Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Saúde e Pfizer avançam em compra de 70 milhões de doses de vacina contra covid

Marcos Moura/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vacina é aplicada em duas doses com intervalo de 21 dias; não há detalhes sobre o valor previsto para cada dose



07/12/2020 | 22:12


O Ministério da Saúde informou na noite desta segunda-feira, 7, que avançou em negociações de compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer e BioNTech contra a covid-19. "Os termos já estão bem avançados e devem ser finalizados ainda no início desta semana com a assinatura do memorando de intenção", disse a pasta.

Representantes do ministério e dos laboratórios se reuniram para tratar do memorando nesta segunda-feira, 7. A vacina é aplicada em duas doses. Não há detalhes sobre o valor previsto para cada dose.

Os países da América Latina com que a Pfizer já fechou negócio preveem iniciar a vacinação este mês ou no início de 2021, conforme o aval dos órgãos regulatórios locais. O Reino Unido quer começar a vacinar nesta semana a população.

O ministério vinha sinalizando que a temperatura de 70 graus negativos para armazenamento da vacina da Pfizer era uma barreira para incorporar o produto ao SUS. A Pfizer diz ter plano para transporte e armazenamento das doses - uma embalagem para 5 mil doses, com temperatura controlada, que usa gelo seco. A vacina duraria 15 dias.

O ministério já investiu cerca de R$ 2 bilhões para receber e passar a produzir doses de vacina desenvolvida pela Oxford/AstraZeneca. Além disso, reservou R$ 2,5 bilhões para receber doses para 10% da população por meio do consórcio Covax Facility.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Saúde e Pfizer avançam em compra de 70 milhões de doses de vacina contra covid

Vacina é aplicada em duas doses com intervalo de 21 dias; não há detalhes sobre o valor previsto para cada dose


07/12/2020 | 22:12


O Ministério da Saúde informou na noite desta segunda-feira, 7, que avançou em negociações de compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer e BioNTech contra a covid-19. "Os termos já estão bem avançados e devem ser finalizados ainda no início desta semana com a assinatura do memorando de intenção", disse a pasta.

Representantes do ministério e dos laboratórios se reuniram para tratar do memorando nesta segunda-feira, 7. A vacina é aplicada em duas doses. Não há detalhes sobre o valor previsto para cada dose.

Os países da América Latina com que a Pfizer já fechou negócio preveem iniciar a vacinação este mês ou no início de 2021, conforme o aval dos órgãos regulatórios locais. O Reino Unido quer começar a vacinar nesta semana a população.

O ministério vinha sinalizando que a temperatura de 70 graus negativos para armazenamento da vacina da Pfizer era uma barreira para incorporar o produto ao SUS. A Pfizer diz ter plano para transporte e armazenamento das doses - uma embalagem para 5 mil doses, com temperatura controlada, que usa gelo seco. A vacina duraria 15 dias.

O ministério já investiu cerca de R$ 2 bilhões para receber e passar a produzir doses de vacina desenvolvida pela Oxford/AstraZeneca. Além disso, reservou R$ 2,5 bilhões para receber doses para 10% da população por meio do consórcio Covax Facility.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;