Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Kiko inicia demissão de comissionados


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

21/11/2020 | 00:23


O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSDB), derrotado na eleição de domingo pelo ex-prefeito Clóvis Volpi (PL), não esperou a gestão chegar ao fim para desligar comissionados. Determinou a exoneração de apadrinhados, cortou funções gratificadas de funcionários concursados em posições de destaque, suspendeu contratos de servidores de terceirizados. Para fora, o discurso é de tentar sanear as contas e passar a gestão a Volpi sem rombo muito alto. Internamente, porém, o clima é de retaliação. Desde a campanha se falava que o funcionalismo público havia rompido com o governo. Volpi mesmo, ao Diário, disse que havia se surpreendido com tamanho volume de adesões de servidores públicos a seu projeto. Oficialmente, o governo não se manifestou.

Impacto
O maior índice de desligamentos de servidores aconteceu na Secretaria de Educação – setor no qual, acreditam governistas, houve o maior número de apoios para Clóvis Volpi (PL). Até tentaram argumentar com o prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB) que o corte de funcionários neste momento iria prejudicar o término do ano letivo. Mesmo assim, o tucano foi irredutível. Em grupos das redes sociais, a grita começou grande. E deve durar até o fim do ano.

Silêncio
A secretária de Educação de Ribeirão Pires, Flávia Banwart, que havia desdenhado dos números trazidos pela pesquisa Diário/Ibope, que já mostrava tendência de derrota do prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB), não fez mea culpa após ridicularizar o levantamento feito pelo instituto dez dias antes do pleito.

Acolhimento
O governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), já estuda uma maneira de contemplar, em função de destaque, o vereador Fábio Lopes (Cidadania). Ele não foi reeleito, mas recebeu 4.260 votos – mais do que 13 eleitos. Rodolfo Donetti, único parlamentar do Cidadania eleito no domingo, avisou que quer continuar na Câmara.

PRTB em crise
O anúncio do prefeiturável Mauro Roman (PRTB) de apoio a Marcelo Oliveira (PT) no segundo turno em Mauá causou estremecimento na legenda. Alinhada ao bolsonarismo – o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, é do PRTB –, o partido mergulhou em crise. A cúpula nacional avisou que vai destituir a direção municipal e garantiu que vai expulsar todos que aderiram à campanha petista em Mauá. Candidato a vice na chapa encabeçada por Mauro Roman, o advogado Davi Silva (PRTB) tende a ser indicado para presidir o partido no município.

Cobrança
Filas se formaram nos últimos dias em frente ao comitê do candidato do PSB na eleição à Prefeitura de Santo André Ailton Lima (PSB), na Alameda São Caetano. Muita gente queria receber pelos dias trabalhados na campanha. Mas o socialista não foi visto no local. Ailton obteve 17.636 votos, ficando em quarto lugar, desempenho considerado muito aquém do esperado.

Aposentadoria
A Prefeitura de São Bernardo, por meio da SBCPrev, comunicou que anulou os efeitos de portaria que concedeu aposentadoria especial por incapacidade da funcionária Regina Maura de Martino, servidora concursada da Secretaria de Educação. Ela tinha conseguido o benefício em 2012. Os motivos pela reviravolta da aposentadoria não foram anunciados. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Kiko inicia demissão de comissionados

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

21/11/2020 | 00:23


O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSDB), derrotado na eleição de domingo pelo ex-prefeito Clóvis Volpi (PL), não esperou a gestão chegar ao fim para desligar comissionados. Determinou a exoneração de apadrinhados, cortou funções gratificadas de funcionários concursados em posições de destaque, suspendeu contratos de servidores de terceirizados. Para fora, o discurso é de tentar sanear as contas e passar a gestão a Volpi sem rombo muito alto. Internamente, porém, o clima é de retaliação. Desde a campanha se falava que o funcionalismo público havia rompido com o governo. Volpi mesmo, ao Diário, disse que havia se surpreendido com tamanho volume de adesões de servidores públicos a seu projeto. Oficialmente, o governo não se manifestou.

Impacto
O maior índice de desligamentos de servidores aconteceu na Secretaria de Educação – setor no qual, acreditam governistas, houve o maior número de apoios para Clóvis Volpi (PL). Até tentaram argumentar com o prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB) que o corte de funcionários neste momento iria prejudicar o término do ano letivo. Mesmo assim, o tucano foi irredutível. Em grupos das redes sociais, a grita começou grande. E deve durar até o fim do ano.

Silêncio
A secretária de Educação de Ribeirão Pires, Flávia Banwart, que havia desdenhado dos números trazidos pela pesquisa Diário/Ibope, que já mostrava tendência de derrota do prefeito Adler Kiko Teixeira (PSDB), não fez mea culpa após ridicularizar o levantamento feito pelo instituto dez dias antes do pleito.

Acolhimento
O governo do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), já estuda uma maneira de contemplar, em função de destaque, o vereador Fábio Lopes (Cidadania). Ele não foi reeleito, mas recebeu 4.260 votos – mais do que 13 eleitos. Rodolfo Donetti, único parlamentar do Cidadania eleito no domingo, avisou que quer continuar na Câmara.

PRTB em crise
O anúncio do prefeiturável Mauro Roman (PRTB) de apoio a Marcelo Oliveira (PT) no segundo turno em Mauá causou estremecimento na legenda. Alinhada ao bolsonarismo – o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, é do PRTB –, o partido mergulhou em crise. A cúpula nacional avisou que vai destituir a direção municipal e garantiu que vai expulsar todos que aderiram à campanha petista em Mauá. Candidato a vice na chapa encabeçada por Mauro Roman, o advogado Davi Silva (PRTB) tende a ser indicado para presidir o partido no município.

Cobrança
Filas se formaram nos últimos dias em frente ao comitê do candidato do PSB na eleição à Prefeitura de Santo André Ailton Lima (PSB), na Alameda São Caetano. Muita gente queria receber pelos dias trabalhados na campanha. Mas o socialista não foi visto no local. Ailton obteve 17.636 votos, ficando em quarto lugar, desempenho considerado muito aquém do esperado.

Aposentadoria
A Prefeitura de São Bernardo, por meio da SBCPrev, comunicou que anulou os efeitos de portaria que concedeu aposentadoria especial por incapacidade da funcionária Regina Maura de Martino, servidora concursada da Secretaria de Educação. Ela tinha conseguido o benefício em 2012. Os motivos pela reviravolta da aposentadoria não foram anunciados. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;