Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Para PT em Mauá, confiança supera ansiedade em apuração

Eduardo Guimarães/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente da sigla na cidade, Rômulo Fernandes vê Marcelo Oliveira no segundo turno com Atila


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

15/11/2020 | 21:52


Presidente do diretório do PT (Partido dos Trabalhadores) em Mauá, Rômulo Fernandes diz que sentimento de confiança é maior do que o de ansiedade, apesar da disputa acirrada do vereador Marcelo Oliveira com o ex-juiz João Veríssimo (PSD) por vaga em provável segundo turno com o prefeito Atila Jacomussi (PSB). "Neste momento, estamos com problemas na atualização de dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e, sem atualização dos votos, fica mais difícil dizer algo. Até a última atualização, estávamos empatados", disse Fernandes, referindo-se a Veríssimo. "Mas posso garantir que o nosso sentimento de confiança é maior que o de ansiedade." Pelo último dado, eles estavam com cerca de 18% dos sufrágios, enquanto que Atila, com quase 40%. O TSE confirmou o atraso na divulgação dos dados e atribuiu o problema a demora na soma dos votos, processo que nestas eleições foi concentrado no sistema do próprio tribunal.

PRESENÇA
Questionado sobre o fato de, desde 1996 todas as eleições do município terem sido definidas no segundo turno, e todas terem contado com o PT na disputa, mas desta vez o cenário estar mais acirrado, ele foi categórico. "A última eleição foi marcada por forte anti-petismo. Inclusive, Atila se elegeu em meio a essa onda de anti-PT. Mas esse sentimento tem desaparecido. Tanto que vemos grandes possibilidades de os candidatos do partido triunfarem em várias cidades, como em Mauá e Diadema no Grande ABC", assinalou. "Atila fez campanha com muita arrogância, achando que levaria no primeiro turno, mas eu não vejo essa possibilidade."
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Para PT em Mauá, confiança supera ansiedade em apuração

Presidente da sigla na cidade, Rômulo Fernandes vê Marcelo Oliveira no segundo turno com Atila

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

15/11/2020 | 21:52


Presidente do diretório do PT (Partido dos Trabalhadores) em Mauá, Rômulo Fernandes diz que sentimento de confiança é maior do que o de ansiedade, apesar da disputa acirrada do vereador Marcelo Oliveira com o ex-juiz João Veríssimo (PSD) por vaga em provável segundo turno com o prefeito Atila Jacomussi (PSB). "Neste momento, estamos com problemas na atualização de dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e, sem atualização dos votos, fica mais difícil dizer algo. Até a última atualização, estávamos empatados", disse Fernandes, referindo-se a Veríssimo. "Mas posso garantir que o nosso sentimento de confiança é maior que o de ansiedade." Pelo último dado, eles estavam com cerca de 18% dos sufrágios, enquanto que Atila, com quase 40%. O TSE confirmou o atraso na divulgação dos dados e atribuiu o problema a demora na soma dos votos, processo que nestas eleições foi concentrado no sistema do próprio tribunal.

PRESENÇA
Questionado sobre o fato de, desde 1996 todas as eleições do município terem sido definidas no segundo turno, e todas terem contado com o PT na disputa, mas desta vez o cenário estar mais acirrado, ele foi categórico. "A última eleição foi marcada por forte anti-petismo. Inclusive, Atila se elegeu em meio a essa onda de anti-PT. Mas esse sentimento tem desaparecido. Tanto que vemos grandes possibilidades de os candidatos do partido triunfarem em várias cidades, como em Mauá e Diadema no Grande ABC", assinalou. "Atila fez campanha com muita arrogância, achando que levaria no primeiro turno, mas eu não vejo essa possibilidade."
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;