Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Rede D'Or expande atuação na região e anuncia aquisição do Hospital América em Mauá

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Com isso, grupo amplia para sete os hospitais na região, onde está presente desde 2010


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

18/11/2020 | 20:10


O grupo Rede D''Or São Luiz anunciou hoje, em fato relevante emitido aos seus acionistas, que celebrou contrato de compra e venda, por meio de sua afiliada Hospitais Integrados da Gávea S.A. – Clínica São Vicente, para aquisição de participação societária representativa de 100% do Hospital América, localizado em Mauá.

O Hospital América possui 112 leitos, com capacidade de realização de cirurgias de diversas especialidades, bem como a condução de consultas ambulatoriais e pronto atendimento, dentre outras atividades

Segundo a Rede D''Or, a aquisição ainda está sujeita à verificação de determinadas condições usuais, dentre elas a aprovação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e confirmação de diligência. Durante o período de análise pelo Cade, as companhias continuarão operando de forma independente. Os valores da transação não foram revelados pelo grupo.

PRESENÇA

A Rede D''Or iniciou sua presença no Grande ABC em 2010, quando realizou sua primeira aquisição, o Hospital Brasil, em Santo André. De lá para cá, já houve outras cinco compras de hospitais – Assunção (2011) e Ifor (2015), ambos em São Bernardo; Bartira (2015) em Santo André; Ribeirão Pires (2016), na cidade homônima; e a construção do Hospital São Luiz em São Caetano (2017). Caso o Cade aprove a negociação envolvendo o América, a operação da rede totalizará sete hospitais no Grande ABC, volume superior à Capital, onde há seis empreendimentos.

O grupo anunciou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que pode vir a ser a segunda maior abertura de capital do mercado brasileiro - perdendo apenas para a abertura de capital do Santander Brasil, que captou, com a venda de papéis, R$ 13,2 bilhões em 2009.

Isso ao considerar que todos os lotes sejam comprados no teto da faixa de preço estimada para as ações, que variam de R$ 48,91 a R$ 64,65. Assim, a operação pode movimentar até R$ 12,65 bilhões. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rede D'Or expande atuação na região e anuncia aquisição do Hospital América em Mauá

Com isso, grupo amplia para sete os hospitais na região, onde está presente desde 2010

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

18/11/2020 | 20:10


O grupo Rede D''Or São Luiz anunciou hoje, em fato relevante emitido aos seus acionistas, que celebrou contrato de compra e venda, por meio de sua afiliada Hospitais Integrados da Gávea S.A. – Clínica São Vicente, para aquisição de participação societária representativa de 100% do Hospital América, localizado em Mauá.

O Hospital América possui 112 leitos, com capacidade de realização de cirurgias de diversas especialidades, bem como a condução de consultas ambulatoriais e pronto atendimento, dentre outras atividades

Segundo a Rede D''Or, a aquisição ainda está sujeita à verificação de determinadas condições usuais, dentre elas a aprovação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e confirmação de diligência. Durante o período de análise pelo Cade, as companhias continuarão operando de forma independente. Os valores da transação não foram revelados pelo grupo.

PRESENÇA

A Rede D''Or iniciou sua presença no Grande ABC em 2010, quando realizou sua primeira aquisição, o Hospital Brasil, em Santo André. De lá para cá, já houve outras cinco compras de hospitais – Assunção (2011) e Ifor (2015), ambos em São Bernardo; Bartira (2015) em Santo André; Ribeirão Pires (2016), na cidade homônima; e a construção do Hospital São Luiz em São Caetano (2017). Caso o Cade aprove a negociação envolvendo o América, a operação da rede totalizará sete hospitais no Grande ABC, volume superior à Capital, onde há seis empreendimentos.

O grupo anunciou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), que pode vir a ser a segunda maior abertura de capital do mercado brasileiro - perdendo apenas para a abertura de capital do Santander Brasil, que captou, com a venda de papéis, R$ 13,2 bilhões em 2009.

Isso ao considerar que todos os lotes sejam comprados no teto da faixa de preço estimada para as ações, que variam de R$ 48,91 a R$ 64,65. Assim, a operação pode movimentar até R$ 12,65 bilhões. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;