Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Parecer da CPI das Quarteirizações vê falhas em hospital do Anhembi


da Redação

02/12/2020 | 00:01


Relator da CPI das Quarteirizações na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) apresentou ontem seu parecer final e pediu investigação do Iabas (Instituto de Atenção Básica e Avançada da Saúde), contratado pela prefeitura de São Paulo para fazer a gestão do hospital de campanha contra a Covid-19 do Anhembi.

“Identificamos supostas irregularidades que precisam ser esclarecidas, entre elas a transferência de médicos de UBSs (Unidades Básicas de Saúde) que já eram geridas pelo Iabas para o hospital de campanha. Esse esclarecimento é importante já que a organização foi contratada para cuidar de 561 leitos, recebeu para isso e deveria ter um número de profissionais adequados para exercer essa atividade sem ter que remanejar dentro do quadro de profissionais”, argumentou o parlamentar, que tem domicílio eleitoral em São Caetano.

A despeito de o contrato com a Iabas ter sido firmado pela prefeitura, a gestão municipal utilizou recursos do governo do Estado para manter o vínculo. O relatório final, contendo 143 páginas, vai para análise dos integrantes da CPI. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Parecer da CPI das Quarteirizações vê falhas em hospital do Anhembi

da Redação

02/12/2020 | 00:01


Relator da CPI das Quarteirizações na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Thiago Auricchio (PL) apresentou ontem seu parecer final e pediu investigação do Iabas (Instituto de Atenção Básica e Avançada da Saúde), contratado pela prefeitura de São Paulo para fazer a gestão do hospital de campanha contra a Covid-19 do Anhembi.

“Identificamos supostas irregularidades que precisam ser esclarecidas, entre elas a transferência de médicos de UBSs (Unidades Básicas de Saúde) que já eram geridas pelo Iabas para o hospital de campanha. Esse esclarecimento é importante já que a organização foi contratada para cuidar de 561 leitos, recebeu para isso e deveria ter um número de profissionais adequados para exercer essa atividade sem ter que remanejar dentro do quadro de profissionais”, argumentou o parlamentar, que tem domicílio eleitoral em São Caetano.

A despeito de o contrato com a Iabas ter sido firmado pela prefeitura, a gestão municipal utilizou recursos do governo do Estado para manter o vínculo. O relatório final, contendo 143 páginas, vai para análise dos integrantes da CPI. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;