Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Justiça eleitoral autoriza apreensão de materiais de Taka contra Filippi

Juíza alegou que panfleto do pessedita ‘divulga fato inverídico’


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

28/11/2020 | 17:34


Na véspera do segundo turno, a Justiça Eleitoral de Diadema determinou busca e apreensão de materiais de campanha do prefeiturável Taka Yamauchi (PSD) que miram o ex-prefeito e nome do PT na disputa, José de Filippi Júnior.

A juíza Erika Diniz, da 329ª Zona Eleitoral, concedeu liminar, na tarde deste sábado, a pedido do petista por entender que os panfletos divulgam “fato inverídico”. O material imprime diversas manchetes de jornais, incluindo o Diário, sobre a Operação Lava Jato – em 2016, Filippi foi levado coercitivamente para depor no âmbito da operação.

“Pelo o que se observa no jornal em questão, consta que o autor teria sido denunciado por improbidade e por haver recebido propina, entre outras acusações. Ocorre, porém, que segundo certidões apresentadas à Justiça Eleitoral, o autor não responde a processo algum desta natureza. Por estar divulgando fato inverídico, de rigor, a concessão da liminar. Diante disso, concedo a liminar para que seja realizada a busca e apreensão do indigitado periódico nos endereços fornecidos, diz a decisão. 

Advogado da campanha de Taka, Leandro Petrin afirmou que ainda não foi notificado da decisão. “Os jornais são mentirosos? A gente apenas reproduziu matérias que saíram na imprensa sobre o candidato Filippi. Ninguém disse que ele foi condenado. O material é uma propaganda como outra qualquer”, explicou.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Justiça eleitoral autoriza apreensão de materiais de Taka contra Filippi

Juíza alegou que panfleto do pessedita ‘divulga fato inverídico’

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

28/11/2020 | 17:34


Na véspera do segundo turno, a Justiça Eleitoral de Diadema determinou busca e apreensão de materiais de campanha do prefeiturável Taka Yamauchi (PSD) que miram o ex-prefeito e nome do PT na disputa, José de Filippi Júnior.

A juíza Erika Diniz, da 329ª Zona Eleitoral, concedeu liminar, na tarde deste sábado, a pedido do petista por entender que os panfletos divulgam “fato inverídico”. O material imprime diversas manchetes de jornais, incluindo o Diário, sobre a Operação Lava Jato – em 2016, Filippi foi levado coercitivamente para depor no âmbito da operação.

“Pelo o que se observa no jornal em questão, consta que o autor teria sido denunciado por improbidade e por haver recebido propina, entre outras acusações. Ocorre, porém, que segundo certidões apresentadas à Justiça Eleitoral, o autor não responde a processo algum desta natureza. Por estar divulgando fato inverídico, de rigor, a concessão da liminar. Diante disso, concedo a liminar para que seja realizada a busca e apreensão do indigitado periódico nos endereços fornecidos, diz a decisão. 

Advogado da campanha de Taka, Leandro Petrin afirmou que ainda não foi notificado da decisão. “Os jornais são mentirosos? A gente apenas reproduziu matérias que saíram na imprensa sobre o candidato Filippi. Ninguém disse que ele foi condenado. O material é uma propaganda como outra qualquer”, explicou.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;