Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Luiza Trajano: Ninguém sabe o que vai ser o ano que vem; mas teremos bom dezembro



04/12/2020 | 15:51


A empresária Luiza Trajano, presidente do conselho do Magazine Luiza, disse nesta sexta-feira, 4, - em evento da Locaweb - que o ano de 2021 ainda é imprevisível. "Ninguém sabe o que vai ser o ano que vem, mas teremos bom dezembro para quem trabalhar", afirma. Ela incentivou empresas menores a focarem nestas vendas.

Ela chamou a atenção, mais uma vez, para a responsabilidade social do empresariado brasileiro e sinalizou que deve haver união para vencer a pandemia e, assim, melhorar também a situação econômica do País. "Vamos nos unir para fazer vacina chegar e não ser jogo político", afirmou.

Luiza pontuou que o Magazine Luiza entrou na crise do coronavírus com capital de giro, pela primeira vez em sua história. O segredo do bom desempenho da empresa no período, segundo a executiva, foi não se acomodar à sua situação favorável e não usar os recursos para atravessar a crise e, sim, para adquirir empresas meses mais tarde. Assim, mesmo capitalizada, a empresa buscou crédito para lidar com o momento de incertezas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Luiza Trajano: Ninguém sabe o que vai ser o ano que vem; mas teremos bom dezembro


04/12/2020 | 15:51


A empresária Luiza Trajano, presidente do conselho do Magazine Luiza, disse nesta sexta-feira, 4, - em evento da Locaweb - que o ano de 2021 ainda é imprevisível. "Ninguém sabe o que vai ser o ano que vem, mas teremos bom dezembro para quem trabalhar", afirma. Ela incentivou empresas menores a focarem nestas vendas.

Ela chamou a atenção, mais uma vez, para a responsabilidade social do empresariado brasileiro e sinalizou que deve haver união para vencer a pandemia e, assim, melhorar também a situação econômica do País. "Vamos nos unir para fazer vacina chegar e não ser jogo político", afirmou.

Luiza pontuou que o Magazine Luiza entrou na crise do coronavírus com capital de giro, pela primeira vez em sua história. O segredo do bom desempenho da empresa no período, segundo a executiva, foi não se acomodar à sua situação favorável e não usar os recursos para atravessar a crise e, sim, para adquirir empresas meses mais tarde. Assim, mesmo capitalizada, a empresa buscou crédito para lidar com o momento de incertezas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;