Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Indicada para o Oscar 1999, Fernanda Montenegro diz que teria votado em Blanchett



29/11/2020 | 14:52


Na última segunda-feira, 23, a atriz Glenn Close participou do programa Good Morning America e revelou sua indignação por Fernanda Montenegro não ter ganhado o Oscar de Melhor Atriz em 1999, pela atuação no filme Central do Brasil (1998).

"Eu me lembro do ano em que Gwyneth Paltrow ganhou daquela atriz incrível em Central do Brasil. Eu pensei: o que? Não faz sentido'", relembrou.

A declaração repercutiu no Brasil, e Fernanda Montenegro, de 91 anos, comentou a opinião de Glenn Close durante uma entrevista no programa Conversa com Bial, na sexta-feira, 27, quando o jornalista perguntou se ela havia ficado feliz com a declaração da americana.

"É uma avaliação dela, porque eu, por exemplo, teria dado o prêmio para a Cate Blanchett. Ela fez duas Elizabeths protagonista do filme Elizabeth, de 1998 extraordinárias. Duas. Não foi um filme. Foram dois filmes. E de uma forma maravilhosa. Não é que meu trabalho não seja respeitado. Não é isso. Mas eu teria votado na Blanchett", explicou.

"Eu agradeço a Close por ter falado de mim. Isso já tem 21 anos. Não é brincadeira, não. Então uma colega da dimensão dela lembrar do meu trabalho eu considero um prêmio", disse ela. Confira:

Com 70 anos de carreira, Fernanda Montenegro é a única atriz brasileira que recebeu uma indicação ao Oscar por atuação em língua portuguesa. A fala de Glenn Close rendeu comentários de fãs de Montenegro, que consideram uma injustiça ela não ter ganhado uma estatueta da cerimônia até hoje.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Indicada para o Oscar 1999, Fernanda Montenegro diz que teria votado em Blanchett


29/11/2020 | 14:52


Na última segunda-feira, 23, a atriz Glenn Close participou do programa Good Morning America e revelou sua indignação por Fernanda Montenegro não ter ganhado o Oscar de Melhor Atriz em 1999, pela atuação no filme Central do Brasil (1998).

"Eu me lembro do ano em que Gwyneth Paltrow ganhou daquela atriz incrível em Central do Brasil. Eu pensei: o que? Não faz sentido'", relembrou.

A declaração repercutiu no Brasil, e Fernanda Montenegro, de 91 anos, comentou a opinião de Glenn Close durante uma entrevista no programa Conversa com Bial, na sexta-feira, 27, quando o jornalista perguntou se ela havia ficado feliz com a declaração da americana.

"É uma avaliação dela, porque eu, por exemplo, teria dado o prêmio para a Cate Blanchett. Ela fez duas Elizabeths protagonista do filme Elizabeth, de 1998 extraordinárias. Duas. Não foi um filme. Foram dois filmes. E de uma forma maravilhosa. Não é que meu trabalho não seja respeitado. Não é isso. Mas eu teria votado na Blanchett", explicou.

"Eu agradeço a Close por ter falado de mim. Isso já tem 21 anos. Não é brincadeira, não. Então uma colega da dimensão dela lembrar do meu trabalho eu considero um prêmio", disse ela. Confira:

Com 70 anos de carreira, Fernanda Montenegro é a única atriz brasileira que recebeu uma indicação ao Oscar por atuação em língua portuguesa. A fala de Glenn Close rendeu comentários de fãs de Montenegro, que consideram uma injustiça ela não ter ganhado uma estatueta da cerimônia até hoje.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;