Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Update Coronavírus: Japão bate recorde com 2.688 novos casos; EUA reporta 155.596

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em todo o mundo, total de infectados passou de 62,3 milhões; número de mortes supera 1,45 milhão



29/11/2020 | 11:30


O Japão reportou 2.688 novos casos de covid-19 registrados no sábado, maior incremento para um dia e o terceiro dia seguido com mais de 2.500 novos vasos. Tokyo, Osaka, Aichi e Hokkaido são as cidades com maior número de infectados. Em Tóquio, o governo local determinou que restaurantes e bares de certas áreas fechem às 22 horas, até 17 de dezembro. Restrições semelhantes estão sendo adotadas outras cidades. O país contabiliza 147.498 casos e 2.057 mortes, segundo a Universidade Johns Hopkins.

Em todo o mundo, o total de infectados passou de 62,3 milhões, de acordo com a universidade. O número de mortes decorrentes de covid-19 supera 1,45 milhão.

Nos Estados Unidos, 155.596 novos casos da doença foram registrados no sábado, abaixo das 205 mil infecções reportadas na sexta-feira. Com a queda, a média móvel de sete dias de novos casos diários também diminuiu, para 163 mil, ante quase 176 mil na quarta-feira, véspera do feriado de Ação de Graças no país. Mais de 13,2 milhões de norte-americanos já foram infectados pelo coronavírus e acima de 266 mil morreram, conforme a Johns Hopkins.

Em São Francisco, uma das cidades que mais êxito teve em conter a disseminação do vírus, começam a vigorar neste domingo restrições e um toque de recolher das 22 horas às 5 horas da manhã. As medidas, que devem durar até 21 de dezembro, afetarão cinemas, academias de ginástica, museus, aquários, zoológicos e casas de culto.

A Índia registrou 41.810 novos casos nas últimas 24 horas, elevando o total para mais de 9,39 milhões, de acordo com dados do Ministério da Saúde do país. Além disso, foram registradas 496 mortes, fazendo com que o número total chegasse a 136.696. O Serum Institute of India vai se inscrever em duas semanas para obter uma licença de uso emergencial da vacina que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, segundo afirmação, no sábado, do chefe da empresa, Adar Poonawalla.

Hong Kong relatou neste domingo 115 novas infecções por coronavírus. Foi a primeira vez desde 2 de agosto que o número passou de três dígitos. Diante do avanço, o governo local anunciou no domingo que as atividades em jardins de infância, escolas primárias e secundárias serão interrompidas pelo resto do ano. Desde o início da pandemia, Hong Kong registrou 6.239 infecções e 109 mortes.

A Coreia do Sul reportou 450 novos casos, abaixo das 500 infecções diárias informadas na quinta-feira - maior número em oito meses. O primeiro-ministro do país, Chung Sye-kyun, afirmou neste domingo que serão fechadas academias de ginástica e proibidas festas de fim de ano em hóteis da região metropolitana de Seul. Estas e outras medidas entrarão em vigor a partir de terça-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Update Coronavírus: Japão bate recorde com 2.688 novos casos; EUA reporta 155.596

Em todo o mundo, total de infectados passou de 62,3 milhões; número de mortes supera 1,45 milhão


29/11/2020 | 11:30


O Japão reportou 2.688 novos casos de covid-19 registrados no sábado, maior incremento para um dia e o terceiro dia seguido com mais de 2.500 novos vasos. Tokyo, Osaka, Aichi e Hokkaido são as cidades com maior número de infectados. Em Tóquio, o governo local determinou que restaurantes e bares de certas áreas fechem às 22 horas, até 17 de dezembro. Restrições semelhantes estão sendo adotadas outras cidades. O país contabiliza 147.498 casos e 2.057 mortes, segundo a Universidade Johns Hopkins.

Em todo o mundo, o total de infectados passou de 62,3 milhões, de acordo com a universidade. O número de mortes decorrentes de covid-19 supera 1,45 milhão.

Nos Estados Unidos, 155.596 novos casos da doença foram registrados no sábado, abaixo das 205 mil infecções reportadas na sexta-feira. Com a queda, a média móvel de sete dias de novos casos diários também diminuiu, para 163 mil, ante quase 176 mil na quarta-feira, véspera do feriado de Ação de Graças no país. Mais de 13,2 milhões de norte-americanos já foram infectados pelo coronavírus e acima de 266 mil morreram, conforme a Johns Hopkins.

Em São Francisco, uma das cidades que mais êxito teve em conter a disseminação do vírus, começam a vigorar neste domingo restrições e um toque de recolher das 22 horas às 5 horas da manhã. As medidas, que devem durar até 21 de dezembro, afetarão cinemas, academias de ginástica, museus, aquários, zoológicos e casas de culto.

A Índia registrou 41.810 novos casos nas últimas 24 horas, elevando o total para mais de 9,39 milhões, de acordo com dados do Ministério da Saúde do país. Além disso, foram registradas 496 mortes, fazendo com que o número total chegasse a 136.696. O Serum Institute of India vai se inscrever em duas semanas para obter uma licença de uso emergencial da vacina que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, segundo afirmação, no sábado, do chefe da empresa, Adar Poonawalla.

Hong Kong relatou neste domingo 115 novas infecções por coronavírus. Foi a primeira vez desde 2 de agosto que o número passou de três dígitos. Diante do avanço, o governo local anunciou no domingo que as atividades em jardins de infância, escolas primárias e secundárias serão interrompidas pelo resto do ano. Desde o início da pandemia, Hong Kong registrou 6.239 infecções e 109 mortes.

A Coreia do Sul reportou 450 novos casos, abaixo das 500 infecções diárias informadas na quinta-feira - maior número em oito meses. O primeiro-ministro do país, Chung Sye-kyun, afirmou neste domingo que serão fechadas academias de ginástica e proibidas festas de fim de ano em hóteis da região metropolitana de Seul. Estas e outras medidas entrarão em vigor a partir de terça-feira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;