Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Tecnologia

tecnologia@dgabc.com.br | 4435-8301

Disney+: estreia atrai internautas, mas Netflix e GloboPlay seguem no topo do streaming

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação
Do 33Giga

20/11/2020 | 09:18


Não é novidade que as buscas por serviços de streaming cresceram desde o início do isolamento social no Brasil. E em novembro os brasileiros ganham mais uma plataforma para maratonar seus conteúdos favoritos, a Disney+.

Leia mais:
Aprenda a se conectar ao Amazon Prime Video americano com o NordVPN
VPN: entenda como uma rede virtual privada pode te proteger na internet

Para avaliar o cenário e checar quais são as plataformas mais buscadas no país e quais cresceram mais, a empresa de marketing digital SEMrush realizou um levantamento que apontou o crescimento nas buscas por Disney+ no Google em 1600%, comparando setembro de 2020 com janeiro de 2019.

Mesmo com o crescimento expressivo do novo streaming, a Netflix ainda é líder no volume de buscas. A média mensal de procura no mesmo período ficou em mais de 13,1 milhões. Logo depois, vem a Globoplay, com média de 3,6 milhões mensais, seguida pela Amazon Prime, com 1,4 milhão de buscas. Telecine Play vem em quarto lugar, com 366 mil buscas, e logo depois vem a plataforma de desenhos japoneses Crunchyroll, com 315 mil.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Veja abaixo o top 10 em buscas dos serviços de streaming no Brasil.

1) Netflix: 13,1 milhões
2) Globoplay: 3,6 milhões
3) Amazon Prime: 1,4 milhão
4) Telecine Play: 366 mil
5) Crunchyroll: 315 mil
6) HBO Go: 288 mil
7) Disney+: 81 mil
8) Playplus: 61 mil
9) Hulu: 38 mil
10) Looke: 33 mil
*média mensal de janeiro de 2019 a setembro de 2020

Já em relação ao crescimento, em primeiro lugar está o UOL Play, com incremento de mais de 38.600%, que reúne canais on demand e ao vivo. Logo em seguida, com crescimento de 9400%, está o Cinema Virtual, que funciona como um cinema físico com a venda de ingressos para determinados filmes. Em terceiro lugar, está o Darkflix, streaming brasileiro de filmes de terror, que cresceu mais de 7200% no período. Em quarto lugar, a Disney+ com crescimento de 1600%, seguida pela Spcine Play, plataforma de streaming pública, com 1025%.

Veja abaixo o top 10 dos streamings que mais cresceram em buscas no país:

1) UOL Play: 38.600%
2) Cinema Virtual: 9400%
3) Darkflix: 7200%
4) Disney+: 1600%
5) SPCine Play: 1025%
6) Amazon Prime: 1013%
7) Playplus: 508%
8) Quibi: 309%
9) Crunchyroll: 233%
10) Peacock 175%
*média mensal de janeiro de 2019 a setembro de 2020

De acordo com Fernando Angulo, head of communications da SEMrush, com o surgimento de diversos serviços de streaming, é importante que as empresas compreendam os dados e o cenário dos países de atuação para traçar estratégias assertivas. “Em um momento de grande competitividade no mercado, os dados ajudam a compreender melhor o público e suas preferências. Quem está no topo das buscas precisa manter sua posição e buscar crescimento, enquanto quem está crescendo pode aproveitar a oportunidade para expandir o conhecimento sobre seu negócio”, aponta o executivo.

Produções originais Disney+
Com a estreia do novo streaming, a SEMrush também levantou quais foram as produções originais mais buscadas pelos brasileiros. Seguem as 10 campeãs em média mensal de buscas:

1) Mulan: 146 mil
2) High School Musical: 69 mil
3) Loki: 56 mil
4) Esqueceram de Mim: 45 mil
5) The Mandalorian: 44 mil
6) Clouds: 38 mil
7) Gavião Arqueiro: 20 mil
8) A Dama e o Vagabundo 18 mil
9) Stargirl: 18 mil
10) WandaVision: 14 mil
*média mensal de janeiro de 2019 a setembro de 2020



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Disney+: estreia atrai internautas, mas Netflix e GloboPlay seguem no topo do streaming

Da Redação
Do 33Giga

20/11/2020 | 09:18


Não é novidade que as buscas por serviços de streaming cresceram desde o início do isolamento social no Brasil. E em novembro os brasileiros ganham mais uma plataforma para maratonar seus conteúdos favoritos, a Disney+.

Leia mais:
Aprenda a se conectar ao Amazon Prime Video americano com o NordVPN
VPN: entenda como uma rede virtual privada pode te proteger na internet

Para avaliar o cenário e checar quais são as plataformas mais buscadas no país e quais cresceram mais, a empresa de marketing digital SEMrush realizou um levantamento que apontou o crescimento nas buscas por Disney+ no Google em 1600%, comparando setembro de 2020 com janeiro de 2019.

Mesmo com o crescimento expressivo do novo streaming, a Netflix ainda é líder no volume de buscas. A média mensal de procura no mesmo período ficou em mais de 13,1 milhões. Logo depois, vem a Globoplay, com média de 3,6 milhões mensais, seguida pela Amazon Prime, com 1,4 milhão de buscas. Telecine Play vem em quarto lugar, com 366 mil buscas, e logo depois vem a plataforma de desenhos japoneses Crunchyroll, com 315 mil.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Veja abaixo o top 10 em buscas dos serviços de streaming no Brasil.

1) Netflix: 13,1 milhões
2) Globoplay: 3,6 milhões
3) Amazon Prime: 1,4 milhão
4) Telecine Play: 366 mil
5) Crunchyroll: 315 mil
6) HBO Go: 288 mil
7) Disney+: 81 mil
8) Playplus: 61 mil
9) Hulu: 38 mil
10) Looke: 33 mil
*média mensal de janeiro de 2019 a setembro de 2020

Já em relação ao crescimento, em primeiro lugar está o UOL Play, com incremento de mais de 38.600%, que reúne canais on demand e ao vivo. Logo em seguida, com crescimento de 9400%, está o Cinema Virtual, que funciona como um cinema físico com a venda de ingressos para determinados filmes. Em terceiro lugar, está o Darkflix, streaming brasileiro de filmes de terror, que cresceu mais de 7200% no período. Em quarto lugar, a Disney+ com crescimento de 1600%, seguida pela Spcine Play, plataforma de streaming pública, com 1025%.

Veja abaixo o top 10 dos streamings que mais cresceram em buscas no país:

1) UOL Play: 38.600%
2) Cinema Virtual: 9400%
3) Darkflix: 7200%
4) Disney+: 1600%
5) SPCine Play: 1025%
6) Amazon Prime: 1013%
7) Playplus: 508%
8) Quibi: 309%
9) Crunchyroll: 233%
10) Peacock 175%
*média mensal de janeiro de 2019 a setembro de 2020

De acordo com Fernando Angulo, head of communications da SEMrush, com o surgimento de diversos serviços de streaming, é importante que as empresas compreendam os dados e o cenário dos países de atuação para traçar estratégias assertivas. “Em um momento de grande competitividade no mercado, os dados ajudam a compreender melhor o público e suas preferências. Quem está no topo das buscas precisa manter sua posição e buscar crescimento, enquanto quem está crescendo pode aproveitar a oportunidade para expandir o conhecimento sobre seu negócio”, aponta o executivo.

Produções originais Disney+
Com a estreia do novo streaming, a SEMrush também levantou quais foram as produções originais mais buscadas pelos brasileiros. Seguem as 10 campeãs em média mensal de buscas:

1) Mulan: 146 mil
2) High School Musical: 69 mil
3) Loki: 56 mil
4) Esqueceram de Mim: 45 mil
5) The Mandalorian: 44 mil
6) Clouds: 38 mil
7) Gavião Arqueiro: 20 mil
8) A Dama e o Vagabundo 18 mil
9) Stargirl: 18 mil
10) WandaVision: 14 mil
*média mensal de janeiro de 2019 a setembro de 2020

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;