Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Humorista Rodela morre aos 66 anos, vítima do novo coronavírus

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ele estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos



03/12/2020 | 09:05


O humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido pelo nome artístico Rodela, morreu nesta quarta-feira, 2, em São Paulo, vítima do novo coronavírus. Ele estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos. Aos 66 anos, Rodela era um dos integrantes do programa do Ratinho, no SBT.

Rodela era conhecido pela proeza de fazer inúmeras caretas e conquistou os fãs ao participar de diversos programas de auditório no SBT.

Ele apareceu pela primeira vez na televisão em 1992. Cinco anos depois, ele foi um dos destaques no programa Ratinho Livre, ainda na Record TV. Rodela transitava entre as duas emissoras. Havia feito participações em A Praça é Nossa e no Show do Tom.

"Que triste a perda desse artista excêntrico e talentoso. Rodela foi nosso parceiro de palco e fez muita gente rir. Meus sentimentos à família. Vai deixar saudades", escreveu Ratinho no perfil oficial dele no Instagram.

No final de outubro, o apresentador também teve diagnóstico positivo para covid-19, mas conseguiu se recuperar.

A assessoria de imprensa do SBT confirmou a morte do ator e lamentou: "É com pesar que o SBT lamenta o falecimento do humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, nesta quarta-feira, 2 de dezembro. Nesta terça-feira, 1, foi confirmado seu diagnóstico para covid-19. O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Humorista Rodela morre aos 66 anos, vítima do novo coronavírus

Ele estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos


03/12/2020 | 09:05


O humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido pelo nome artístico Rodela, morreu nesta quarta-feira, 2, em São Paulo, vítima do novo coronavírus. Ele estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos. Aos 66 anos, Rodela era um dos integrantes do programa do Ratinho, no SBT.

Rodela era conhecido pela proeza de fazer inúmeras caretas e conquistou os fãs ao participar de diversos programas de auditório no SBT.

Ele apareceu pela primeira vez na televisão em 1992. Cinco anos depois, ele foi um dos destaques no programa Ratinho Livre, ainda na Record TV. Rodela transitava entre as duas emissoras. Havia feito participações em A Praça é Nossa e no Show do Tom.

"Que triste a perda desse artista excêntrico e talentoso. Rodela foi nosso parceiro de palco e fez muita gente rir. Meus sentimentos à família. Vai deixar saudades", escreveu Ratinho no perfil oficial dele no Instagram.

No final de outubro, o apresentador também teve diagnóstico positivo para covid-19, mas conseguiu se recuperar.

A assessoria de imprensa do SBT confirmou a morte do ator e lamentou: "É com pesar que o SBT lamenta o falecimento do humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, nesta quarta-feira, 2 de dezembro. Nesta terça-feira, 1, foi confirmado seu diagnóstico para covid-19. O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;