Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Temporada de furacões 2020 supera registro histórico de 2005

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


30/11/2020 | 11:53


A temporada de furacões de 2020, que se encerra oficialmente nesta segunda-feira, bateu números históricos, superando 2005, quando mais fenômenos naturais desse tipo foram observados desde que se tem registro. O ano de 2020 já enfrentou 30 tempestades formadas ao longo da bacia do Atlântico. Em 2005 foram 28 tempestades.

A temporada, que vai oficialmente de 1º de junho a 30 de novembro, estabeleceu um ritmo recorde de fenômenos naturais, terminando com o furacão Iota, a primeira tempestade de categoria 5 da temporada. Foram registrados estragos nas áreas rurais e urbanas, e bilhões de dólares perdidos.

Este ano, também entrou para a história dos desastres que mais provocaram estragos em lavouras, danos materiais e custaram bilhões de dólares, de acordo com uma lista mantida pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês).

O furacão Laura, que atingiu a Louisiana, atualmente foi classificado como o desastre mais caro e mortal do ano, com 42 mortes e US$ 14 bilhões em danos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Temporada de furacões 2020 supera registro histórico de 2005


30/11/2020 | 11:53


A temporada de furacões de 2020, que se encerra oficialmente nesta segunda-feira, bateu números históricos, superando 2005, quando mais fenômenos naturais desse tipo foram observados desde que se tem registro. O ano de 2020 já enfrentou 30 tempestades formadas ao longo da bacia do Atlântico. Em 2005 foram 28 tempestades.

A temporada, que vai oficialmente de 1º de junho a 30 de novembro, estabeleceu um ritmo recorde de fenômenos naturais, terminando com o furacão Iota, a primeira tempestade de categoria 5 da temporada. Foram registrados estragos nas áreas rurais e urbanas, e bilhões de dólares perdidos.

Este ano, também entrou para a história dos desastres que mais provocaram estragos em lavouras, danos materiais e custaram bilhões de dólares, de acordo com uma lista mantida pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês).

O furacão Laura, que atingiu a Louisiana, atualmente foi classificado como o desastre mais caro e mortal do ano, com 42 mortes e US$ 14 bilhões em danos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;