Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Governador do RS diz que Estado estuda medidas mais restritivas contra covid-19



24/11/2020 | 13:45


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou que o Estado está estudando medidas mais restritivas, especialmente para a educação, para conter a alta de internações pela covid-19 no Estado, e ressaltou que o governo planeja "não impor maiores dificuldades econômicas em um momento em que as pessoas esperam uma retomada".

Em entrevista à rádio Gaúcha, Leite afirmou: "O comércio e o setor varejista contam com o Natal para repor parte das perdas que tiveram ao longo do ano, por isso temos essa preocupação, mas, se tivermos que tomar alguma medida restritiva, tomaremos com esse cuidado".

Segundo informou, em algumas regiões do Estado, como o centro-oeste, o índice de ocupação dos leitos hospitalares superou aquele dos períodos mais críticos da pandemia e há preocupação de garantir o atendimento médico com equipes reduzidas durante o recesso de fim de ano. De acordo com Leite, o governo segue monitorando a situação uma vez que não houve aumento da curva de óbitos, em decréscimo no Estado.

Para o governador, a disputa eleitoral pode ter sido um dos fatores para o aumento de casos bem como o "cansaço da população para enfrentamento da pandemia".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governador do RS diz que Estado estuda medidas mais restritivas contra covid-19


24/11/2020 | 13:45


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou que o Estado está estudando medidas mais restritivas, especialmente para a educação, para conter a alta de internações pela covid-19 no Estado, e ressaltou que o governo planeja "não impor maiores dificuldades econômicas em um momento em que as pessoas esperam uma retomada".

Em entrevista à rádio Gaúcha, Leite afirmou: "O comércio e o setor varejista contam com o Natal para repor parte das perdas que tiveram ao longo do ano, por isso temos essa preocupação, mas, se tivermos que tomar alguma medida restritiva, tomaremos com esse cuidado".

Segundo informou, em algumas regiões do Estado, como o centro-oeste, o índice de ocupação dos leitos hospitalares superou aquele dos períodos mais críticos da pandemia e há preocupação de garantir o atendimento médico com equipes reduzidas durante o recesso de fim de ano. De acordo com Leite, o governo segue monitorando a situação uma vez que não houve aumento da curva de óbitos, em decréscimo no Estado.

Para o governador, a disputa eleitoral pode ter sido um dos fatores para o aumento de casos bem como o "cansaço da população para enfrentamento da pandemia".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;