Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ibovespa tem queda de 1,52%, aos 108.893,32 pts, mas ganho mensal é de 15,90%



30/11/2020 | 18:57


Após cinco altas consecutivas, que levou ao Ibovespa a testar a casa dos 111 mil pontos na semana passada, o dia foi de realização de lucros agravado por notícias negativas tanto no Brasil, com avanço do contágio de coronavírus, quanto no exterior, com os pares em Nova York reagindo ao aumento da tensão entre Estados Unidos e China. Nos últimos minutos do pregão, o índice à vista perdeu o nível dos 109 mil pontos, onde oscilou na maior parte do dia, para encerrar aos 108.893,32 pontos. Muito embora com queda de 1,52%, o principal indicador do mercado acionário brasileiro termina o mês de novembro com uma das melhores performances mensais, de 15,90%. Ainda assim, não foi possível reverter a perda acumulada em 2020, de 5,84%. O giro financeiro chegou a R$ 51,4 bilhões.

A evolução foi bastante influenciada pelo fluxo de investimentos estrangeiros. De acordo com a B3, até o dia 26, o saldo de entrada foi de R$ 31,462 bilhões, o maior nível da série de dados mensais desde 1995. Mas, no ano, o saldo de retiradas ainda é de R$ 53,424 bilhões.

Na sessão desta segunda-feira, ressalta Carlos Eduardo Pinheiro Corrêa, head de produtos da Speed Invest, o recuo das empresas ligadas a commodities, como Petrobras e Vale, ajudou negativamente uma vez que têm peso significativo no índice. "A Petrobras, por exemplo, que vinha performando bem cedeu à queda do petróleo em razão da indefinição da Opep", disse.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) informou que a reunião do cartel continuará amanhã. Segundo fontes informaram à Dow Jones Newswires, o grupo ainda não tomou uma decisão a respeito de uma possível prorrogação do acordo que prevê cortes na produção da commodity para o ano que vem. Às 17h20, os contratos futuros de petróleo tipo Brent recuavam 1,22%. As ações preferenciais e ordinárias da Petrobras fecharam em queda de 2,35% e 1,35%.

As ações das varejistas de e-commerce também sofreram na sessão de hoje, principalmente após o governador de São Paulo, João Doria, anunciar que, a partir de amanhã, todo o Estado retorna à Fase 3 Amarela do Plano São Paulo de quarentena. B2W ON perdeu 8,11%, seguida por Via Varejo ON, com queda de 4% e Magazine Luiza ON, de 3,35%.

No exterior, o dia também foi negativo, apesar de os índices em Nova York também estarem em níveis recordes. No entanto, em meio ao cenário de preocupação com os reflexos na economia por mais contaminações pelo coronavírus, a cautela se intensificou no meio do dia quando o governo americano anunciou sanções à companhia China National Electronics Import and Export Corporation (CEIEC) por supostamente vender bens eletrônicos à Venezuela. A partir daí, as bolsas americanas aprofundaram a queda e o dólar ganhou força, especialmente ante emergentes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ibovespa tem queda de 1,52%, aos 108.893,32 pts, mas ganho mensal é de 15,90%


30/11/2020 | 18:57


Após cinco altas consecutivas, que levou ao Ibovespa a testar a casa dos 111 mil pontos na semana passada, o dia foi de realização de lucros agravado por notícias negativas tanto no Brasil, com avanço do contágio de coronavírus, quanto no exterior, com os pares em Nova York reagindo ao aumento da tensão entre Estados Unidos e China. Nos últimos minutos do pregão, o índice à vista perdeu o nível dos 109 mil pontos, onde oscilou na maior parte do dia, para encerrar aos 108.893,32 pontos. Muito embora com queda de 1,52%, o principal indicador do mercado acionário brasileiro termina o mês de novembro com uma das melhores performances mensais, de 15,90%. Ainda assim, não foi possível reverter a perda acumulada em 2020, de 5,84%. O giro financeiro chegou a R$ 51,4 bilhões.

A evolução foi bastante influenciada pelo fluxo de investimentos estrangeiros. De acordo com a B3, até o dia 26, o saldo de entrada foi de R$ 31,462 bilhões, o maior nível da série de dados mensais desde 1995. Mas, no ano, o saldo de retiradas ainda é de R$ 53,424 bilhões.

Na sessão desta segunda-feira, ressalta Carlos Eduardo Pinheiro Corrêa, head de produtos da Speed Invest, o recuo das empresas ligadas a commodities, como Petrobras e Vale, ajudou negativamente uma vez que têm peso significativo no índice. "A Petrobras, por exemplo, que vinha performando bem cedeu à queda do petróleo em razão da indefinição da Opep", disse.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) informou que a reunião do cartel continuará amanhã. Segundo fontes informaram à Dow Jones Newswires, o grupo ainda não tomou uma decisão a respeito de uma possível prorrogação do acordo que prevê cortes na produção da commodity para o ano que vem. Às 17h20, os contratos futuros de petróleo tipo Brent recuavam 1,22%. As ações preferenciais e ordinárias da Petrobras fecharam em queda de 2,35% e 1,35%.

As ações das varejistas de e-commerce também sofreram na sessão de hoje, principalmente após o governador de São Paulo, João Doria, anunciar que, a partir de amanhã, todo o Estado retorna à Fase 3 Amarela do Plano São Paulo de quarentena. B2W ON perdeu 8,11%, seguida por Via Varejo ON, com queda de 4% e Magazine Luiza ON, de 3,35%.

No exterior, o dia também foi negativo, apesar de os índices em Nova York também estarem em níveis recordes. No entanto, em meio ao cenário de preocupação com os reflexos na economia por mais contaminações pelo coronavírus, a cautela se intensificou no meio do dia quando o governo americano anunciou sanções à companhia China National Electronics Import and Export Corporation (CEIEC) por supostamente vender bens eletrônicos à Venezuela. A partir daí, as bolsas americanas aprofundaram a queda e o dólar ganhou força, especialmente ante emergentes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;