Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Renato, elogiado por Parreira, deve ser titular da Seleção


Do Diário OnLine

30/03/2004 | 01:05


O volante Renato, do Santos, tem tudo para emplacar o segundo jogo seguido como titular da Seleção Brasileira. O capitão do Peixe deve compor o meio-campo no jogo contra o Paraguai, quarta-feira (21h40), pelas Eliminatórias para a Copa de 2006, ao lado de Gilberto Silva, Zé Roberto e Ronaldinho Gaúcho. A definição da equipe titular sai nesta terça-feira à tarde, no treino de reconhecimento que a Seleção fará no estádio Defensores del Chaco.

"O Renato é um grande jogador. Foi titular contra o Uruguai, está crescendo muito e é fundamental para o time do Santos", elogiou o técnico Carlos Alberto Parreira nesta segunda-feira, em entrevista no luxuoso Hotel Yacht Golf Club (nas cercanias de Assunção). O técnico ressaltou que o santista é forte na marcação e ainda atua muito bem no apoio ao ataque.

Prestigiado pelo trabalho em campo, Renato conta com outros fatores para surgir no papel de franco favorito a uma vaga de titular na Seleção. O favorito de Parreira, Kléberson (Manchester United-ING), foi cortado por motivo de contusão. Juninho Pernambucano, do Lyon (FRA), está com uma otite (inflamação no ouvido) e dificilmente será aproveitado contra o Paraguai.

Apesar do mistério, Parreira já tem a equipe praticamente definida. O técnico já confirmou que Roque Júnior (Siena-ITA) e Lúcio (Bayer Leverkusen-ALE), apesar das críticas, formarão a dupla de zaga. Dida (Milan-ITA), Cafu (Milan-ITA) e Roberto Carlos (Real Madrid-ESP) completam a defesa. O ataque terá Ronaldo (Real Madrid-ESP) e Kaká (Milan-ITA) – dois dos mais assediados.

Ao falar sobre o esquema tático da Seleção, Parreira andou na contramão da fama de 'retranqueiro' e disse que monta o Brasil com três atacantes. Na explicação do treinador, Ronaldinho Gaúcho, Kaká e Ronaldo são atletas de frente que apenas se revezam nas posições – com o 'Fenômeno' mais fixo nas proximidades da área e os outros dois descendo em velocidade desde o meio-campo.

O técnico da Seleção antecipou que o 'trio de ouro', como gosta de chamar a imprensa paraguaia, terá dificuldades diante da defesa paraguaia. "Eles atuam com duas linhas de quatro jogadores muito bem feitas. Um dos atacantes ainda volta para marcar, fazendo com que eles tenham nove atletas atrás da linha da bola", analisou Parreira.

"Vamos ter de jogar com muita inteligência, não vou dizer como, para quebrarmos essas duas linhas defensivas do Paraguai", completou o treinador.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;