Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cidades endurecem medidas de restrição contra Covid-19

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Santo André e São Bernardo anunciam mudanças, como suspensão de música ao vivo e fechamento de cinemas


Aline Melo

28/11/2020 | 08:25


Diante do avanço no número de casos e de mortes provocados pela Covid, cidades do Grande ABC começam a adotar medidas mais restritivas na tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus.

Atualmente, a região está na fase verde, a de menor restrição do Plano São Paulo, mas, de acordo com dados compilados pelo Diário junto à SP Covid Info Tracker, plataforma de monitoramento da pandemia gerida por pesquisadores da Unesp (Universidade Estadual Paulista), da USP (Universidade de São Paulo) e do Cemeai (Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria), alguns critérios posicionam o Grande ABC nas fases amarela, laranja e até vermelha (veja dados ao lado).

Desde quarta-feira, Santo André suspendeu, por meio de decreto, apresentações de música ao vivo em estabelecimentos comerciais. A Prefeitura argumentou que a restrição, temporária, tem objetivo de evitar que a evolução nos casos de Covid na cidade levasse ao retrocesso na fase alcançada dentro do Plano São Paulo e implicasse na restrição de horários de funcionamento ou na suspensão de atividades.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) disse que a decisão foi tomada após análise do perfil dos pacientes que estão sendo infectados nos últimos 21 dias e que se concentra entre pessoas de 25 a 40 anos, em 80% dos casos. “Estão sendo feitas aglomerações e as pessoas não estão usando máscara e isso está acontecendo em bares. É medida preventiva”, pontuou.

Em São Bernardo, a partir de segunda-feira, as mudanças serão ainda mais rígidas. Cinemas, teatros, casas de jogos eletrônicos, atividades infantis e boliches estão proibidos de funcionar, bem como serviço de manobrista. Bares e restaurantes devem reduzir a capacidade de atendimento de 60% para 50%, fechando às 22h e sem música ao vivo. Outros estabelecimentos, como bufês, shoppings e comércio em geral, também poderão receber só 50% da capacidade e horário máximo de funcionamento até as 22h.

Academias podem receber 40% do público em seis horas de funcionamento. Estão proibidas as práticas esportivas de contato e aulas de dança em pares, está vedado o uso de vestiário e chuveiros, além da utilização de piscinas. Salões de beleza e estabelecimentos de estética em geral podem receber 50% de capacidade e funcionamento limitado até as 22h.

“Vamos seguir com trabalho prioritário no cuidado de todos. Este aumento no número de casos é preocupante. Intensificamos essas ações de fiscalização e restrição para impedirmos mais avanço para proteger as pessoas, sem impactos para atividade comercial. Contamos com colaboração de todos para que não ocorra relaxamento e seguiremos monitorando de perto, caso necessite de mais restrições", afirmou o prefeito Orlando Morando (PSDB).

Na semana passada, também se preparando para alta nos casos e eventual necessidade de internações, São Caetano suspendeu o agendamento e a realização de cirurgias eletivas, ficando apenas as intervenções oncológicas e de urgência liberadas para serem realizadas. O município também ampliou o horário de funcionamento da Carreta Saúde em Movimento, que passa a funcionar das 7h à meia-noite.

As outras cidades informaram que aguardam a nova classificação do Planos São Paulo, que deve ser realizada na segunda-feira pelo governo do Estado. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC convocou os prefeitos para assembleia extraordinária na segunda-feira, por meio de videoconferência, às 15h, para discutir o tema. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cidades endurecem medidas de restrição contra Covid-19

Santo André e São Bernardo anunciam mudanças, como suspensão de música ao vivo e fechamento de cinemas

Aline Melo

28/11/2020 | 08:25


Diante do avanço no número de casos e de mortes provocados pela Covid, cidades do Grande ABC começam a adotar medidas mais restritivas na tentativa de conter a disseminação do novo coronavírus.

Atualmente, a região está na fase verde, a de menor restrição do Plano São Paulo, mas, de acordo com dados compilados pelo Diário junto à SP Covid Info Tracker, plataforma de monitoramento da pandemia gerida por pesquisadores da Unesp (Universidade Estadual Paulista), da USP (Universidade de São Paulo) e do Cemeai (Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria), alguns critérios posicionam o Grande ABC nas fases amarela, laranja e até vermelha (veja dados ao lado).

Desde quarta-feira, Santo André suspendeu, por meio de decreto, apresentações de música ao vivo em estabelecimentos comerciais. A Prefeitura argumentou que a restrição, temporária, tem objetivo de evitar que a evolução nos casos de Covid na cidade levasse ao retrocesso na fase alcançada dentro do Plano São Paulo e implicasse na restrição de horários de funcionamento ou na suspensão de atividades.

O prefeito Paulo Serra (PSDB) disse que a decisão foi tomada após análise do perfil dos pacientes que estão sendo infectados nos últimos 21 dias e que se concentra entre pessoas de 25 a 40 anos, em 80% dos casos. “Estão sendo feitas aglomerações e as pessoas não estão usando máscara e isso está acontecendo em bares. É medida preventiva”, pontuou.

Em São Bernardo, a partir de segunda-feira, as mudanças serão ainda mais rígidas. Cinemas, teatros, casas de jogos eletrônicos, atividades infantis e boliches estão proibidos de funcionar, bem como serviço de manobrista. Bares e restaurantes devem reduzir a capacidade de atendimento de 60% para 50%, fechando às 22h e sem música ao vivo. Outros estabelecimentos, como bufês, shoppings e comércio em geral, também poderão receber só 50% da capacidade e horário máximo de funcionamento até as 22h.

Academias podem receber 40% do público em seis horas de funcionamento. Estão proibidas as práticas esportivas de contato e aulas de dança em pares, está vedado o uso de vestiário e chuveiros, além da utilização de piscinas. Salões de beleza e estabelecimentos de estética em geral podem receber 50% de capacidade e funcionamento limitado até as 22h.

“Vamos seguir com trabalho prioritário no cuidado de todos. Este aumento no número de casos é preocupante. Intensificamos essas ações de fiscalização e restrição para impedirmos mais avanço para proteger as pessoas, sem impactos para atividade comercial. Contamos com colaboração de todos para que não ocorra relaxamento e seguiremos monitorando de perto, caso necessite de mais restrições", afirmou o prefeito Orlando Morando (PSDB).

Na semana passada, também se preparando para alta nos casos e eventual necessidade de internações, São Caetano suspendeu o agendamento e a realização de cirurgias eletivas, ficando apenas as intervenções oncológicas e de urgência liberadas para serem realizadas. O município também ampliou o horário de funcionamento da Carreta Saúde em Movimento, que passa a funcionar das 7h à meia-noite.

As outras cidades informaram que aguardam a nova classificação do Planos São Paulo, que deve ser realizada na segunda-feira pelo governo do Estado. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC convocou os prefeitos para assembleia extraordinária na segunda-feira, por meio de videoconferência, às 15h, para discutir o tema. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;