Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região terá segurança reforçada no fim do ano

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeituras e Polícia Militar se preparam para intensificar vigilância nos centros comerciais


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

25/11/2020 | 00:01


A três dias da Black Friday e a um mês do Natal, as prefeituras do Grande ABC, assim como a PM (Polícia Militar), se preparam para reforçar a segurança nas ruas da região, sobretudo em centros comerciais de grande circulação. O desafio deste ano é ainda maior, diante da pandemia de Covid-19, já que, além de garantir a pacificidade, os agentes terão de orientar – e multar, se for o caso – a população quanto ao cumprimento das regras sanitárias como o distanciamento e uso de máscara de proteção.

Embora a orientação do poder público é para que as pessoas só saiam de casa se houver necessidade e a quarentena tenha sido prorrogada pelo governo do Estado até 16 de dezembro, a população já dá sinais de que vai às compras mesmo em meio à pandemia. 

Os estabelecimetos comerciais podem funcionar devido autorização concedida pelo Plano São Paulo, já que a região está na Fase 4 (verde), a última antes da normalização – na segunda-feira está prevista reclassificação das cidades. As prefeituras, no entanto, prometem apertar o cerco. 

Em Santo André, por exemplo, já estão sendo feitas ações nos corredores comerciais, por meio da Operação Comércio Responsável e, segundo a administração, serão intensificadas. No calçadão da Oliveira Lima existem barreiras nas quais agentes de saúde realizam o Pit Stop da Prevenção, com aferição da temperatura e desinfecção das mãos com álcool gel.

São Bernardo informou que o efetivo da GCM (Guarda Civil Municipal) foi ampliado nos centros comerciais, em especial na Rua Marechal Deodoro, também com ações de higienização e saúde, além da fiscalização do uso de máscaras. 

Desde março, São Caetano também colocou em prática medidas como barreiras sanitárias pelas ruas da cidade. Com a Operação Natal Seguro, que começa dia 1º, a secretaria de segurança colocará cerca de 350 GCMs nas ruas.

As outras cidades do Grande ABC disseram estar com ações de prevenção e fiscalização intensificadas para a pandemia. Com relação ao horário de funcionamento, todas as prefeituras afirmam seguir o Plano São Paulo, do governo do Estado, que permite o funcionamento por 12 horas. 

MAIS PROTEÇÃO

A região também terá reforço do policiamento militar, inclusive com tropa de cavalaria. Comandante do CPAM/6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana 6) – que responde pelo Grande ABC –, o coronel Renato Nery Machado explicou que a operação de fim de ano está sendo finalizada, mas garantiu que haverá aumento do efetivo, sobretudo em áreas comerciais. 

Vamos aumentar o policiamento nas ruas, lançando mão inclusive do nosso efetivo administrativo, em escala rotativa”, afirmou Nery, reforçando que não deixarão que as atividades internas tenham prejuízos.

O coronel informou ainda que a PM vai auxiliar a vigilância sanitária no controle da fiscalização das normas de segurança diante da pandemia, de acordo com regramento que esperam receber do Estado. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região terá segurança reforçada no fim do ano

Prefeituras e Polícia Militar se preparam para intensificar vigilância nos centros comerciais

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

25/11/2020 | 00:01


A três dias da Black Friday e a um mês do Natal, as prefeituras do Grande ABC, assim como a PM (Polícia Militar), se preparam para reforçar a segurança nas ruas da região, sobretudo em centros comerciais de grande circulação. O desafio deste ano é ainda maior, diante da pandemia de Covid-19, já que, além de garantir a pacificidade, os agentes terão de orientar – e multar, se for o caso – a população quanto ao cumprimento das regras sanitárias como o distanciamento e uso de máscara de proteção.

Embora a orientação do poder público é para que as pessoas só saiam de casa se houver necessidade e a quarentena tenha sido prorrogada pelo governo do Estado até 16 de dezembro, a população já dá sinais de que vai às compras mesmo em meio à pandemia. 

Os estabelecimetos comerciais podem funcionar devido autorização concedida pelo Plano São Paulo, já que a região está na Fase 4 (verde), a última antes da normalização – na segunda-feira está prevista reclassificação das cidades. As prefeituras, no entanto, prometem apertar o cerco. 

Em Santo André, por exemplo, já estão sendo feitas ações nos corredores comerciais, por meio da Operação Comércio Responsável e, segundo a administração, serão intensificadas. No calçadão da Oliveira Lima existem barreiras nas quais agentes de saúde realizam o Pit Stop da Prevenção, com aferição da temperatura e desinfecção das mãos com álcool gel.

São Bernardo informou que o efetivo da GCM (Guarda Civil Municipal) foi ampliado nos centros comerciais, em especial na Rua Marechal Deodoro, também com ações de higienização e saúde, além da fiscalização do uso de máscaras. 

Desde março, São Caetano também colocou em prática medidas como barreiras sanitárias pelas ruas da cidade. Com a Operação Natal Seguro, que começa dia 1º, a secretaria de segurança colocará cerca de 350 GCMs nas ruas.

As outras cidades do Grande ABC disseram estar com ações de prevenção e fiscalização intensificadas para a pandemia. Com relação ao horário de funcionamento, todas as prefeituras afirmam seguir o Plano São Paulo, do governo do Estado, que permite o funcionamento por 12 horas. 

MAIS PROTEÇÃO

A região também terá reforço do policiamento militar, inclusive com tropa de cavalaria. Comandante do CPAM/6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana 6) – que responde pelo Grande ABC –, o coronel Renato Nery Machado explicou que a operação de fim de ano está sendo finalizada, mas garantiu que haverá aumento do efetivo, sobretudo em áreas comerciais. 

Vamos aumentar o policiamento nas ruas, lançando mão inclusive do nosso efetivo administrativo, em escala rotativa”, afirmou Nery, reforçando que não deixarão que as atividades internas tenham prejuízos.

O coronel informou ainda que a PM vai auxiliar a vigilância sanitária no controle da fiscalização das normas de segurança diante da pandemia, de acordo com regramento que esperam receber do Estado. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;