Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Técnico do Barcelona critica fala de presidente interino sobre Messi: 'Não ajuda'

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


04/12/2020 | 11:58


A polêmica sobre o desejo de Lionel Messi de sair do Barcelona, o que quase aconteceu na janela de transferências no meio deste ano, continua agitando os bastidores do clube. Nesta sexta-feira, o técnico holandês Ronald Koeman não gostou dos comentários feitos no dia anterior pelo presidente interino Carlos Tusquets sobre o impasse envolvendo o craque - o dirigente falou recentemente que o ideal era o time ter vendido o argentino.

Para Koeman, que vive um início de trabalho no Barcelona com altos e baixos no Campeonato Espanhol - mas está 100% na Liga dos Campeões da Europa, já classificado às oitavas de final -, é preciso controlar o ambiente do clube - que terá eleições presidenciais em janeiro de 2021 - internamente.

"Conhecemos a situação de Messi. Se há uma pessoa que pode decidir seu futuro, esse alguém é Leo. Não estou interessado em comentários de fora, mas se fizermos comentários do tipo dentro do clube, isso não nos ajuda. Não podemos controlar os comentários de fora. Mas por dentro é diferente", afirmou o treinador. "O episódio do Tusquets pode ser uma opinião dele, mas não acho que seja necessário. Leo tem esta temporada com o Barça e vai decidir o seu futuro. Espero que esteja aqui", prosseguiu.

Koeman foi questionado sobre o desejo de Neymar atuar com Messi mais uma vez. O treinador não escondeu que desejaria contar com ambos os craques no clube. Sendo assim, além de garantir a permanência do argentino, a diretoria teria que viabilizar a contratação do atacante do Paris Saint-Germain em 2021.

"Como clube, você sempre deve tentar ter os melhores jogadores aqui. Não gosto de falar individualmente. O que estou a dizer é que como clube, como culé (torcedor), como jogador e treinador, sempre quero ter os melhores jogadores do mundo", declarou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Técnico do Barcelona critica fala de presidente interino sobre Messi: 'Não ajuda'


04/12/2020 | 11:58


A polêmica sobre o desejo de Lionel Messi de sair do Barcelona, o que quase aconteceu na janela de transferências no meio deste ano, continua agitando os bastidores do clube. Nesta sexta-feira, o técnico holandês Ronald Koeman não gostou dos comentários feitos no dia anterior pelo presidente interino Carlos Tusquets sobre o impasse envolvendo o craque - o dirigente falou recentemente que o ideal era o time ter vendido o argentino.

Para Koeman, que vive um início de trabalho no Barcelona com altos e baixos no Campeonato Espanhol - mas está 100% na Liga dos Campeões da Europa, já classificado às oitavas de final -, é preciso controlar o ambiente do clube - que terá eleições presidenciais em janeiro de 2021 - internamente.

"Conhecemos a situação de Messi. Se há uma pessoa que pode decidir seu futuro, esse alguém é Leo. Não estou interessado em comentários de fora, mas se fizermos comentários do tipo dentro do clube, isso não nos ajuda. Não podemos controlar os comentários de fora. Mas por dentro é diferente", afirmou o treinador. "O episódio do Tusquets pode ser uma opinião dele, mas não acho que seja necessário. Leo tem esta temporada com o Barça e vai decidir o seu futuro. Espero que esteja aqui", prosseguiu.

Koeman foi questionado sobre o desejo de Neymar atuar com Messi mais uma vez. O treinador não escondeu que desejaria contar com ambos os craques no clube. Sendo assim, além de garantir a permanência do argentino, a diretoria teria que viabilizar a contratação do atacante do Paris Saint-Germain em 2021.

"Como clube, você sempre deve tentar ter os melhores jogadores aqui. Não gosto de falar individualmente. O que estou a dizer é que como clube, como culé (torcedor), como jogador e treinador, sempre quero ter os melhores jogadores do mundo", declarou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;