Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Orlando Morando é reeleito prefeito de São Bernardo

Dérek Bittencourt/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Candidato do PSDB obtém 67,28% dos votos e decide pleito
ainda no primeiro turno dando o troco em Luiz Marinho


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/11/2020 | 00:48


Com direito à segunda maior votação da história, Orlando Morando (PSDB) foi reeleito prefeito de São Bernardo. Depois de todo o suspense e demora em razão dos atrasos na apuração, o atual chefe do Paço obteve 261.761 dos votos válidos, o que representou 67,28% dos eleitores que foram às urnas ontem na cidade. O montante obtido por Morando só ficou abaixo do obtido por William Dib no pleito de 2004, quando obteve 295.487 do sufrágio. Ele seguirá no comando junto do vice, Marcelo Lima (PSD). O resultado foi o troco do prefeito sobre o principal rival, Luiz Marinho (PT), que havia levado a melhor no segundo turno de 2008. O petista ficou em segundo lugar, com 90.803 votos, o equivalente a 23,34% do total. Já o vereador Rafael Demarchi (PSL), que pleiteava uma promoção ao cargo máximo do município, ficou em terceiro, com 19.859 (5,10%).

"São Bernardo escolheu seguir no caminho certo! Muito obrigado por cada um dos 261.761 votos. Agradeço de coração a todos vocês. Não tem satisfação maior do que ver o carinho e o apoio das pessoas. Mais do que entregar obras, a gente trabalha para garantir uma vida melhor a você e sua família. Com o seu apoio, estamos escrevendo uma nova e bonita história e superando grandes desafios. Vamos continuar com o nosso trabalho sério e transparente para uma São Bernardo cada vez mais forte. Fizemos muito nesses 4 anos e um futuro de grandes conquistas nos espera. Muito obrigado e vamos juntos mais uma vez para um grande sucesso de oportunidades a esse povo trabalhador", publicou Orlando Morando nas redes sociais - por conta da demora na contabilização dos votos e da divulgação dos números, o prefeito cancelou a coletiva que realizaria à imprensa e também acabou adiando para esta segunda-feira, 16, a live que realizaria pós-resultado.

APURAÇÃO
Tão logo as primeiras urnas foram apuradas, às 17h40, Orlando Morando já apresentava grande superioridade na preferência do eleitorado. A parcial inicial mostrava o peessedebista com 70% dos votos, contra 14% de Luiz Marinho, 7% de Rafael Demarchi, 4% do Dr. Leandro Altrão e 3% de Lourdes da Chapa Coletiva. Já era um indício do que estava por vir. Entretanto, a demora na apuração proporcionou momentos de expectativa, a qual só foi aliviada quando os resultados voltaram a ser atualizados, pouco depois das 22h.

Uma situação que chamou a atenção no pleito são-bernardense foi o número de abstenções: 165.087, o equivalente a 26,62% do eleitorado. Foram ainda 24.563 votos em branco (5,40%) e 37.579 nulos (8,26%).

CÂMARA MUNICIPAL
Os seis primeiros vereadores eleitos - em número de votos válidos - para a Câmara de São Bernardo são da base governista. Quem obteve o maior número de votos foi o estreante Danilo Lima (PSDB), com 8.930, seguido pelo ex-presidente da Casa, Pery Cartola (PSDB), reeleito com 8.865, Ivan Silva (PP), com 7.916, Julinho Fuzari (DEM), reeleito com 6.954, Fran Silva (PSD), reeleito com 5.307, e Alex Mognon (PSDB), reeleito com 5.146. Completam as cadeiras Gordo da Adega (Republicanos), Ana Nice (PT), Bispo João Baptista (Republicanos) - os três reeleitos -, Afonsinho (PSDB), Ana do Carmo (PR), Eliezer Mendes (Pode, reeleito), Almir do Gás (PSDB, que estava como suplente), Minami (PSDB), Maurício Cardozo (PSDB), Toninho Tavares (PSDB), Estevão Camolesi (PSDB), Getulio do Amarelinho (PT), Paulo Chuchu (PRTB), Aurelio (PSDB, reeleito), Joilson Santos (PT, reeleito), Reginaldo Burguês (Pode), Lucas Ferreira (DEM). Jorge Araújo (PSD), Glauco Braido (PSD), Dr. Manuel (Cidadania, reeleito), Netinho Rodrigues (PP) e Palhinha (Avante, que estava como suplente). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Orlando Morando é reeleito prefeito de São Bernardo

Candidato do PSDB obtém 67,28% dos votos e decide pleito
ainda no primeiro turno dando o troco em Luiz Marinho

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/11/2020 | 00:48


Com direito à segunda maior votação da história, Orlando Morando (PSDB) foi reeleito prefeito de São Bernardo. Depois de todo o suspense e demora em razão dos atrasos na apuração, o atual chefe do Paço obteve 261.761 dos votos válidos, o que representou 67,28% dos eleitores que foram às urnas ontem na cidade. O montante obtido por Morando só ficou abaixo do obtido por William Dib no pleito de 2004, quando obteve 295.487 do sufrágio. Ele seguirá no comando junto do vice, Marcelo Lima (PSD). O resultado foi o troco do prefeito sobre o principal rival, Luiz Marinho (PT), que havia levado a melhor no segundo turno de 2008. O petista ficou em segundo lugar, com 90.803 votos, o equivalente a 23,34% do total. Já o vereador Rafael Demarchi (PSL), que pleiteava uma promoção ao cargo máximo do município, ficou em terceiro, com 19.859 (5,10%).

"São Bernardo escolheu seguir no caminho certo! Muito obrigado por cada um dos 261.761 votos. Agradeço de coração a todos vocês. Não tem satisfação maior do que ver o carinho e o apoio das pessoas. Mais do que entregar obras, a gente trabalha para garantir uma vida melhor a você e sua família. Com o seu apoio, estamos escrevendo uma nova e bonita história e superando grandes desafios. Vamos continuar com o nosso trabalho sério e transparente para uma São Bernardo cada vez mais forte. Fizemos muito nesses 4 anos e um futuro de grandes conquistas nos espera. Muito obrigado e vamos juntos mais uma vez para um grande sucesso de oportunidades a esse povo trabalhador", publicou Orlando Morando nas redes sociais - por conta da demora na contabilização dos votos e da divulgação dos números, o prefeito cancelou a coletiva que realizaria à imprensa e também acabou adiando para esta segunda-feira, 16, a live que realizaria pós-resultado.

APURAÇÃO
Tão logo as primeiras urnas foram apuradas, às 17h40, Orlando Morando já apresentava grande superioridade na preferência do eleitorado. A parcial inicial mostrava o peessedebista com 70% dos votos, contra 14% de Luiz Marinho, 7% de Rafael Demarchi, 4% do Dr. Leandro Altrão e 3% de Lourdes da Chapa Coletiva. Já era um indício do que estava por vir. Entretanto, a demora na apuração proporcionou momentos de expectativa, a qual só foi aliviada quando os resultados voltaram a ser atualizados, pouco depois das 22h.

Uma situação que chamou a atenção no pleito são-bernardense foi o número de abstenções: 165.087, o equivalente a 26,62% do eleitorado. Foram ainda 24.563 votos em branco (5,40%) e 37.579 nulos (8,26%).

CÂMARA MUNICIPAL
Os seis primeiros vereadores eleitos - em número de votos válidos - para a Câmara de São Bernardo são da base governista. Quem obteve o maior número de votos foi o estreante Danilo Lima (PSDB), com 8.930, seguido pelo ex-presidente da Casa, Pery Cartola (PSDB), reeleito com 8.865, Ivan Silva (PP), com 7.916, Julinho Fuzari (DEM), reeleito com 6.954, Fran Silva (PSD), reeleito com 5.307, e Alex Mognon (PSDB), reeleito com 5.146. Completam as cadeiras Gordo da Adega (Republicanos), Ana Nice (PT), Bispo João Baptista (Republicanos) - os três reeleitos -, Afonsinho (PSDB), Ana do Carmo (PR), Eliezer Mendes (Pode, reeleito), Almir do Gás (PSDB, que estava como suplente), Minami (PSDB), Maurício Cardozo (PSDB), Toninho Tavares (PSDB), Estevão Camolesi (PSDB), Getulio do Amarelinho (PT), Paulo Chuchu (PRTB), Aurelio (PSDB, reeleito), Joilson Santos (PT, reeleito), Reginaldo Burguês (Pode), Lucas Ferreira (DEM). Jorge Araújo (PSD), Glauco Braido (PSD), Dr. Manuel (Cidadania, reeleito), Netinho Rodrigues (PP) e Palhinha (Avante, que estava como suplente). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;