Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Russell volta a dominar em treino da F-1 no Bahrein; Pietro mostra evolução



04/12/2020 | 16:37


Substituto de Lewis Hamilton, o também britânico George Russell foi o grande nome do primeiro dia de treinos do GP de Sakhir de Fórmula 1, no Bahrein. Nesta sexta-feira, ele foi o mais rápido do dia e dominou as duas primeiras sessões livres, desbancando o holandês Max Verstappen e o finlandês Valtteri Bottas, seu "novo" companheiro de time. O brasileiro Pietro Fittipaldi mostrou evolução em comparação ao primeiro treino.

O neto do bicampeão Emerson foi um segundo mais veloz em relação à sessão que abriu o GP, no início do dia. Em sua estreia num treino de GP na F-1, Pietro havia registrado 57s077, após completar 24 voltas na pista. Horas depois, na segunda sessão, ele atingiu o tempo de 56s110, ao fim de 56 giros no traçado.

Na tabela de tempos, o brasileiro manteve praticamente a mesma posição do primeiro treino, quando foi o 19º e penúltimo. Desta vez, ele terminou em 18º, novamente à frente de Jack Aitken, da Williams. Os dois estreantes do fim de semana só não repetiram as posições da sessão de abertura porque o monegasco Charles Leclerc mal treinou em razão de um problema em sua Ferrari. Assim, completou apenas duas voltas e não registrou volta rápida, ficando em último.

Como aconteceu no primeiro treino, Pietro foi cauteloso e soube aproveitar a maior quilometragem para ganhar experiência e evitar maiores riscos. O brasileiro não cometeu erros e ficou a apenas 0s3 do dinamarquês Kevin Magnussen, seu companheiro na equipe Haas neste fim de semana.

O piloto brasileiro recebe sua primeira oportunidade num fim de semana de corrida devido ao acidente sofrido por Romain Grosjean, um dos dois titulares da Haas, no fim de semana passado. O francês sofreu queimaduras leves nas duas mãos. Acabou sendo vetado do GP deste fim de semana.

No entanto, a troca que mais chamou a atenção nesta sexta foi a envolvendo George Russell. Ele substitui Lewis Hamilton, vetado da corrida por ter testado positivo para a covid-19. E, nesta sexta, não deu nenhum motivo para a Mercedes se arrepender da escolha, uma vez que ele é titular da Williams, e não reserva do time alemão.

Russell liderou os dois treinos do dia, mas curiosamente foi mais veloz na primeira sessão desta sexta, e não na segunda, como geralmente acontece. Ele anotou o tempo de 54s713, contra 54s546 da sessão de abertura do GP. Os tempos mais lentos foram a tônica deste treino.

Mesmo assim, Russell não deixou de impressionar novamente. Para efeito de comparação, Valtteri Bottas, também de Mercedes, foi apenas o 11º da sessão, com 55s321. Como aconteceu no primeiro treino, Max Verstappen foi o segundo mais veloz, com 54s841. O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, foi o terceiro, com 54s866.

O trio mais rápido foi seguido pelo francês Esteban Ocon, da Renault, com 54s940, e pelo tailandês Alexander Albon, da Red Bull, com 55s036. O Top 10 teve ainda o russo Daniil Kvyat (AlphaTauri), com 55s068, em sexto lugar, sendo seguido pelo canadense Lance Stroll (Racing Point), com 55s104, pelo australiano Daniel Ricciardo (Renault), com 55s124, pelo francês Pierre Gasly (AlphaTauri), com 55s133, e pelo espanhol Carlos Sainz Jr. (McLaren), com 55s258.

Os pilotos voltam à pista do Bahrein neste sábado às 11 horas (horário de Brasília) para o terceiro treino livre. No mesmo dia, o grid de largada será definido às 14 horas. No domingo, a largada está marcada para 14h10.

Uma semana após receber o GP do Bahrein, o mesmo circuito recebe o GP de Sakhir, porém com traçado alterado, usando apenas o anel externo do autódromo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Russell volta a dominar em treino da F-1 no Bahrein; Pietro mostra evolução


04/12/2020 | 16:37


Substituto de Lewis Hamilton, o também britânico George Russell foi o grande nome do primeiro dia de treinos do GP de Sakhir de Fórmula 1, no Bahrein. Nesta sexta-feira, ele foi o mais rápido do dia e dominou as duas primeiras sessões livres, desbancando o holandês Max Verstappen e o finlandês Valtteri Bottas, seu "novo" companheiro de time. O brasileiro Pietro Fittipaldi mostrou evolução em comparação ao primeiro treino.

O neto do bicampeão Emerson foi um segundo mais veloz em relação à sessão que abriu o GP, no início do dia. Em sua estreia num treino de GP na F-1, Pietro havia registrado 57s077, após completar 24 voltas na pista. Horas depois, na segunda sessão, ele atingiu o tempo de 56s110, ao fim de 56 giros no traçado.

Na tabela de tempos, o brasileiro manteve praticamente a mesma posição do primeiro treino, quando foi o 19º e penúltimo. Desta vez, ele terminou em 18º, novamente à frente de Jack Aitken, da Williams. Os dois estreantes do fim de semana só não repetiram as posições da sessão de abertura porque o monegasco Charles Leclerc mal treinou em razão de um problema em sua Ferrari. Assim, completou apenas duas voltas e não registrou volta rápida, ficando em último.

Como aconteceu no primeiro treino, Pietro foi cauteloso e soube aproveitar a maior quilometragem para ganhar experiência e evitar maiores riscos. O brasileiro não cometeu erros e ficou a apenas 0s3 do dinamarquês Kevin Magnussen, seu companheiro na equipe Haas neste fim de semana.

O piloto brasileiro recebe sua primeira oportunidade num fim de semana de corrida devido ao acidente sofrido por Romain Grosjean, um dos dois titulares da Haas, no fim de semana passado. O francês sofreu queimaduras leves nas duas mãos. Acabou sendo vetado do GP deste fim de semana.

No entanto, a troca que mais chamou a atenção nesta sexta foi a envolvendo George Russell. Ele substitui Lewis Hamilton, vetado da corrida por ter testado positivo para a covid-19. E, nesta sexta, não deu nenhum motivo para a Mercedes se arrepender da escolha, uma vez que ele é titular da Williams, e não reserva do time alemão.

Russell liderou os dois treinos do dia, mas curiosamente foi mais veloz na primeira sessão desta sexta, e não na segunda, como geralmente acontece. Ele anotou o tempo de 54s713, contra 54s546 da sessão de abertura do GP. Os tempos mais lentos foram a tônica deste treino.

Mesmo assim, Russell não deixou de impressionar novamente. Para efeito de comparação, Valtteri Bottas, também de Mercedes, foi apenas o 11º da sessão, com 55s321. Como aconteceu no primeiro treino, Max Verstappen foi o segundo mais veloz, com 54s841. O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, foi o terceiro, com 54s866.

O trio mais rápido foi seguido pelo francês Esteban Ocon, da Renault, com 54s940, e pelo tailandês Alexander Albon, da Red Bull, com 55s036. O Top 10 teve ainda o russo Daniil Kvyat (AlphaTauri), com 55s068, em sexto lugar, sendo seguido pelo canadense Lance Stroll (Racing Point), com 55s104, pelo australiano Daniel Ricciardo (Renault), com 55s124, pelo francês Pierre Gasly (AlphaTauri), com 55s133, e pelo espanhol Carlos Sainz Jr. (McLaren), com 55s258.

Os pilotos voltam à pista do Bahrein neste sábado às 11 horas (horário de Brasília) para o terceiro treino livre. No mesmo dia, o grid de largada será definido às 14 horas. No domingo, a largada está marcada para 14h10.

Uma semana após receber o GP do Bahrein, o mesmo circuito recebe o GP de Sakhir, porém com traçado alterado, usando apenas o anel externo do autódromo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;