Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Biden celebra pacote de US$ 900 bi e diz que vai propor mais estímulos

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


22/12/2020 | 17:37


O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, saudou a aprovação do pacote fiscal de US$ 900 bilhões pelo Congresso, mas classificou a legislação como "apenas um primeiro passo" no combate à covid-19. "É preciso fazer mais", defendeu, em entrevista coletiva após discurso de Natal na tarde desta terça-feira, 21.

O democrata revelou que, no início de 2021, irá propor um projeto de alívio econômico adicional, que incluirá extensão de benefícios a desempregados para além de 10 semanas, além de pagamentos diretos a cidadãos. Segundo ele, a pandemia ainda deve recrudescer antes de melhorar. "Precisamos estar preparados", disse.

Um dia após tomar a vacina para a covid-19, Biden disse ter "confiança absoluta" no imunizador e ressaltou que deve demorar alguns meses até que todos os americanos sejam vacinados. Durante esse período, o presidente eleito argumenta que as pessoas terão que continuar vigilantes e usando máscara. "Espero conseguir financiamento para a vacinação de pelo menos 300 milhões de americanos", salientou.

O ex-vice-presidente também comentou o recente ataque cibernético reportado por vários departamentos do governo. Após o secretário de Estado, Mike Pompeo, afirmar que a Rússia é a provável responsável pelo episódio, o presidente Donald Trump minimizou a ofensiva e garantiu que a questão estava sob controle.

Em resposta, Biden criticou o republicano e assegurou que, quando tomar posse, levará a sério ameaças desse tipo. Ele salientou que, assim que a inteligência concluir com certeza quem está por trás dos ataques, os responsáveis serão penalizados, embora não tenha citado as sanções que pretende impor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Biden celebra pacote de US$ 900 bi e diz que vai propor mais estímulos


22/12/2020 | 17:37


O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, saudou a aprovação do pacote fiscal de US$ 900 bilhões pelo Congresso, mas classificou a legislação como "apenas um primeiro passo" no combate à covid-19. "É preciso fazer mais", defendeu, em entrevista coletiva após discurso de Natal na tarde desta terça-feira, 21.

O democrata revelou que, no início de 2021, irá propor um projeto de alívio econômico adicional, que incluirá extensão de benefícios a desempregados para além de 10 semanas, além de pagamentos diretos a cidadãos. Segundo ele, a pandemia ainda deve recrudescer antes de melhorar. "Precisamos estar preparados", disse.

Um dia após tomar a vacina para a covid-19, Biden disse ter "confiança absoluta" no imunizador e ressaltou que deve demorar alguns meses até que todos os americanos sejam vacinados. Durante esse período, o presidente eleito argumenta que as pessoas terão que continuar vigilantes e usando máscara. "Espero conseguir financiamento para a vacinação de pelo menos 300 milhões de americanos", salientou.

O ex-vice-presidente também comentou o recente ataque cibernético reportado por vários departamentos do governo. Após o secretário de Estado, Mike Pompeo, afirmar que a Rússia é a provável responsável pelo episódio, o presidente Donald Trump minimizou a ofensiva e garantiu que a questão estava sob controle.

Em resposta, Biden criticou o republicano e assegurou que, quando tomar posse, levará a sério ameaças desse tipo. Ele salientou que, assim que a inteligência concluir com certeza quem está por trás dos ataques, os responsáveis serão penalizados, embora não tenha citado as sanções que pretende impor.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;