Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Pelo 5º mês consecutivo, construção cria 36 mil empregos no País em outubro

Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


26/11/2020 | 16:18


O setor de construção criou 36 mil empregos no País em outubro, pelo quinto mês seguido, de acordo com dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na manhã desta quinta, 26. São Paulo foi o Estado com maior número, com 7.876 novas vagas registradas.

Segundo Odair Senra, presidente Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), embora a economia esteja dando sinais de recuperação, uma manutenção sustentável do crescimento depende da adoção de medidas que sinalizem um caminho para o equilíbrio fiscal. "Esta agenda precisa incluir reduções de gastos do governo, reforma administrativa e novas privatizações e concessões, o que certamente atrairá novos investimentos", afirma, em nota divulgada pela entidade.

O saldo entre admissões e demissões na construção no acumulado do ano continua positivo. De janeiro a outubro, o setor criou 138.409 vagas. De acordo com o Sinduscon-SP, foi o setor que gerou o maior número de empregos nos dez meses. Ao final de outubro, a construção empregava 2.307.759 trabalhadores com carteira assinada no País.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pelo 5º mês consecutivo, construção cria 36 mil empregos no País em outubro


26/11/2020 | 16:18


O setor de construção criou 36 mil empregos no País em outubro, pelo quinto mês seguido, de acordo com dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na manhã desta quinta, 26. São Paulo foi o Estado com maior número, com 7.876 novas vagas registradas.

Segundo Odair Senra, presidente Sindicato da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), embora a economia esteja dando sinais de recuperação, uma manutenção sustentável do crescimento depende da adoção de medidas que sinalizem um caminho para o equilíbrio fiscal. "Esta agenda precisa incluir reduções de gastos do governo, reforma administrativa e novas privatizações e concessões, o que certamente atrairá novos investimentos", afirma, em nota divulgada pela entidade.

O saldo entre admissões e demissões na construção no acumulado do ano continua positivo. De janeiro a outubro, o setor criou 138.409 vagas. De acordo com o Sinduscon-SP, foi o setor que gerou o maior número de empregos nos dez meses. Ao final de outubro, a construção empregava 2.307.759 trabalhadores com carteira assinada no País.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;