Fechar
Publicidade

Sábado, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Como é o Natal na República Tcheca

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

22/12/2020 | 15:48


As festividades natalinas da República Tcheca começam no final de novembro, com a chegada das primeiras neves e da época do Advento. Com ruas iluminadas e árvores decoradas em alguns dos mais importantes pontos das cidades, as pessoas se divertem com as atrações temáticas e os mercados de Natal.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Embora os mercados de Praga figurem entre os mais belos da Europa, os que estão instalados em outras cidades tchecas, como Olomouc, Karlovy Vary e Ceský Krumlov, também oferecem experiências incríveis, que misturam diversos tipos de presentes e objetos de decoração, muito artesanato e uma grande variedade gastronômica. O vinho quente (mais conhecido como “svarák”) é um dos grandes destaques. Como acompanhamento, vale a pena pedir um dos produtos mais típicos da época: o Trdelník, uma espécie de pão doce com canela e nozes. Caso queira algo salgado, opte por salsichas com pão e mostarda ou presunto de Praga.

Festas de Natal na República Tcheca

A tradicional festa de São Nicolau é celebrada em 5 de dezembro. Neste dia, o comportamento das crianças ao longo do ano é colocado à prova. As que foram boazinhas recebem doces e frutas das mãos de um anjo, depois de recitar um poema dedicado a São Nicolau. Já as bagunceiras ganham carvão e batatas, que são distribuídos por um demônio.

Nos dias seguintes, e até à chegada de 24 de dezembro, as famílias aproveitam o tempo para visitar as feiras e preparar doces, como os deliciosos pastéis de Natal que, conforme suas formas, recebem diferentes nomes. Entre eles, “ninhos de vespas” (vosí hnízda),“patas de urso”(medvedí pracky), massa de Linz (linecké) ou croissants de baunilha (vanilkové rohlícky).

Quando chega a véspera de Natal, justamente no momento em que a primeira estrela aparece no céu, a tradição dita que todos se posicionem em volta da mesa, deixando um lugar vazio para um convidado extra, caso alguém chegue inesperadamente. Há também outros costumes, como jejuar o dia todo até a chegada da grande ceia, não se levantar enquanto come (para evitar azar durante o ano que está prestes a começar), além de deixar uma escama de carpa no prato como símbolo de riqueza para os próximos 12 meses.

LEIA MAIS: MODERNA E ARTÍSTICA: POR QUE PRAGA É UMA DAS CIDADES MAIS LEGAIS DO MUNDO
ÁLBUM REVELA 50 IMAGENS ESPETACULARES DA REPÚBLICA TCHECA

Quanto ao menu, os tchecos comem sopa de peixe e carpa com salada de batata. Depois de terminar o jantar, o anfitrião toca um sino para sinalizar que o Menino Jesus trouxe presentes e os deixou debaixo da árvore de Natal. Depois de distribuídos, chega outro momento importante: a hora de partir maçãs em duas para “ler” o futuro das pessoas presentes. O formato de uma estrela representa boa saúde. Caso o resultado seja um cruzamento, recomenda-se ter cuidado para evitar possíveis doenças.

Nos dias 25 e 26 de dezembro as pessoas costumam fazer visitas familiares, comer os últimos doces de Natal e festejar a chegada do fim do ano com comida, bebida e muito boa companhia. O fim da temporada de Natal na República Tcheca chega em 1º de janeiro. Antes dele, há ainda o “grand finale” no último dia do ano, com direito a danças e fogos de artifício. Assim como em algumas regiões do Brasil, os locais acreditam que comer lentilhas na virada do ano ajuda a atrair riquezas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como é o Natal na República Tcheca

Redação
Do Rota de Férias

22/12/2020 | 15:48


As festividades natalinas da República Tcheca começam no final de novembro, com a chegada das primeiras neves e da época do Advento. Com ruas iluminadas e árvores decoradas em alguns dos mais importantes pontos das cidades, as pessoas se divertem com as atrações temáticas e os mercados de Natal.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Embora os mercados de Praga figurem entre os mais belos da Europa, os que estão instalados em outras cidades tchecas, como Olomouc, Karlovy Vary e Ceský Krumlov, também oferecem experiências incríveis, que misturam diversos tipos de presentes e objetos de decoração, muito artesanato e uma grande variedade gastronômica. O vinho quente (mais conhecido como “svarák”) é um dos grandes destaques. Como acompanhamento, vale a pena pedir um dos produtos mais típicos da época: o Trdelník, uma espécie de pão doce com canela e nozes. Caso queira algo salgado, opte por salsichas com pão e mostarda ou presunto de Praga.

Festas de Natal na República Tcheca

A tradicional festa de São Nicolau é celebrada em 5 de dezembro. Neste dia, o comportamento das crianças ao longo do ano é colocado à prova. As que foram boazinhas recebem doces e frutas das mãos de um anjo, depois de recitar um poema dedicado a São Nicolau. Já as bagunceiras ganham carvão e batatas, que são distribuídos por um demônio.

Nos dias seguintes, e até à chegada de 24 de dezembro, as famílias aproveitam o tempo para visitar as feiras e preparar doces, como os deliciosos pastéis de Natal que, conforme suas formas, recebem diferentes nomes. Entre eles, “ninhos de vespas” (vosí hnízda),“patas de urso”(medvedí pracky), massa de Linz (linecké) ou croissants de baunilha (vanilkové rohlícky).

Quando chega a véspera de Natal, justamente no momento em que a primeira estrela aparece no céu, a tradição dita que todos se posicionem em volta da mesa, deixando um lugar vazio para um convidado extra, caso alguém chegue inesperadamente. Há também outros costumes, como jejuar o dia todo até a chegada da grande ceia, não se levantar enquanto come (para evitar azar durante o ano que está prestes a começar), além de deixar uma escama de carpa no prato como símbolo de riqueza para os próximos 12 meses.

LEIA MAIS: MODERNA E ARTÍSTICA: POR QUE PRAGA É UMA DAS CIDADES MAIS LEGAIS DO MUNDO
ÁLBUM REVELA 50 IMAGENS ESPETACULARES DA REPÚBLICA TCHECA

Quanto ao menu, os tchecos comem sopa de peixe e carpa com salada de batata. Depois de terminar o jantar, o anfitrião toca um sino para sinalizar que o Menino Jesus trouxe presentes e os deixou debaixo da árvore de Natal. Depois de distribuídos, chega outro momento importante: a hora de partir maçãs em duas para “ler” o futuro das pessoas presentes. O formato de uma estrela representa boa saúde. Caso o resultado seja um cruzamento, recomenda-se ter cuidado para evitar possíveis doenças.

Nos dias 25 e 26 de dezembro as pessoas costumam fazer visitas familiares, comer os últimos doces de Natal e festejar a chegada do fim do ano com comida, bebida e muito boa companhia. O fim da temporada de Natal na República Tcheca chega em 1º de janeiro. Antes dele, há ainda o “grand finale” no último dia do ano, com direito a danças e fogos de artifício. Assim como em algumas regiões do Brasil, os locais acreditam que comer lentilhas na virada do ano ajuda a atrair riquezas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;