele foi responsável pela cerimônia de entrega da bandeira no Rio em 2016 e dirigiu a cerimônia de contagem regressiva de um ano, cinco meses atrás no Estádio Nacional.

"Devemos refazer o planejamento do zero", disse Sasaki, sentado ao lado de Nomura durante entrevista coletiva, nesta quarta-feira. "Em vez de cerimônias extravagantes, nós agora temos a chance de mudar o conteúdo."

Os organizadores sugerem que as cerimônias serão simplificadas, mais adequadas com os momentos da pandemia. Sasaki fazia parte da equipe criada originalmente e chefiada por Nomura. "Precisamos tomar muitas decisões, e precisamos de decisões muito rápidas, com eficiência, agilidade", disse Nomura. "É algo que devemos priorizar. Por enquanto, uma pessoa, o Sr. Sasaki, está liderando a equipe. Estou realmente de acordo com esta nova decisão."

Os organizadores anunciaram um novo orçamento oficial na terça-feira, que representa 22% a mais do que a versão de 2019. Os custos oficiais são agora de US$ 15,4 bilhões (cerca de R$ 79,5 bilhões), um

aumento de US$ 2,8 bilhões em relação a 2019.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogos de Tóquio terão novo diretor artístico por cerimônias 'mais simples'


23/12/2020 | 12:43


O Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio nomeou Hiroshi Sasaki, nesta quarta-feira, como o diretor de criação principal para a abertura e encerramento das cerimônias da Olimpíada e Paraolimpíada a serem realizadas ano que vem na capital japonesa.

Sasaki substitui Mansai Nomura, um conhecido ator de teatro e do cinema da comédia tradicional japonesa. Ele estava encarregado das cerimônias quando os Jogos foram adiados em março por causa da pandemia da covid-19. Nomura permanecerá como conselheiro. A Olimpíada tem início previsto para 23 de julho e a Paraolimpíada para 24 de agosto.

Sasaki é um ex-executivo de publicidade da Dentsu, importante agência japonesa de marketing. Ele foi responsável pela cerimônia de entrega da bandeira no Rio em 2016 e dirigiu a cerimônia de contagem regressiva de um ano, cinco meses atrás no Estádio Nacional.

"Devemos refazer o planejamento do zero", disse Sasaki, sentado ao lado de Nomura durante entrevista coletiva, nesta quarta-feira. "Em vez de cerimônias extravagantes, nós agora temos a chance de mudar o conteúdo."

Os organizadores sugerem que as cerimônias serão simplificadas, mais adequadas com os momentos da pandemia. Sasaki fazia parte da equipe criada originalmente e chefiada por Nomura. "Precisamos tomar muitas decisões, e precisamos de decisões muito rápidas, com eficiência, agilidade", disse Nomura. "É algo que devemos priorizar. Por enquanto, uma pessoa, o Sr. Sasaki, está liderando a equipe. Estou realmente de acordo com esta nova decisão."

Os organizadores anunciaram um novo orçamento oficial na terça-feira, que representa 22% a mais do que a versão de 2019. Os custos oficiais são agora de US$ 15,4 bilhões (cerca de R$ 79,5 bilhões), um

aumento de US$ 2,8 bilhões em relação a 2019.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;