Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Professores adiam decisão sobre greve mais uma vez

Categoria quer aprovar Estatuto dos Profissionais da Educação


Camila Galvez
Do Diário do Grande ABC

19/05/2012 | 07:00


Os professores da rede municipal de São Bernardo adiaram mais uma vez a decisão sobre a greve da categoria. Isso porque o Sindicato dos Servidores Públicos, que representa os profissionais, conseguiu agendar para sexta-feira reunião com integrantes da administração municipal para discutir o Estatuto dos Profissionais da Educação, elaborado em março durante congresso da área.

A reunião foi marcada ontem, durante encontro de representantes dos docentes com o secretário de Coordenação Governamental, Tarcísio Secoli. Os assuntos que serão apresentados na sexta-feira à Prefeitura foram votados em assembleia que reuniu cerca de 800 pessoas, no Paço Municipal. Entre os temas estão: proposta de calendário de discussões do estatuto; extensão do projeto para todos os profissionais da Educação; terceirização dos trabalhadores da limpeza (que o sindicato é contra); e falta justificada para quem integrou a paralisação de terça-feira.

Após a reunião com a administração, haverá assembleia da categoria no dia 28, a fim de decidir os próximos passos. "Queremos que o estatuto seja votado pela Câmara antes do período da campanha eleitoral, ou seja, até 30 de junho. Essa discussão não pode ficar para depois", garantiu o presidente do sindicato, Giovani Chagas.

Para a categoria, o estatuto estende os direitos a funcionários das escolas, não apenas aos profissionais do magistério, além de facilitar a implementação de planos de carreira.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;