Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Após ato, Taka rejeita apoio de Lauro: ‘Busca interação à revelia’

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Figuras da gestão foram à campanha do pessedista; PV e Pros ficam neutros


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

21/11/2020 | 00:15


Um dia depois de figuras do governo Lauro Michels (PV) participarem de seu ato de campanha no segundo turno, o candidato do PSD em Diadema, Taka Yamauchi, disse não querer apoio do prefeito e de quadros graúdos da gestão verde.

“Nas últimas horas, temos percebido o desejo de aproximação de integrantes de grupos adversários, com ideologias opostas às nossas, como a família Michels, que tem buscado à revelia uma interação nesse segundo turno. Porém, faço questão de tornar pública novamente a nossa total independência com relação a essas pessoas. Políticos com os quais mantemos divergência de pensamento. Respeito todos que estão do lado de lá, mas vou seguir um caminho apartado da linha política deste governo”, disse Taka.

Na noite de quinta-feira, personagens de destaque na administração de Lauro compareceram à atividade de Taka, organizada no comitê do pessedista, para formalizar a adesão do deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos) e apoio do vice-prefeito reeleito de São Bernardo, Marcelo Lima (PSD). A primeira-dama e chefe de Gabinete, Caroline Rocha, e o secretário de Assuntos Jurídicos e presidente do Pros no município, Fernando Moreira Machado, compareceram – Machado, inclusive, subiu no palanque.

Por causa do episódio, PV, sigla de Lauro, e Pros organizaram reuniões para discutir o posicionamento eleitoral no segundo turno – o candidato apoiado pelo governo era o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), que terminou na quarta colocação. Tanto PV quanto Pros deliberaram pela neutralidade no segundo turno.

Sobre o Pros, Machado refutou que sua participação na atividade fosse para referendar a candidatura de Taka. Em nota, alegou que a ida ao comitê do pessedista foi para “informar aos seus correligionários presentes a posição de neutralidade adotada pelo partido”. O Pros elegeu dois vereadores: Eduardo Minas e Reinaldo Meira.

No caso do PV, a vice-presidente da legenda na cidade, a ex-deputada e candidata a vice de Pretinho, Regina Gonçalves, pediu para que o novo prefeito – Taka ou José de Filippi Júnior (PT) – adote “projetos exequíveis” diante de cenário de dificuldade econômica por causa da pandemia de Covid-19. “Acredito que nossa cidade precisa ser administrada por alguém que tenha sintonia e responsabilidade com população mais carente de Diadema”, citou. O PV também elegeu dois vereadores: Talabi Fahel e Cabo Angelo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após ato, Taka rejeita apoio de Lauro: ‘Busca interação à revelia’

Figuras da gestão foram à campanha do pessedista; PV e Pros ficam neutros

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

21/11/2020 | 00:15


Um dia depois de figuras do governo Lauro Michels (PV) participarem de seu ato de campanha no segundo turno, o candidato do PSD em Diadema, Taka Yamauchi, disse não querer apoio do prefeito e de quadros graúdos da gestão verde.

“Nas últimas horas, temos percebido o desejo de aproximação de integrantes de grupos adversários, com ideologias opostas às nossas, como a família Michels, que tem buscado à revelia uma interação nesse segundo turno. Porém, faço questão de tornar pública novamente a nossa total independência com relação a essas pessoas. Políticos com os quais mantemos divergência de pensamento. Respeito todos que estão do lado de lá, mas vou seguir um caminho apartado da linha política deste governo”, disse Taka.

Na noite de quinta-feira, personagens de destaque na administração de Lauro compareceram à atividade de Taka, organizada no comitê do pessedista, para formalizar a adesão do deputado estadual Márcio da Farmácia (Podemos) e apoio do vice-prefeito reeleito de São Bernardo, Marcelo Lima (PSD). A primeira-dama e chefe de Gabinete, Caroline Rocha, e o secretário de Assuntos Jurídicos e presidente do Pros no município, Fernando Moreira Machado, compareceram – Machado, inclusive, subiu no palanque.

Por causa do episódio, PV, sigla de Lauro, e Pros organizaram reuniões para discutir o posicionamento eleitoral no segundo turno – o candidato apoiado pelo governo era o presidente da Câmara, Pretinho do Água Santa (DEM), que terminou na quarta colocação. Tanto PV quanto Pros deliberaram pela neutralidade no segundo turno.

Sobre o Pros, Machado refutou que sua participação na atividade fosse para referendar a candidatura de Taka. Em nota, alegou que a ida ao comitê do pessedista foi para “informar aos seus correligionários presentes a posição de neutralidade adotada pelo partido”. O Pros elegeu dois vereadores: Eduardo Minas e Reinaldo Meira.

No caso do PV, a vice-presidente da legenda na cidade, a ex-deputada e candidata a vice de Pretinho, Regina Gonçalves, pediu para que o novo prefeito – Taka ou José de Filippi Júnior (PT) – adote “projetos exequíveis” diante de cenário de dificuldade econômica por causa da pandemia de Covid-19. “Acredito que nossa cidade precisa ser administrada por alguém que tenha sintonia e responsabilidade com população mais carente de Diadema”, citou. O PV também elegeu dois vereadores: Talabi Fahel e Cabo Angelo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;