Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Intérprete de Borat em Amor & Sexo, Bruno Miranda é baleado no Rio de Janeiro e Fernanda Lima lamenta nas redes sociais: Situação absurda



26/11/2020 | 16:10


Como você viu, Bruno Miranda, intérprete de Borat em Amor & Sexo, foi baleado na última quarta-feira, dia 25, no Rio de Janeiro. Segundo informações do jornal local do estado, tudo começou quando dois carros se envolveram em um acidente de trânsito na região do Recreio, por volta do meio dia. Um dos veículos capotou. De acordo com testemunhas, o automóvel do sargento Fábio dos Santos, policial militar do batalhão de Jacarepaguá, foi o causador do acidente, já que vinha em alta velocidade e não teria parado para prestar socorro à vítima. Bruno, então, teria se disponibilizado para ajudar e entrou em uma discussão com o policial. O oficial teria se irritado, sacado a arma e disparado contra o ator.

As informações sobre o estado de saúde de Borat foram compartilhadas no perfil dele no Instagram. A primeira atualização, feita pela esposa de Bruno, Mariana Melgaço, foi a seguinte:

Queridos, o Bruno ainda está no centro cirúrgico. Teve o rim direito e o intestino atingidos. Provavelmente fique no CTI intubado e sedado (respirando por aparelhos) até porque a pressão arterial está muito baixinha (está em uso de noradrenalina). Continuemos a interceder por ele, rezar, mandar boas energias... qualquer que seja o seu credo. Obrigada pelo carinho e atenção de todos, mas como o Bruno é muito querido, e não poderia ser diferente, não consegui responder a todos individualmente. Assim que eu tiver notícias atualizadas, publico aqui.

Mariana, que é médica, ainda explicou o quê aconteceu durante o acidente de trânsito que evoluiu para um tiroteio.

Queridos, diferente do que falam na mídia, o Bruno estava caminhando sozinho para a academia (seu carro já estava estacionado) quando ocorreu a batida de dois carros. Um dirigido por uma mulher, que estava com o carro capotado no cruzamento, e outro dirigido por um policial militar. O Bruno e um casal foram ajudar a tirar a mulher do carro capotado. O policial militar, alterado, entrou em luta corporal com o homem do casal e tentou atirar nele, porém a bala sobrou para o Bruno, perfurando sua região periumbilical à direita. Depois o RO poderá comprovar os fatos.

Felizmente, Bruno teve uma melhora significativa horas depois do ocorrido.

Consegui ver o Bruno rapidinho a caminho do CTI. Ele estava acordado, lúcido, orientado e respirando em ar ambiente (sem ajuda). A pressão ainda está um pouco baixa e precisando de noradrenalina. Vamos continuar rezando pela recuperação do nosso guerreiro.

A última informação sobre o estado do ator, até o momento desta publicação, é essa:

De acordo com a evolução médica de hoje [26 de novembro]: paciente admitido no CTI em 25/11, em pós-operatório de colectomia direita + enterectomia + lesão de polo renal direito em tratamento conservador, após lesão por projétil de arma de foco abdominal, sem comorbidades clínicas, em uso de ceftriaxone e metronidazol (antibióticos). Últimas 12 horas com pressão arterial estável, sem febre, diurese 1600ml, acesso venoso em veia jugular interna esquerda. Acordado, sem necessidade de uso de aminas, vasoativas, lúcido e orientado, eupneico, acianótico, anictérico, hipocorado, hidratado, estável hemodinamicamente. Ritmo cardíaco regular, pulmões limpos à ausculta respiratória, abdome tenso, peristalse débil, doloroso difusamente, sem sinais de irritação peritoneal, com ferida operatória. Membros inferiores sem alterações, mantida dieta zero, novos exames laboratoriais, analgesia regular. Segue aos cuidados do CTI e da cirurgia geral.

À revista ÉPOCA, Mariana contou que conversou com o marido sobre o ocorrido.

- Estive com ele no CTI, nós conversamos, perguntei se ele viu quem atirou, mas ele disse que não. Falou que só escutou o barulho do disparo e sentiu a dor. Fui eu que contei que havia sido um policial, e ele disse: Não sabia, eu estava do outro lado da calçada. Só escutei um disparo de revólver e senti a dor.

Felizmente, a situação do ator, apesar de delicada, não é tão grave.

- O Bruno não gosta muito de hospital, tem um certo pânico. Tentei acalmá-lo, falei que a gente precisava dele bem, que ia precisar ficar um tempo internado para se recuperar. Ele estava achando que já ia poder vir para casa, queria ir embora. [...] Até os médicos do centro cirúrgico falaram que ele teve muita sorte, porque não pegou numa região muito crítica. Poderia ter sido pior e fatal realmente. Graças a Deus pegou um pedaço do intestino e outro pedaço pequeno do rim.

No momento do disparo, antes de ser admitido no hospital, Bruno teria ficado em choque.

- O Bruno me contou que um cara da academia e um funcionário de um supermercado logo o socorreram, pediram para ligar para mim. Ele só não sabia de onde tinha vindo o tiro e que o rapaz era policial militar. Ele estava muito assustado, perguntei o que tinha acontecido, e ele disse: Tomei um tiro, tomei um tiro. Não posso morrer. Tinha muita gente ajudando. Um rapaz com um paninho tentando estancar o sangue, uma senhora com uma sombrinha...

Mariana ainda lamentou o ocorrido.

- Tem policiais sem a menor condição psicológica de porta uma arma, e ficam sacando e atirando a deus-dará. E a gente vê isso constantemente. Em vez de estarem protegendo os cidadãos, estão matando. É muito revoltante. O Bruno não tinha nada a ver com isso. Ele é uma pessoa que trabalha com o corpo, com a imagem, vai ficar com uma cicatriz imensa. Claro que é o menor dos problemas, mas é um prejuízo que essas pessoas causam na vida das outras.

Fernanda Lima se manifesta nas redes sociais

No Instagram, a apresentadora Fernanda Lima, que trabalhou com Bruno no programa Amor & Sexo, falou sobre a tragédia e desejou melhoras ao colega.

Fiquei muito triste quando soube que meu parceiro de palco, Bruno Miranda, o Borat do Amor & Sexo, foi baleado ontem numa situação absurda que mostra o tamanho da violência que assola o Brasil. Mando meu carinho para a família do Bruno e toda energia positiva para ele se recuperar totalmente e logo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Intérprete de Borat em Amor & Sexo, Bruno Miranda é baleado no Rio de Janeiro e Fernanda Lima lamenta nas redes sociais: Situação absurda


26/11/2020 | 16:10


Como você viu, Bruno Miranda, intérprete de Borat em Amor & Sexo, foi baleado na última quarta-feira, dia 25, no Rio de Janeiro. Segundo informações do jornal local do estado, tudo começou quando dois carros se envolveram em um acidente de trânsito na região do Recreio, por volta do meio dia. Um dos veículos capotou. De acordo com testemunhas, o automóvel do sargento Fábio dos Santos, policial militar do batalhão de Jacarepaguá, foi o causador do acidente, já que vinha em alta velocidade e não teria parado para prestar socorro à vítima. Bruno, então, teria se disponibilizado para ajudar e entrou em uma discussão com o policial. O oficial teria se irritado, sacado a arma e disparado contra o ator.

As informações sobre o estado de saúde de Borat foram compartilhadas no perfil dele no Instagram. A primeira atualização, feita pela esposa de Bruno, Mariana Melgaço, foi a seguinte:

Queridos, o Bruno ainda está no centro cirúrgico. Teve o rim direito e o intestino atingidos. Provavelmente fique no CTI intubado e sedado (respirando por aparelhos) até porque a pressão arterial está muito baixinha (está em uso de noradrenalina). Continuemos a interceder por ele, rezar, mandar boas energias... qualquer que seja o seu credo. Obrigada pelo carinho e atenção de todos, mas como o Bruno é muito querido, e não poderia ser diferente, não consegui responder a todos individualmente. Assim que eu tiver notícias atualizadas, publico aqui.

Mariana, que é médica, ainda explicou o quê aconteceu durante o acidente de trânsito que evoluiu para um tiroteio.

Queridos, diferente do que falam na mídia, o Bruno estava caminhando sozinho para a academia (seu carro já estava estacionado) quando ocorreu a batida de dois carros. Um dirigido por uma mulher, que estava com o carro capotado no cruzamento, e outro dirigido por um policial militar. O Bruno e um casal foram ajudar a tirar a mulher do carro capotado. O policial militar, alterado, entrou em luta corporal com o homem do casal e tentou atirar nele, porém a bala sobrou para o Bruno, perfurando sua região periumbilical à direita. Depois o RO poderá comprovar os fatos.

Felizmente, Bruno teve uma melhora significativa horas depois do ocorrido.

Consegui ver o Bruno rapidinho a caminho do CTI. Ele estava acordado, lúcido, orientado e respirando em ar ambiente (sem ajuda). A pressão ainda está um pouco baixa e precisando de noradrenalina. Vamos continuar rezando pela recuperação do nosso guerreiro.

A última informação sobre o estado do ator, até o momento desta publicação, é essa:

De acordo com a evolução médica de hoje [26 de novembro]: paciente admitido no CTI em 25/11, em pós-operatório de colectomia direita + enterectomia + lesão de polo renal direito em tratamento conservador, após lesão por projétil de arma de foco abdominal, sem comorbidades clínicas, em uso de ceftriaxone e metronidazol (antibióticos). Últimas 12 horas com pressão arterial estável, sem febre, diurese 1600ml, acesso venoso em veia jugular interna esquerda. Acordado, sem necessidade de uso de aminas, vasoativas, lúcido e orientado, eupneico, acianótico, anictérico, hipocorado, hidratado, estável hemodinamicamente. Ritmo cardíaco regular, pulmões limpos à ausculta respiratória, abdome tenso, peristalse débil, doloroso difusamente, sem sinais de irritação peritoneal, com ferida operatória. Membros inferiores sem alterações, mantida dieta zero, novos exames laboratoriais, analgesia regular. Segue aos cuidados do CTI e da cirurgia geral.

À revista ÉPOCA, Mariana contou que conversou com o marido sobre o ocorrido.

- Estive com ele no CTI, nós conversamos, perguntei se ele viu quem atirou, mas ele disse que não. Falou que só escutou o barulho do disparo e sentiu a dor. Fui eu que contei que havia sido um policial, e ele disse: Não sabia, eu estava do outro lado da calçada. Só escutei um disparo de revólver e senti a dor.

Felizmente, a situação do ator, apesar de delicada, não é tão grave.

- O Bruno não gosta muito de hospital, tem um certo pânico. Tentei acalmá-lo, falei que a gente precisava dele bem, que ia precisar ficar um tempo internado para se recuperar. Ele estava achando que já ia poder vir para casa, queria ir embora. [...] Até os médicos do centro cirúrgico falaram que ele teve muita sorte, porque não pegou numa região muito crítica. Poderia ter sido pior e fatal realmente. Graças a Deus pegou um pedaço do intestino e outro pedaço pequeno do rim.

No momento do disparo, antes de ser admitido no hospital, Bruno teria ficado em choque.

- O Bruno me contou que um cara da academia e um funcionário de um supermercado logo o socorreram, pediram para ligar para mim. Ele só não sabia de onde tinha vindo o tiro e que o rapaz era policial militar. Ele estava muito assustado, perguntei o que tinha acontecido, e ele disse: Tomei um tiro, tomei um tiro. Não posso morrer. Tinha muita gente ajudando. Um rapaz com um paninho tentando estancar o sangue, uma senhora com uma sombrinha...

Mariana ainda lamentou o ocorrido.

- Tem policiais sem a menor condição psicológica de porta uma arma, e ficam sacando e atirando a deus-dará. E a gente vê isso constantemente. Em vez de estarem protegendo os cidadãos, estão matando. É muito revoltante. O Bruno não tinha nada a ver com isso. Ele é uma pessoa que trabalha com o corpo, com a imagem, vai ficar com uma cicatriz imensa. Claro que é o menor dos problemas, mas é um prejuízo que essas pessoas causam na vida das outras.

Fernanda Lima se manifesta nas redes sociais

No Instagram, a apresentadora Fernanda Lima, que trabalhou com Bruno no programa Amor & Sexo, falou sobre a tragédia e desejou melhoras ao colega.

Fiquei muito triste quando soube que meu parceiro de palco, Bruno Miranda, o Borat do Amor & Sexo, foi baleado ontem numa situação absurda que mostra o tamanho da violência que assola o Brasil. Mando meu carinho para a família do Bruno e toda energia positiva para ele se recuperar totalmente e logo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;