Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ação social entrega 500 brinquedos em S.Bernardo

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Atividade foi realizada pela Cufa para crianças das comunidades Bandeirantes, Vila União e Band 2


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

17/12/2020 | 23:55


Um momento de alegria em meio a toda a tristeza trazida pela pandemia de Covid-19. Foi isso o que viveram 500 crianças e seus responsáveis na manhã de ontem, durante entrega de brinquedos realizada pela Cufa (Central Única das Favelas) de São Bernardo. O material foi doado por uma empresa e entregue aos pequenos moradores das comunidades Bandeirantes, Vila União e Band 2.

A diarista Adriana Ferreira da Silva, 46 anos, estava com os quatro netos: as gêmeas Emily e Isabele, 10; David Gabriel, 7; e Adrielly, 6. As crianças ganharam quebra-cabeças, boneca, massinha e carrinhos e realizaram o sonho de ver o Papai Noel, mantendo o distanciamento. Adriana contou que, se não fosse a doação, todos ficariam sem presente neste Natal. “Antes da pandemia já estava difícil, depois, então, piorou”, explicou. “A Adrielly até me perguntou ‘vó, já é Natal?’ e eu disse ‘sim, não tá vendo o Papai Noel?’”, afirmou.

Presidente da Cufa-SBC, o assistente técnico de saúde Alex Ferreira Pinto, 40, relatou que cerca de 8.000 famílias vêm sendo acompanhadas pela central, que conta com dez células espalhadas pela cidade. “Nos reinventamos neste momento de pandemia, onde o pai não consegue mais sair para trabalhar e garantir o alimento do seu filho”, destacou. “Conseguimos fazer essa ponte entre empresários e favela e isso é muito gratificante para a gente”, pontuou.

O presidente declarou, ainda, que é preciso que as pessoas vejam que as favelas não são apenas locais de carência, mas também de potência. “É isso que a gente quer mostrar. Com todas as dificuldades, aqui temos trabalhadores, pessoas que geram riqueza para a cidade”, concluiu.

A Cufa realiza diversas atividades nas comunidades de São Bernardo e até o fim do ano, ao menos nove ações estão agendadas. Quem puder contribuir com alguma doação pode entrar em contato pelo telefone 98112-3905.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ação social entrega 500 brinquedos em S.Bernardo

Atividade foi realizada pela Cufa para crianças das comunidades Bandeirantes, Vila União e Band 2

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

17/12/2020 | 23:55


Um momento de alegria em meio a toda a tristeza trazida pela pandemia de Covid-19. Foi isso o que viveram 500 crianças e seus responsáveis na manhã de ontem, durante entrega de brinquedos realizada pela Cufa (Central Única das Favelas) de São Bernardo. O material foi doado por uma empresa e entregue aos pequenos moradores das comunidades Bandeirantes, Vila União e Band 2.

A diarista Adriana Ferreira da Silva, 46 anos, estava com os quatro netos: as gêmeas Emily e Isabele, 10; David Gabriel, 7; e Adrielly, 6. As crianças ganharam quebra-cabeças, boneca, massinha e carrinhos e realizaram o sonho de ver o Papai Noel, mantendo o distanciamento. Adriana contou que, se não fosse a doação, todos ficariam sem presente neste Natal. “Antes da pandemia já estava difícil, depois, então, piorou”, explicou. “A Adrielly até me perguntou ‘vó, já é Natal?’ e eu disse ‘sim, não tá vendo o Papai Noel?’”, afirmou.

Presidente da Cufa-SBC, o assistente técnico de saúde Alex Ferreira Pinto, 40, relatou que cerca de 8.000 famílias vêm sendo acompanhadas pela central, que conta com dez células espalhadas pela cidade. “Nos reinventamos neste momento de pandemia, onde o pai não consegue mais sair para trabalhar e garantir o alimento do seu filho”, destacou. “Conseguimos fazer essa ponte entre empresários e favela e isso é muito gratificante para a gente”, pontuou.

O presidente declarou, ainda, que é preciso que as pessoas vejam que as favelas não são apenas locais de carência, mas também de potência. “É isso que a gente quer mostrar. Com todas as dificuldades, aqui temos trabalhadores, pessoas que geram riqueza para a cidade”, concluiu.

A Cufa realiza diversas atividades nas comunidades de São Bernardo e até o fim do ano, ao menos nove ações estão agendadas. Quem puder contribuir com alguma doação pode entrar em contato pelo telefone 98112-3905.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;