Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Plano Nacional de Políticas sobre drogas deve ser apresentado até 30 de junho



27/11/2020 | 08:53


O presidente da República, Jair Bolsonaro, editou decreto que dispõe sobre o Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad) e ajusta o prazo de apresentação do Plano Nacional de Políticas sobre Drogas. Segundo o Decreto, publicado na edição desta sexta-feira, 27, do Diário Oficial da União, a primeira proposta do Plano deverá ser apresentada até 30 de junho de 2021.

Em nota, a Secretaria Geral da Presidência da República informa que o ajuste no prazo visa compatibilizá-lo com a agenda de trabalhos do Ministério da Justiça.

O novo decreto também orienta a colaboração entre órgãos e entidades da administração pública federal para o envio de informações ao Conad.

"As mudanças se mostram essenciais, considerando a importância e a complexidade do Plano, principal documento setorial em nível estratégico e tático da política de combate às drogas", diz a nota.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Plano Nacional de Políticas sobre drogas deve ser apresentado até 30 de junho


27/11/2020 | 08:53


O presidente da República, Jair Bolsonaro, editou decreto que dispõe sobre o Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad) e ajusta o prazo de apresentação do Plano Nacional de Políticas sobre Drogas. Segundo o Decreto, publicado na edição desta sexta-feira, 27, do Diário Oficial da União, a primeira proposta do Plano deverá ser apresentada até 30 de junho de 2021.

Em nota, a Secretaria Geral da Presidência da República informa que o ajuste no prazo visa compatibilizá-lo com a agenda de trabalhos do Ministério da Justiça.

O novo decreto também orienta a colaboração entre órgãos e entidades da administração pública federal para o envio de informações ao Conad.

"As mudanças se mostram essenciais, considerando a importância e a complexidade do Plano, principal documento setorial em nível estratégico e tático da política de combate às drogas", diz a nota.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;