Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tottenham se impõe, bate o Manchester City e assume a liderança do Inglês



21/11/2020 | 17:03


Em grande fase, o Tottenham conseguiu um feito que não alcançava há seis anos: liderar o Campeonato Inglês, mesmo que provisoriamente. O time londrino subiu para a ponta da tabela ao derrotar o Manchester City por 2 a 0, neste sábado, em casa. A vitória foi assegurada com gols de Son e Lo Celso.

O Tottenham soma 20 pontos e ultrapassou o Chelsea para se tornar o novo líder da Premier League, posto que não alcançava desde 2014. A primeira posição, no entanto, não é definitiva, já que o Leicester, terceiro colocado, com 18 pontos, joga contra o Liverpool em Anfield, no domingo, e pode recuperar a ponta.

Já o Manchester City continua cambaleante nesse início de temporada, o pior dos últimos anos. A equipe de Pep Guardiola tem apenas três vitórias em oito partidas e aparece na décima colocação, com 12 pontos. Para piorar, pode cair até para o 13º lugar no decorrer da nona rodada.

Em novo encontro entre José Mourinho e Pep Guardiola, o português levou a melhor por meio da estratégia que mais lhe é habitual: defesa forte e eficiência no ataque. O City teve mais a bola, finalizou muito, 22 vezes, sendo cinco em direção à meta defendida por Lloris, mas passou longe de ser eficaz, ao contrário do Tottenham, que precisou de quatro arremates para marcar duas vezes.

Os anfitriões também contaram com o talento de Son e Kane. Em grande fase, a dupla mais uma vez foi decisiva para o triunfo e ampliou suas já positivas marcas na competição. O sul-coreano abriu o placar aos quatro minutos do primeiro tempo. Ele recebeu enfiada de Ndombélé e tocou por baixo de Ederson para chegar ao nono gol na liga inglesa e se isolar na artilharia.

Atrás no placar, os visitantes pressionaram, mas com um volume de jogo inócuo, quase não levaram perigo ao gol do adversário. Laporte chegou a balançar as redes, mas o árbitro anulou o tento após flagrar toque de mão de Gabriel Jesus no lance.

O panorama no segundo tempo continuou semelhante ao do primeiro. O City seguiu com a bola, mas esbarrava no forte bloqueio defensivo do time de Mourinho, que se armou para o contra-ataque e definiu o triunfo com Lo Celso. O argentino, que acabara de entrar, foi acionado por Kane e bateu na saída de Ederson, aos 19 minutos.

O atacante inglês deu sua nona assistência na competição, e lidera a estatística. Ele também ostenta sete bolas na rede e é quem mais participa de gols na liga inglesa (16 participações). No fim, Guardiola colocou Sterling e Foden em campo, mas a produção ofensiva não melhorou e o placar se manteve inalterado.

Também neste domingo, o Aston Villa vacilou em casa, foi derrotado por 2 a 1 pelo Brighton (16º) e perdeu a chance de subir para a terceira colocação. Welbeck e March anotaram os gols dos visitantes, e Grealish fez o de honra dos anfitriões.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tottenham se impõe, bate o Manchester City e assume a liderança do Inglês


21/11/2020 | 17:03


Em grande fase, o Tottenham conseguiu um feito que não alcançava há seis anos: liderar o Campeonato Inglês, mesmo que provisoriamente. O time londrino subiu para a ponta da tabela ao derrotar o Manchester City por 2 a 0, neste sábado, em casa. A vitória foi assegurada com gols de Son e Lo Celso.

O Tottenham soma 20 pontos e ultrapassou o Chelsea para se tornar o novo líder da Premier League, posto que não alcançava desde 2014. A primeira posição, no entanto, não é definitiva, já que o Leicester, terceiro colocado, com 18 pontos, joga contra o Liverpool em Anfield, no domingo, e pode recuperar a ponta.

Já o Manchester City continua cambaleante nesse início de temporada, o pior dos últimos anos. A equipe de Pep Guardiola tem apenas três vitórias em oito partidas e aparece na décima colocação, com 12 pontos. Para piorar, pode cair até para o 13º lugar no decorrer da nona rodada.

Em novo encontro entre José Mourinho e Pep Guardiola, o português levou a melhor por meio da estratégia que mais lhe é habitual: defesa forte e eficiência no ataque. O City teve mais a bola, finalizou muito, 22 vezes, sendo cinco em direção à meta defendida por Lloris, mas passou longe de ser eficaz, ao contrário do Tottenham, que precisou de quatro arremates para marcar duas vezes.

Os anfitriões também contaram com o talento de Son e Kane. Em grande fase, a dupla mais uma vez foi decisiva para o triunfo e ampliou suas já positivas marcas na competição. O sul-coreano abriu o placar aos quatro minutos do primeiro tempo. Ele recebeu enfiada de Ndombélé e tocou por baixo de Ederson para chegar ao nono gol na liga inglesa e se isolar na artilharia.

Atrás no placar, os visitantes pressionaram, mas com um volume de jogo inócuo, quase não levaram perigo ao gol do adversário. Laporte chegou a balançar as redes, mas o árbitro anulou o tento após flagrar toque de mão de Gabriel Jesus no lance.

O panorama no segundo tempo continuou semelhante ao do primeiro. O City seguiu com a bola, mas esbarrava no forte bloqueio defensivo do time de Mourinho, que se armou para o contra-ataque e definiu o triunfo com Lo Celso. O argentino, que acabara de entrar, foi acionado por Kane e bateu na saída de Ederson, aos 19 minutos.

O atacante inglês deu sua nona assistência na competição, e lidera a estatística. Ele também ostenta sete bolas na rede e é quem mais participa de gols na liga inglesa (16 participações). No fim, Guardiola colocou Sterling e Foden em campo, mas a produção ofensiva não melhorou e o placar se manteve inalterado.

Também neste domingo, o Aston Villa vacilou em casa, foi derrotado por 2 a 1 pelo Brighton (16º) e perdeu a chance de subir para a terceira colocação. Welbeck e March anotaram os gols dos visitantes, e Grealish fez o de honra dos anfitriões.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;