Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Grande ABC multa apenas 31 pessoas por falta de máscara

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

21/11/2020 | 00:01


O uso de máscara pela população é obrigatório em todo Estado desde o dia 2 de julho. Ainda que seja comum flagrar pessoas circulando pelas ruas sem a proteção, a região aplicou apenas 31 multas no período, sendo 25 em São Bernardo e seis em Ribeirão Pires. Importante ressaltar que esta é uma das principais maneiras de evitar a infecção pelo coronavírus. Inclusive, o descuido de protocolos sanitários está causando aumento de pessoas com a Covid-19. O governo estadual divulgou ontem que aplicou 327 sanções a pessoas físicas sem máscara.

“Observamos nos últimos dez dias aumento no número de casos suspeitos (da Covid) e isso deve ser um alerta. Nunca tivemos população com cuidados maiores, com mais de 60% de isolamento, mas quando tínhamos esses níveis, conseguimos controlar bem. Agora, com o relaxamento, principalmente no último mês, há preocupação que piore muito, assim como na Europa e nos Estados Unidos. Precisamos nos cuidar”, alerta João Eduardo Charles, primeiro diretor distrital da APM (Associação Paulista de Medicina), em São Bernardo.

Exemplo é que no Grande ABC, os sete dias encerrados na quinta-feira tiveram aumento de 3,29% nos casos confirmados em relação ao período anterior, passando de 75.264 para 77.740, conforme dados do SP Covid Info Tracker. Considerando as mortes, a alta foi de 1,45% no mesmo período, quando os registros foram de 2.835 para 2.876. Paralelamente, o acréscimo na quantidade de pacientes suspeitos de estarem infectados pelo novo coronavírus foi de 4% e, nas internações, crescimento foi de 18%.

Nas cidades, a fiscalização é realizada pela GCM (Guarda Civil Municipal) e a multa parte de R$ 100, valor estabelecido por decreto municipal em São Bernardo, a R$ 524,59, quantia prevista no decreto publicado pelo governo do Estado. Estabelecimentos também podem ser autuados caso descumpram a regra do uso obrigatório de máscara, tanto com relação aos clientes quanto entre os funcionários. A sanção é de R$ 5.025,02 por cliente que esteja desrespeitando a determinação. Em todo Estado de São Paulo, 549 comércios foram multados.

As prefeituras de Santo André, São Caetano, Diadema e Mauá atuam com a política de orientação, ou seja, agentes circulam pelas vias e, ao flagrar um cidadão sem a máscara, abordam. Se a pessoa estiver portando a máscara, os agentes pedem que seja colocada. Caso não tenha o objeto, a prefeitura oferece o item de proteção descartável. Rio Grande da Serra não respondeu até o fechamento desta edição.

FORÇA-TAREFA
Em razão do feriado prolongado do Dia da Consciência Negra, celebrado ontem, o governo estadual intensificou a fiscalização para verificar o uso de máscara e o respeito à orientação de evitar aglomerações em estabelecimentos comerciais. A ação será feita em todo Estado por 28 grupos de vigilância sanitária, que somam 650 agentes, em parceria com as administrações municipais. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande ABC multa apenas 31 pessoas por falta de máscara

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

21/11/2020 | 00:01


O uso de máscara pela população é obrigatório em todo Estado desde o dia 2 de julho. Ainda que seja comum flagrar pessoas circulando pelas ruas sem a proteção, a região aplicou apenas 31 multas no período, sendo 25 em São Bernardo e seis em Ribeirão Pires. Importante ressaltar que esta é uma das principais maneiras de evitar a infecção pelo coronavírus. Inclusive, o descuido de protocolos sanitários está causando aumento de pessoas com a Covid-19. O governo estadual divulgou ontem que aplicou 327 sanções a pessoas físicas sem máscara.

“Observamos nos últimos dez dias aumento no número de casos suspeitos (da Covid) e isso deve ser um alerta. Nunca tivemos população com cuidados maiores, com mais de 60% de isolamento, mas quando tínhamos esses níveis, conseguimos controlar bem. Agora, com o relaxamento, principalmente no último mês, há preocupação que piore muito, assim como na Europa e nos Estados Unidos. Precisamos nos cuidar”, alerta João Eduardo Charles, primeiro diretor distrital da APM (Associação Paulista de Medicina), em São Bernardo.

Exemplo é que no Grande ABC, os sete dias encerrados na quinta-feira tiveram aumento de 3,29% nos casos confirmados em relação ao período anterior, passando de 75.264 para 77.740, conforme dados do SP Covid Info Tracker. Considerando as mortes, a alta foi de 1,45% no mesmo período, quando os registros foram de 2.835 para 2.876. Paralelamente, o acréscimo na quantidade de pacientes suspeitos de estarem infectados pelo novo coronavírus foi de 4% e, nas internações, crescimento foi de 18%.

Nas cidades, a fiscalização é realizada pela GCM (Guarda Civil Municipal) e a multa parte de R$ 100, valor estabelecido por decreto municipal em São Bernardo, a R$ 524,59, quantia prevista no decreto publicado pelo governo do Estado. Estabelecimentos também podem ser autuados caso descumpram a regra do uso obrigatório de máscara, tanto com relação aos clientes quanto entre os funcionários. A sanção é de R$ 5.025,02 por cliente que esteja desrespeitando a determinação. Em todo Estado de São Paulo, 549 comércios foram multados.

As prefeituras de Santo André, São Caetano, Diadema e Mauá atuam com a política de orientação, ou seja, agentes circulam pelas vias e, ao flagrar um cidadão sem a máscara, abordam. Se a pessoa estiver portando a máscara, os agentes pedem que seja colocada. Caso não tenha o objeto, a prefeitura oferece o item de proteção descartável. Rio Grande da Serra não respondeu até o fechamento desta edição.

FORÇA-TAREFA
Em razão do feriado prolongado do Dia da Consciência Negra, celebrado ontem, o governo estadual intensificou a fiscalização para verificar o uso de máscara e o respeito à orientação de evitar aglomerações em estabelecimentos comerciais. A ação será feita em todo Estado por 28 grupos de vigilância sanitária, que somam 650 agentes, em parceria com as administrações municipais. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;