Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Em longo discurso, Trump insiste que ganhou a eleição



02/12/2020 | 20:45


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um longo discurso da Casa Branca nesta quarta-feira, 2, no qual insistiu que ganhou a eleição e mais uma vez se recusou a reconhecer a vitória do presidente eleito, Joe Biden, menos de dois meses antes do dia marcado para a posse do democrata.

O discurso - que não estava na programado na agenda de Trump e que ele chamou de "talvez o discurso mais importante que já fiz" - marcou a última escalada retórica do presidente enquanto ele continua contestando os resultados de uma eleição que perdeu.

O republicano repetiu que "sem dúvidas" venceu o pleito, embora a Associated Press tenha dito que Biden receberia 306 votos do Colégio Eleitoral, bem mais que os 270 necessários para garantir a presidência. Nenhuma evidência de fraude eleitoral generalizada surgiu, e as autoridades de segurança interna no início de novembro chamaram a disputa de 2020 de "a eleição mais segura da história dos EUA".

Trump disse que está preparado para "aceitar qualquer resultado eleitoral preciso e espero que Joe Biden também esteja". Mas ele deixou claro que não tinha planos de admitir derrota. Assessores de Trump dizem que ele provavelmente nunca concederá formalmente a corrida, mas deixou o cargo alegando que a eleição foi roubada dele. Ele tem discutido uma candidatura a outro mandato em 2024.

"Não se trata apenas da minha campanha, embora tenha muito a ver com quem será seu próximo presidente", disse ele. "Trata-se de restaurar a fé e a confiança nas eleições americanas." Ele disse que estava representando 74 milhões de pessoas que votaram nele e "todas as pessoas que não votaram em mim".

"Esta eleição foi fraudada. Todo mundo sabe disso", disse Trump durante seu discurso. "Não me importo se perder uma eleição, mas quero perder uma eleição justa. O que não quero é que seja roubado do povo americano. É por isso que estamos lutando." Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em longo discurso, Trump insiste que ganhou a eleição


02/12/2020 | 20:45


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um longo discurso da Casa Branca nesta quarta-feira, 2, no qual insistiu que ganhou a eleição e mais uma vez se recusou a reconhecer a vitória do presidente eleito, Joe Biden, menos de dois meses antes do dia marcado para a posse do democrata.

O discurso - que não estava na programado na agenda de Trump e que ele chamou de "talvez o discurso mais importante que já fiz" - marcou a última escalada retórica do presidente enquanto ele continua contestando os resultados de uma eleição que perdeu.

O republicano repetiu que "sem dúvidas" venceu o pleito, embora a Associated Press tenha dito que Biden receberia 306 votos do Colégio Eleitoral, bem mais que os 270 necessários para garantir a presidência. Nenhuma evidência de fraude eleitoral generalizada surgiu, e as autoridades de segurança interna no início de novembro chamaram a disputa de 2020 de "a eleição mais segura da história dos EUA".

Trump disse que está preparado para "aceitar qualquer resultado eleitoral preciso e espero que Joe Biden também esteja". Mas ele deixou claro que não tinha planos de admitir derrota. Assessores de Trump dizem que ele provavelmente nunca concederá formalmente a corrida, mas deixou o cargo alegando que a eleição foi roubada dele. Ele tem discutido uma candidatura a outro mandato em 2024.

"Não se trata apenas da minha campanha, embora tenha muito a ver com quem será seu próximo presidente", disse ele. "Trata-se de restaurar a fé e a confiança nas eleições americanas." Ele disse que estava representando 74 milhões de pessoas que votaram nele e "todas as pessoas que não votaram em mim".

"Esta eleição foi fraudada. Todo mundo sabe disso", disse Trump durante seu discurso. "Não me importo se perder uma eleição, mas quero perder uma eleição justa. O que não quero é que seja roubado do povo americano. É por isso que estamos lutando." Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;