Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Maioria das Bolsas da Ásia e da Oceania acompanha Wall Street e fecha em alta



25/11/2020 | 07:12


A maioria das Bolsas da Ásia e da Oceania encerrou o pregão desta quarta-feira, 25, em alta, na esteira do otimismo visto na véspera em Wall Street. A perspectiva da chegada, em breve, de uma vacina contra a covid-19 e o desenrolar pacífico da sucessão nos Estados Unidos alimentam o rali global.

Mais uma vez o destaque foi a Bolsa de Tóquio, onde o Nikkei saltou aos 26.296,86 pontos (+0,50%). Com esse segundo avanço consecutivo, o índice se manteve nos mais altos níveis desde maio de 1991. O destaque na sessão foi o salto de 10,20% dos papéis da Japan Airlines, em meio à expectativa de volta da normalidade das viagens aéreas.

No entanto, a segunda covid-19 segue sendo um desafio às autoridades de saúde japonesas, tornando-se, também, um certo limitador do apetite ao risco. A imprensa local apurou que o governo metropolitano de Tóquio quer pedir aos restaurantes que operem em horário reduzido para diminuir a chance de contágio. Fora do índice Nikkei, os papéis da empresa de restaurantes Watami cederam 3,59% no pregão.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu aos 26.669,75 pontos (+0,31%).

Na Oceania, a Bolsa de Sydney fechou em alta aos 6.683,30 pontos (+0,59%) e a de Wellington avançou aos 12.667,98 pontos (+0,91%).

Os demais principais mercados asiáticos tiveram um dia de realização de lucros recentes. Em Seul, o índice Kospi caiu aos 2.601,54 pontos (-0,62%). Na China, o Xangai Composto recuou aos 3362.33 pontos (-1,19%) e o Shenzhen Composto foi a 2.359,23 (-1,74%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maioria das Bolsas da Ásia e da Oceania acompanha Wall Street e fecha em alta


25/11/2020 | 07:12


A maioria das Bolsas da Ásia e da Oceania encerrou o pregão desta quarta-feira, 25, em alta, na esteira do otimismo visto na véspera em Wall Street. A perspectiva da chegada, em breve, de uma vacina contra a covid-19 e o desenrolar pacífico da sucessão nos Estados Unidos alimentam o rali global.

Mais uma vez o destaque foi a Bolsa de Tóquio, onde o Nikkei saltou aos 26.296,86 pontos (+0,50%). Com esse segundo avanço consecutivo, o índice se manteve nos mais altos níveis desde maio de 1991. O destaque na sessão foi o salto de 10,20% dos papéis da Japan Airlines, em meio à expectativa de volta da normalidade das viagens aéreas.

No entanto, a segunda covid-19 segue sendo um desafio às autoridades de saúde japonesas, tornando-se, também, um certo limitador do apetite ao risco. A imprensa local apurou que o governo metropolitano de Tóquio quer pedir aos restaurantes que operem em horário reduzido para diminuir a chance de contágio. Fora do índice Nikkei, os papéis da empresa de restaurantes Watami cederam 3,59% no pregão.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu aos 26.669,75 pontos (+0,31%).

Na Oceania, a Bolsa de Sydney fechou em alta aos 6.683,30 pontos (+0,59%) e a de Wellington avançou aos 12.667,98 pontos (+0,91%).

Os demais principais mercados asiáticos tiveram um dia de realização de lucros recentes. Em Seul, o índice Kospi caiu aos 2.601,54 pontos (-0,62%). Na China, o Xangai Composto recuou aos 3362.33 pontos (-1,19%) e o Shenzhen Composto foi a 2.359,23 (-1,74%).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;