Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Honda confirma três novas motos para 2021

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação, com assessoria
Do Garagem360

30/11/2020 | 17:18


A Honda confirmou o lançamento de três novas motos no Brasil em 2021. Forza 350, inédita no mercado brasileiro, CBR 1000RR-R Fireblade e CRF 1100L Africa Twin são os modelos que chegam ao mercado nacional no próximo ano e que complementam o portfólio da marca japonesa.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Novas motos da Honda

Segundo a fabricante, as novidades, que chegarão ao Brasil em momentos distintos, não são evoluções de versões anteriores. Apesar dos nomes mantidos, os modelos que serão lançados em 2021 foram renovados por completo. A chegada destes modelos no Brasil acontece de maneira alinhada em relação ao lançamento mundial, símbolo inequívoco da importância do país para a Honda.

Honda Forza 350

O nome Forza está, desde sempre, associado às scooters mais sofisticadas da Honda. Esta característica não passou despercebida do público brasileiro que esteve no Salão das Duas Rodas realizado há cerca de um ano, e que no estande da Honda puderam conhecer a Forza 300, antecessora da novidade que em breve chegará ao Brasil. A receptividade demonstrada pelo público deu à Honda a certeza que a nova Forza 350 mereceria integrar o line-up nacional, reforçando um segmento que cresce sem dar sinais de perda de fôlego, e cuja líder é a Honda PCX.

A Forza 350 traz o inédito motor eSP+ (enhanced Smart Power Plus) em parceria com a transmissão. Equipada com o controle de tração HSTC (Honda Selectable Traction Control), o dispositivo de segurança pode ser desconectado por meio de uma tecla no punho esquerdo do guidão.

Na parte ciclística, se destaca o chassi tubular de aço, com suspensão telescópica à frente e bichoque regulável atrás. Os freios a disco são dotados de sistema ABS de dois canais e as rodas tem 15 polegada na dianteira e 14 atrás, calçadas com pneus 120/70 e 140/70.

O compartimento sob o assento é capaz de abrigar dois capacetes integrais e o para-brisa tem regulagem de altura por comando elétrico. Completa a parte tecnológica o computador de bordo, chave presencial Smart Key, iluminação full LED, tomada USB no compartimento à frente do condutor e o sistema Honda Smartphone Voice Control System, pelo qual o piloto – se equipado com capacete com fone de ouvido e microfone -, conseguirá fazer chamadas via telefone celular e gerenciar comandos de navegação.

Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP

Fruto de um projeto novo, a CBR 1000RR-R traz um motor quatro cilindros em linha inédito, que é simplesmente o 1.000 cc mais potente produzido pela Honda para uma moto de produção em série. Pensada para a pista, mas habilmente ajustada para uso em ruas e estradas, a Fireblade a ser lançada em 2021 utiliza materiais nobrespara melhorar a relação peso-potência.

No visual, a nova Fireblade também foi reformulada. Já o lado aerodinâmico é reforçado pelos pequenos “winglets” situados no interior da carenagem, aletas destinadas a elevar a pressão aerodinâmica.

LEIA MAIS: Opinião: Hamilton vence, mas é Grosjean o grande vitorioso do GP do Bahrein

Chevrolet Camaro completa 10 anos no Brasil; relembre a trajetória

Há também um novo chassi, com uma estrutura de trave dupla de alumínio onde a suspensão Öhlins Smart EC, com interface eletrônica OBTi (Objective Based Tunning interface), permite regulagem via painel de instrumentos. Além disso, há freios Brembo com pinças Stylema.

No painel fica uma tela TFT capaz de oferecer recursos para gestão da eletrônica embarcada, que permite selecionar três modos de pilotagem, nove opções de controle de tração, três de antiwheelie, amortecedor de direção, freio motor e quickshifter. Todos os comandos são feitos por meio de um joystick situado no punho esquerdo.

Honda CRF 1100L Africa Twin

As versões da nova Africa Twin com transmissão DCT (dual clutch transmission – transmissão com dupla embreagem). A transmissão esportiva será oferecida em conjunto com a Africa Twin equipada com câmbio convencional de seis marchas. Deste modo, serão quatro as CRF 1100L disponíveis: Africa Twin de cambio convencional, Africa Twin DCT e as versões top de linha Africa Twin Adventure Sports, com transmissão convencional ou DCT. A versão Adventure Sports se caracteriza pelo tanque de maior capacidade e itens de comodidade e conforto, pensada para quem deseja se aventurar em longas viagens.

Na CRF 1100L Africa Twin, potência e torque foram incrementados. A distribuição de potência e torque no arco de rotações foi alterada, e a resposta do acelerador eletrônico desde as mais baixas rotações foi aperfeiçoada. Orquestrando tudo isso estão os “Riding Modes”, com opção de quatro níveis de potência, três de freio-motor e sete seleções para o controle de tração HSTC (Honda Selectable Traction Control).

A CRF 1100L Africa Twin tem um chassi tubular de aço novo, mais leve, e o mesmo vale para a balança de suspensão traseira, derivada da moto bicampeã mundial de motocross, a Honda CRF 450R. Suspensões de curso longo – 230mm na frente e 220mm atrás – contribuem para que haja uma distância livre em relação ao solo de 250 mm. Mesmo assim, o assento regulável está 20 mm mais baixo que na versão anterior.

O aspecto estético acompanhou a renovação da Africa Twin. A parte frontal está mais afilada, com faróis mais integrados à carenagem, que abriga um painel TFT de 6,5 polegadas sensível ao toque, funcionalidade que facilita a gestão dos diversos parâmetros de configuração dos comandos eletrônicos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Honda confirma três novas motos para 2021

Da Redação, com assessoria
Do Garagem360

30/11/2020 | 17:18


A Honda confirmou o lançamento de três novas motos no Brasil em 2021. Forza 350, inédita no mercado brasileiro, CBR 1000RR-R Fireblade e CRF 1100L Africa Twin são os modelos que chegam ao mercado nacional no próximo ano e que complementam o portfólio da marca japonesa.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Novas motos da Honda

Segundo a fabricante, as novidades, que chegarão ao Brasil em momentos distintos, não são evoluções de versões anteriores. Apesar dos nomes mantidos, os modelos que serão lançados em 2021 foram renovados por completo. A chegada destes modelos no Brasil acontece de maneira alinhada em relação ao lançamento mundial, símbolo inequívoco da importância do país para a Honda.

Honda Forza 350

O nome Forza está, desde sempre, associado às scooters mais sofisticadas da Honda. Esta característica não passou despercebida do público brasileiro que esteve no Salão das Duas Rodas realizado há cerca de um ano, e que no estande da Honda puderam conhecer a Forza 300, antecessora da novidade que em breve chegará ao Brasil. A receptividade demonstrada pelo público deu à Honda a certeza que a nova Forza 350 mereceria integrar o line-up nacional, reforçando um segmento que cresce sem dar sinais de perda de fôlego, e cuja líder é a Honda PCX.

A Forza 350 traz o inédito motor eSP+ (enhanced Smart Power Plus) em parceria com a transmissão. Equipada com o controle de tração HSTC (Honda Selectable Traction Control), o dispositivo de segurança pode ser desconectado por meio de uma tecla no punho esquerdo do guidão.

Na parte ciclística, se destaca o chassi tubular de aço, com suspensão telescópica à frente e bichoque regulável atrás. Os freios a disco são dotados de sistema ABS de dois canais e as rodas tem 15 polegada na dianteira e 14 atrás, calçadas com pneus 120/70 e 140/70.

O compartimento sob o assento é capaz de abrigar dois capacetes integrais e o para-brisa tem regulagem de altura por comando elétrico. Completa a parte tecnológica o computador de bordo, chave presencial Smart Key, iluminação full LED, tomada USB no compartimento à frente do condutor e o sistema Honda Smartphone Voice Control System, pelo qual o piloto – se equipado com capacete com fone de ouvido e microfone -, conseguirá fazer chamadas via telefone celular e gerenciar comandos de navegação.

Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP

Fruto de um projeto novo, a CBR 1000RR-R traz um motor quatro cilindros em linha inédito, que é simplesmente o 1.000 cc mais potente produzido pela Honda para uma moto de produção em série. Pensada para a pista, mas habilmente ajustada para uso em ruas e estradas, a Fireblade a ser lançada em 2021 utiliza materiais nobrespara melhorar a relação peso-potência.

No visual, a nova Fireblade também foi reformulada. Já o lado aerodinâmico é reforçado pelos pequenos “winglets” situados no interior da carenagem, aletas destinadas a elevar a pressão aerodinâmica.

LEIA MAIS: Opinião: Hamilton vence, mas é Grosjean o grande vitorioso do GP do Bahrein

Chevrolet Camaro completa 10 anos no Brasil; relembre a trajetória

Há também um novo chassi, com uma estrutura de trave dupla de alumínio onde a suspensão Öhlins Smart EC, com interface eletrônica OBTi (Objective Based Tunning interface), permite regulagem via painel de instrumentos. Além disso, há freios Brembo com pinças Stylema.

No painel fica uma tela TFT capaz de oferecer recursos para gestão da eletrônica embarcada, que permite selecionar três modos de pilotagem, nove opções de controle de tração, três de antiwheelie, amortecedor de direção, freio motor e quickshifter. Todos os comandos são feitos por meio de um joystick situado no punho esquerdo.

Honda CRF 1100L Africa Twin

As versões da nova Africa Twin com transmissão DCT (dual clutch transmission – transmissão com dupla embreagem). A transmissão esportiva será oferecida em conjunto com a Africa Twin equipada com câmbio convencional de seis marchas. Deste modo, serão quatro as CRF 1100L disponíveis: Africa Twin de cambio convencional, Africa Twin DCT e as versões top de linha Africa Twin Adventure Sports, com transmissão convencional ou DCT. A versão Adventure Sports se caracteriza pelo tanque de maior capacidade e itens de comodidade e conforto, pensada para quem deseja se aventurar em longas viagens.

Na CRF 1100L Africa Twin, potência e torque foram incrementados. A distribuição de potência e torque no arco de rotações foi alterada, e a resposta do acelerador eletrônico desde as mais baixas rotações foi aperfeiçoada. Orquestrando tudo isso estão os “Riding Modes”, com opção de quatro níveis de potência, três de freio-motor e sete seleções para o controle de tração HSTC (Honda Selectable Traction Control).

A CRF 1100L Africa Twin tem um chassi tubular de aço novo, mais leve, e o mesmo vale para a balança de suspensão traseira, derivada da moto bicampeã mundial de motocross, a Honda CRF 450R. Suspensões de curso longo – 230mm na frente e 220mm atrás – contribuem para que haja uma distância livre em relação ao solo de 250 mm. Mesmo assim, o assento regulável está 20 mm mais baixo que na versão anterior.

O aspecto estético acompanhou a renovação da Africa Twin. A parte frontal está mais afilada, com faróis mais integrados à carenagem, que abriga um painel TFT de 6,5 polegadas sensível ao toque, funcionalidade que facilita a gestão dos diversos parâmetros de configuração dos comandos eletrônicos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;