Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Prefeito de Nápoles diz que nome do estádio mudará para homenagear Diego Maradona



26/11/2020 | 08:18


O prefeito da cidade de Nápoles, Luigi de Magistris, afirmou nas redes sociais que o estádio local, hoje denominado San Paolo, terá o nome mudado para homenagear Diego Armando Maradona, considerado o maior ídolo da história do Napoli. O ex-craque argentino faleceu nesta quarta-feira, em Buenos Aires, por uma parada cardíaca.

"Vamos rebatizar o estádio San Paolo em homenagem a Diego Armando Maradona", disse De Magistris no Twitter, pouco depois do anúncio da morte. Minutos antes, o político já havia dito suas palavras em homenagem ao ex-jogador argentino. "Diego fez nosso povo sonhar. Ele resgatou Nápoles com sua genialidade. Em 2017, se tornou nosso cidadão honorário. Diego, napolitano e argentino, você nos deu alegria e felicidade. Nápoles te ama!", afirmou.

Nesta quinta-feira, o prefeito comunicou que já iniciou o processo de mudança de nome do estádio. "Nós já começamos a dar os primeiros passos nesta manhã para dedicar o estádio de Nápoles a Maradona. É um processo, mas que será rápido. Quando envolve um desejo tão grande, não há nada que impeça isso", afirmou De Magistris.

Maradona jogou no Napoli por sete anos, entre 1984 e 1991. Após chegar como a contratação mais cara da história, o camisa 10 correspondeu em campo e rapidamente se tornou ídolo da torcida, tanto pelo desempenho em campo quanto pela paixão e identificação. Os dois títulos italianos do Napoli foram com ele em campo, nas temporadas 1986/1987 e 1989/1990. Ainda conquistou uma Copa da Uefa (hoje Liga Europa), uma Copa da Itália e uma Supercopa da Itália pelo clube.

Maradona faleceu aos 60 anos de idade, por conta de uma parada cardiorrespiratória. Há poucos dias, o argentino havia passado por uma cirurgia no cérebro e ainda estava em recuperação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeito de Nápoles diz que nome do estádio mudará para homenagear Diego Maradona


26/11/2020 | 08:18


O prefeito da cidade de Nápoles, Luigi de Magistris, afirmou nas redes sociais que o estádio local, hoje denominado San Paolo, terá o nome mudado para homenagear Diego Armando Maradona, considerado o maior ídolo da história do Napoli. O ex-craque argentino faleceu nesta quarta-feira, em Buenos Aires, por uma parada cardíaca.

"Vamos rebatizar o estádio San Paolo em homenagem a Diego Armando Maradona", disse De Magistris no Twitter, pouco depois do anúncio da morte. Minutos antes, o político já havia dito suas palavras em homenagem ao ex-jogador argentino. "Diego fez nosso povo sonhar. Ele resgatou Nápoles com sua genialidade. Em 2017, se tornou nosso cidadão honorário. Diego, napolitano e argentino, você nos deu alegria e felicidade. Nápoles te ama!", afirmou.

Nesta quinta-feira, o prefeito comunicou que já iniciou o processo de mudança de nome do estádio. "Nós já começamos a dar os primeiros passos nesta manhã para dedicar o estádio de Nápoles a Maradona. É um processo, mas que será rápido. Quando envolve um desejo tão grande, não há nada que impeça isso", afirmou De Magistris.

Maradona jogou no Napoli por sete anos, entre 1984 e 1991. Após chegar como a contratação mais cara da história, o camisa 10 correspondeu em campo e rapidamente se tornou ídolo da torcida, tanto pelo desempenho em campo quanto pela paixão e identificação. Os dois títulos italianos do Napoli foram com ele em campo, nas temporadas 1986/1987 e 1989/1990. Ainda conquistou uma Copa da Uefa (hoje Liga Europa), uma Copa da Itália e uma Supercopa da Itália pelo clube.

Maradona faleceu aos 60 anos de idade, por conta de uma parada cardiorrespiratória. Há poucos dias, o argentino havia passado por uma cirurgia no cérebro e ainda estava em recuperação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;