Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Após polêmica, Mel Maia recebe novos ataques de internautas e exibe prints na web



26/11/2020 | 13:10


Mel Maia deu o que falar na última quarta-feira, dia 25, por causa de um vídeo publicado por ela no Instagram. No registro, a atriz aparece usando várias roupas, as quais cobriam o corpo todo, e usou como legenda a frase:

Como não ser assediada.

O vídeo considerado machista por alguns internautas gerou uma baita repercussão e ela recebeu inúmeras críticas e mensagens de ódio. No Instagram, a jovem de 16 anos de idade compartilhou alguns prints de pessoas xingando-a e até falando para ela se matar.

Me responde, v*******a, se mata, dizia uma das mensagens.

Ué, mas tem que se matar mesmo, estava em outra.

De acordo com Mel, tudo não passou de uma ironia e ela decidiu apagar o posto, afirmando:

- Eu vi que tinha algumas pessoas comentando sobre o vídeo da roupa, e foi mais uma ironia, mesmo. Porque a mulher entende que a gente se sente mais confortável sair na rua daquele jeito, apesar de o erro não ser a roupa, começou ela.

Na sequência, Mel revelou que deletou as imagens.

- Eu preferi tirar o vídeo para vocês não entenderem errado. Toda mulher sabe que é assediada de burca, de calça, de short. O erro não é a roupa, só para deixar isso claro para vocês, disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após polêmica, Mel Maia recebe novos ataques de internautas e exibe prints na web


26/11/2020 | 13:10


Mel Maia deu o que falar na última quarta-feira, dia 25, por causa de um vídeo publicado por ela no Instagram. No registro, a atriz aparece usando várias roupas, as quais cobriam o corpo todo, e usou como legenda a frase:

Como não ser assediada.

O vídeo considerado machista por alguns internautas gerou uma baita repercussão e ela recebeu inúmeras críticas e mensagens de ódio. No Instagram, a jovem de 16 anos de idade compartilhou alguns prints de pessoas xingando-a e até falando para ela se matar.

Me responde, v*******a, se mata, dizia uma das mensagens.

Ué, mas tem que se matar mesmo, estava em outra.

De acordo com Mel, tudo não passou de uma ironia e ela decidiu apagar o posto, afirmando:

- Eu vi que tinha algumas pessoas comentando sobre o vídeo da roupa, e foi mais uma ironia, mesmo. Porque a mulher entende que a gente se sente mais confortável sair na rua daquele jeito, apesar de o erro não ser a roupa, começou ela.

Na sequência, Mel revelou que deletou as imagens.

- Eu preferi tirar o vídeo para vocês não entenderem errado. Toda mulher sabe que é assediada de burca, de calça, de short. O erro não é a roupa, só para deixar isso claro para vocês, disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;